Abrir menu principal

Andrés Manuel López Obrador

político mexicano, Presidente do México
Andrés Manuel López Obrador
67º Presidente do México
Período 1 de dezembro de 2018
a atualidade
Antecessor Enrique Peña Nieto
Chefe de Governo do Distrito Federal
Período 25 de abril de 2000
a 29 de julho de 2005
Dados pessoais
Nome completo Andrés Manuel López Obrador
Nascimento 13 de novembro de 1953 (65 anos)
Tepetitán, Macuspana, Tabasco
Nacionalidade mexicano
Alma mater Universidad Nacional Autónoma de México
Partido Partido Revolucionário Institucional
Partido da Revolução Democrática
Movimento Regeneração Nacional
Religião Cristianismo não denominacional [1]
Profissão cientista político
escritor
Assinatura Assinatura de Andrés Manuel López Obrador
Website LopezObrador.org

Andrés Manuel López Obrador (Tepetitán, 13 de novembro de 1953), também conhecido como AMLO,[2][3] é um político mexicano, [4] atual presidente do México desde 2018. Foi chefe de governo do Distrito Federal mexicano até o dia 31 de julho de 2005, quando renunciou ao cargo para iniciar sua campanha pela presidência do México para as eleições de 2 de julho de 2006. López Obrador é militante do Partido de la Revolución Democrática (PRD) e foi candidato à presidência da República pela Alianza por el Bien de Todos (integrada por PRD, PT e Convergência) a partir de janeiro de 2006.

Eleito presidente em 2018 pela coalizão Juntos Faremos História, López Obrador assumiu o cargo em 1 de dezembro de 2018, para um mandato de seis anos.[5]

Reduziu o seu salário em 60% e declarou que pretendia pôr termo aos privilégios reservados à sua função. Uma nova lei sobre a remuneração dos funcionários públicos fixa o salário máximo em pouco mais de 4 700 euros por mês.[6] O salário mínimo é aumentado em 16,2%.[7]

Eleição presidencial de 2006Editar

 Ver artigo principal: Eleições gerais do México em 2006

Em 2006, candidatou-se à presidência do México e foi vencido pelo candidato governista Felipe Calderón Hinojosa do Partido Acción Nacional (PAN) por uma diferença de apenas 0,56 pontos percentuais, o que causou indignação em Obrador, que não aceitou o resultado e se autoproclamou presidente do México no dia 20 de Novembro de 2006, Dia da Revolução Mexicana, construindo assim um governo paralelo ao de Calderón; foi um protesto, organizado por partidários, contra as supostas fraudes do processo eleitoral. As possibilidades de fraude na apuração de votos ainda estão sob investigação.

PropostasEditar

Ele propôs criar a rota da seda mexicana com a ferrovia leste-oeste para substituir os canais da Nicarágua e Panamá sendo que Daniel Ortega cedeu aos Estados Unidos e Taiwan para treinamento militar humanitário o seu território, situação esta que a China não admitiu.[8] Ele também pretende fazer um pacto com a direita mexicana para tentar ajudar na governabilidade.[9]

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Andrés Manuel López Obrador

Andrés Manuel López Obrador no Twitter  

Precedido por
Enrique Peña Nieto
Presidente dos Estados Unidos Mexicanos
 

1 de dezembro de 2018 - atualidade
Sucedido por
-
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.