Abrir menu principal
Azedine Beschaouch
Nascimento 18 de abril de 1938 (81 anos)
Túnis
Cidadania Tunísia, França
Alma mater Universidade de Paris, Escola Normal Superior de Paris
Ocupação historiador, arqueólogo, epigrafista, político
Prêmios Oficial da Legião de Honra, doutor honoris causa, Ordem das Palmas Acadêmicas, oficial das Artes e das Letras
Empregador École pratique des hautes études

Azedine Beschaouch (Túnis, 18 de abril de 1938) é um arqueólogo e historiador da Tunísia, especialista na África romana.

Índice

BiografiaEditar

Antigo pensionista estrangeiro da École normale supérieure (1961-1967) em França, e membro estrangeiro da Escola francesa de Roma (1967-1970), Azedine segue uma carreira de proteção pelo património cultural e torna-se diretor do Instituto nacional do património da Tunísia de 1973 a 1982.

Presidente de junta adjunto de Cartago de 1975 a 1990, facilita a campanha internacional levada a cabo pela UNESCO para a salvaguarda do sítio arqueológico de Cartago. Torna-se o representante pessoal do diretor geral da Unesco para a salvaguarda de Angkor, depois de se tornar diretor do Comité do Património Mundial.

Em 1997 foi eleito sócio estrangeiro da Académie des inscriptions et belles-lettres de França, e é também membro da Academia das ciências, letras e artes da Tunísia. De fato faz parte de várias sociedades de sábios, como a Sociedade do estudo do Magreb pré-histórico, antigo e medieval e a Sociedade nacional dos antiquários de França.

É nomeado Ministro da Cultura no governo de seu país - governo esse formado a 27 de janeiro de 2011[1] - e depois no de Béji Caïd Essebsi.

PublicaçõesEditar

  • Mustitana. Recueil des nouvelles inscriptions latines de Mustis, Klincksieck, Paris, 1968
  • Les Ruines de Bulla Regia (com Roger Hanoune et Yvon Thébert), École française de Rome, Rome, 1977
  • Recherches archéologiques franco-tunisiennes à Bulla Regia. I. Miscellanea (com Roger Hanoune, Mustapha Khanoussi, Albéric Olivier et Yvon Thébert), École française de Rome, Rome, 1983
  • La légende de Carthage, Découvertes Gallimard (n° 172), Paris, 1993
  • Les sodalités africo-romaines, Institut de France, Paris, 2006
  • Confidences de Tunisie [dir.], éd. Le Cherche Midi, Paris, 2007
  • Deux décennies de coopération archéologique franco-cambodgienne à Angkor [dir.], éd. De Boccard, Paris, 2017

Referências

Ligações externasEditar