Arthur Whitten Brown

Sir Arthur Whitten Brown (Glasgow, Escócia, 23 de julho de 1886 - Swansea, País de Gales 4 de outubro de 1948), aviador, foi o navegador do primeiro voo transatlântico sem escalas bem sucedido da história.

Arthur Whitten Brown
Nascimento Arthur Whitten Brown
23 de junho de 1886
Glasgow
Morte 4 de outubro de 1948 (62 anos)
Swansea
Sepultamento Buckinghamshire
Cidadania Reino Unido
Progenitores
  • Arthur George Brown
  • Emma Whitten
Alma mater
  • Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade de Manchester
Ocupação velejador, piloto, observador aéreo
Prêmios
  • Cavaleiro Comandante da Ordem do Império Britânico
Causa da morte overdose

BiografiaEditar

Começou sua carreira em engenharia antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial. Abatido e ferido gravemente sobre a Alemanha em 10 de Novembro de 1915, Brown tornou - se um prisioneiro de guerra. Uma vez libertado e de volta no Reino Unido, Brown continuou a desenvolver suas habilidades navegação aérea. Tornou um Tenente na Royal Air Force.

Ao visitar a empresa de engenharia Vickers foi perguntado se gostaria de ser o navegador de um voo transatlântico, em parceria com John Alcock, que já havia sido escolhido como piloto.

O voo de St John's, Newfoundland Canadá para Clifden, Connemara, Irlanda teve lugar em 14 de Junho de 1919. Partiram de St John's às 1h45, hora local, e desembarcaram em Derrygimla 16 horas e 12 minutos mais tarde, após voar 1 980 milhas.

O voo foi feito em um bombardeiro Vickers Vimy modificado , e ganhou um prêmio de 10 000 £ oferecido pelo jornal londrino Daily Mail para o primeiro voo sem escalas sobre o oceano Atlântico.

Poucos dias depois do voo Alcock e Brown foram feitos cavaleiros pelo rei George V.

Em seguida, Brown trabalhou como engenheiro para a companhia Vickers, e estabeleceu-se no País de Gales. Morreu em 4 de outubro de 1948 em Swansea.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arthur Whitten Brown