Abrir menu principal

António Barbosa Leão

António Barbosa Leão
Bispo da Igreja Católica
Bispo do Porto
Dom António Barbosa Leão, Bispo do Porto. 1920
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 1886
Ordenação episcopal 26 de Agosto de 1906
Bispo de Angola e Congo e Bispo do Algarve
Brasão episcopal
BishopCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Flag of Portugal (1830).svg Parada de Todeia
17 de outubro de 1860
Morte Portugal Porto
21 de junho de 1929 (68 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

António Barbosa Leão (Parada de Todeia, Paredes, 17 de Outubro de 1860Porto, 21 de Junho de 1929) foi um religioso católico português, bispo da Diocese do Porto.

BiografiaEditar

Era, segundo José do Barreiro, filho "dum honrado e modesto lavrador",(...) Manoel Barbosa e esposa D. Maria Barbosa Leão, que mandaram os filhos, em creanças para o Porto, destinados ao comércio. O filho António foi para uma oficina de ourives," onde ficou até aos vinte anos.

Então, sentindo vocação para a Igreja, foi estudar para o colégio do Carmo de Penafiel, e depois para o seminário do Porto. Celebrou a sua primaira missa em 6 de Agosto de 1886 "na sua terra natal" e em Outubro desse ano "foi chamado para professor do colégio da Formiga, lecionando nesse cargo as disciplinas de Francês, História e Geografia.

De seguida foi professor no Seminário dos Carvalhos, em Gaia de 1887 a 1890, de onde saíu para paroquiar a freguesia de Lustosa.

Em 1899, António José de Sousa Barroso, novo Bispo do Porto, vindo do Oriente, onde era Bispo de S. Tomé de Meliapor, visita as freguezias da sua diocese, e o padre António é quem o acompanha nos concelhos de Paredes, Penafiel, Lousada e Felgueiras, que tinha fama de grande pregador. Em Dezembro de 1904 apresenta resignação para se dedicar à pregação.

Em 1906, D. António Mendes Belo, bispo de Angola é transferido para o Algarve, e em 25 de Abril desse mesmo ano, o Bispo do Porto nomeia o padre António Bispo de Angola e Congo; dois anos mais tarde, o mesmo António Mendes Belo recebe a dignidade de Cardeal Patriarca de Lisboa, e António Barbosa Leão torna-se Bispo do Algarve em 19 de Dezembro de 1907, chegando de Angola a Portugal apenas em Abril de 1908.

Em 9 de Julho de 1919, é nomeado Bispo do Porto. Como tal preocupou-se com a formação do clero, adquirindo para tanto a Quinta de Vilar, onde se instalou o Seminário.

Colaborou na revista Lusitânia [1].

Ver tambémEditar

FontesEditar

José do Barreiro (pseudónimo de José Corrêa Pacheco de Portocarrero): Monografia de Paredes. Porto, Tipografía Mendonça (a vapôr) de Laura Couto & Pinto, rua da Picaria, 30. 1922. p. 466 - 483.

Referências

  1. Alda Anastácio (4 de novembro de 2016). «Ficha histórica:Lusitânia: revista católica mensal (1914)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 22 de dezembro de 2016 

Ligações externasEditar