Abrir menu principal

Arco de Marco Aurélio (Roma)

(Redirecionado de Arco de Marco Aurélio)
Arco de Marco Aurélio
Submissão dos germânicos, um dos relevos que se supõe terem sido do Arco de Marco Aurélio e hoje preservado nos Museus Capitolinos, em Roma.
Tipo Templo romano
Construção Século II
Promotor / construtor Cômodo
Geografia
País Itália
Cidade Roma
Localidade IX Região - Campo de Marte
Coordenadas 41° 54' 5.4" N 12° 28' 49.7" E
Arco de Marco Aurélio está localizado em: Roma
Arco de Marco Aurélio
Arco de Marco Aurélio

O Arco de Marco Aurélio (em latim: Arcus Marci Antonini) foi um arco triunfal romano localizado em Roma, provavelmente na região do Campo de Marte, perto da moderna Piazza Colonna e da Coluna de Marco Aurélio.

Índice

HistóriaEditar

O Arco de Marco Aurélio, dedicado pelo Senado Romano ao imperador Marco Aurélio é conhecido através de fontes literárias e uma inscrição.[1] Foi inaugurado durante a primeira fase da Guerra Marcomana (entre 173 e 176) e terminou com a realização do triunfo do imperador e de seu filho Cômodo sobre os marcomanos e sármatas em dezembro de 176.[2][3]

TopografiaEditar

A existência de um arco dedicado ao imperador Marco Aurélio é inferida com base num ciclo de doze relevos que teriam sido utilizados para decorá-lo, oito reutilizados no Arco de Constantino, três conservados no Palazzo dei Conservatori (Museus Capitolinos) e um último destruído e do qual resta apenas um fragmento preservado atualmente em Copenhague. O relevo, esculpidos em duas tranches, em 173 e 176, eram atribuídos anteriormente a um "arcus aureus" ou "arcus Panis Aurei in Capitolio" citado em fontes medievais e que estaria localizado no sopé do Capitólio, no cruzamento da Via Lata com o Clivo Argentário não muito distante da igreja de Santi Luca e Martina, o local onde os três relevos dos Museus Capitolinos haviam sido reutilizados.[4] Um outro local onde este arco pode ter estado é perto da Coluna de Marco Aurélio, servindo como entrada monumental ao pórtico que circundava o monumento e o Templo de Marco Aurélio e Faustina no Campo de Marte.[5]

Painéis em relevoEditar

Os relevos que teriam sido parte do Arco de Marco Aurélio contam as vitórias militares de Marco Aurélio durante a Guerra Marcomana. O imperador aparece em todos eles sempre em companhia de um personagem que é identificado como sendo seu genro e, por um tempo, seu sucessor in pectore, Tibério Cláudio Pompeiano. A presença fixa dos dois permite supor uma origem comum para os relevos.[6]

LocalizaçãoEditar

Referências

  1. CIL VI, 1014.
  2. História Augusta, Commodus, 12.5
  3. História Augusta, Marcus Aurelius, 16.1-2 e 17.3.
  4. Platner, Samuel Ball; Ashby, Thomas, eds. (1929). A Topographical Dictionary of Ancient Rome (em inglês). London: Oxford University Press. p. 33-47 
  5. F.Coarelli, La colonna di Marco Aurelio, Roma, 2008, p.42-44.
  6. Bianchi Bandinelli - Torelli, cit., Arte romana scheda 142.

BibliografiaEditar

  • Buzzetti, Carlo (1985). Bullettino della Commissione archeologica comunale di Roma 90 (em italiano). [S.l.: s.n.] p. 378–381 
  • Coarelli, Filippo (2008). La colonna di Marco Aurelio (em italiano). Traduzido por Helen L. Patterson. Roma: Colombo. ISBN 88-86359-97-7 
  • Coarelli, Filippo (2012). Guida archeologica di Roma (em italiano). Roma-Bari: Laterza. ISBN 978-88-420-8589-8 
  • Caprariis, Francesca de. Steinby, Eva Margareta, ed. Lexicon topographicum urbis Romae. Marcus, Divus, Templum (em inglês). III. [S.l.: s.n.] p. 212 
  • La Rocca, Eugenio; Presicce, Claudio Parisi; Lo Monaco, Annalisa, eds. (2012). L'età dell'equilibrio, 98-180 d.C.: Traiano, Adriano, Antonino Pio, Marco Aurelio (em inglês). Roma, Musei Capitolini: MondoMostre. ISBN 978-88-905853-0-2 
  • Michaelides, Demetrios (1982). Cozza, Lucos, ed. Il tempio di Adriano. Lacunari da Piazza Montecitorio (em italiano). [S.l.]: De Luca. p. 32-38 
  • Petersen, Eugen; von Domaszewski, Alfred; Calderini, Guglielmo (1896). Die Marcussäule auf piazza Colonna (em alemão). Munich: [s.n.] 
  • Platner, Samuel Ball; Ashby, Thomas, eds. (1929). A Topographical Dictionary of Ancient Rome. s.v. Templum divi Marci (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. p. 327 
  • Richardson, Jr., Lawrence (1992). A New Topographical Dictionary of Ancient Rome. s.v. Templum divi Marci (em inglês). [S.l.]: JHU Press. p. 244. ISBN 0-8018-4300-6