Abrir menu principal

Wikipédia β

Bandeira dos Estados Unidos

A Bandeira dos Estados Unidos consiste em 13 faixas horizontais, sendo 7 faixas na cor vermelhas e 6 na cor branca. Num retângulo azul no canto superior esquerdo aparecem 50 estrelas brancas, cada uma simbolizando um Estado do país. Cada uma das faixas representa uma das antigas Treze Colônias. O vermelho simboliza resistência e coragem, o branco simboliza a pureza e inocência, e o azul representa vigilância, perseverança e justiça. A Bandeira dos Estados Unidos da América é comumente chamada de The Stars and Stripes (Estrelas e Faixas) ou Old Glory (Velha Glória). O codinome Old Glory foi dado pelo Capitão William Driver, de Salem, Massachusetts, em 1831, e foi muito usada durante o período no qual a bandeira possuía 48 estrelas, entre 1912 e 1959.

Bandeira dos Estados Unidos
Bandeira dos Estados Unidos
Aplicação
FIAV 111111.svgFIAV normal.svg
Proporção 10:19
Adoção 4 de julho de 1960
Criador Betsy Ross
Cores
  Azul
  Vermelho
  Branco
Tipo Nacionais

Índice

HistóriaEditar

O projeto atual da bandeira dos E.U.A é o 27º; O design da bandeira foi modificado oficialmente 26 vezes desde 1777. A bandeira de 48 estrelas estava em vigor por 47 anos até a versão de 49 estrelas se tornar oficial em 4 de julho de 1959. A bandeira de 50 estrelas foi ordenada pelo então presidente Eisenhower, em 21 de agosto de 1959, e foi adotado em julho de 1960. É a versão mais usada da bandeira dos E.U.A e foi usada por mais de 57 Anos.[1]O Vermelho é o sangue dos que lutaram,o branco pela paz,o azul os rios,as estrelas representam os estados.

Primeira bandeiraEditar

 Ver artigo principal: Bandeira da Grande União

Na época da Declaração de Independência em julho de 1776, o Congresso Continental não adotaria legalmente bandeiras com "estrelas, brancas em um campo azul" por mais um ano. A bandeira contemporaneamente conhecida como "as Cores Continentais" historicamente foi referida como a primeira bandeira nacional.[2]

A A Marinha Continental levantou as Cores como estandarte da nação incipiente na Guerra de Independência dos Estados Unidos—provável com a conveniência de transformar a sua estandarte vermelha anterior britânica adicionando listras brancas—e usaria essa bandeira até 1777, quando seria a base para os projetos subsequentes de jure.[2][3]

O nome "Grande União" foi aplicado pela primeira vez às cores continentais por George Preble em sua história de 1872 da bandeira americana.[3]

A bandeira se parece muito à bandeira da Companhia Britânica das Índias Orientais e Sir Charles Fawcett argumentou em 1937 que a bandeira da companhia inspirou o design.[4] Ambas as bandeiras poderiam ter sido facilmente construídas pela adição de listras brancas em um Estandarte Vermelho britânico, uma das três bandeiras marítimas usadas na época em todo o Império britânico. No entanto, uma bandeira da Companhia das Índias Orientais poderia ter de nove a 13 listras, e não podia ser levada para fora do Oceano Índico.[5]

Em qualquer caso, tanto as listras quanto as estrelas têm precedentes na heráldica clássica. As tainhas eram comparativamente raros no início da heráldica moderna, mas um exemplo de tainhas que representam divisões territoriais anteriores à bandeira dos E.U.A são aqueles no brasão de Valais de 1618, onde sete tainhas representavam sete distritos.

AutoriaEditar

 
Betsy Ross e duas crianças apresentando a bandeira a George Washington

A primeira bandeira tem desenho atribuída a norte-americana Betsy Ross (1/1/1752 - 30/9/1836).[6][7]

Versões anterioresEditar

Nº de
estrelas
Bandeira Estados representados
pelas novas estrelas
Datas em vigor Tempo em
vigência
0   Nenhum 3 de dezembro de 177514 de junho de 1777 1 ano, 6 meses e 9 dias
13   Nova Hampshire, Massachusetts, Rhode Island, Connecticut, Nova Iorque, Nova Jérsei, Pensilvânia, Delaware, Maryland, Virgínia, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Geórgia 14 de junho de 17771 de maio de 1795 17 anos, 10 meses e 16 dias
15   Kentucky, Vermont 1 de maio de 17953 de julho de 1818 23 anos, 2 meses e 2 dias
20   Indiana, Luisiana, Mississipi, Ohio, Tennessee 4 de julho de 18183 de julho de 1819 1 ano
21   Illinois 4 de julho de 18193 de julho de 1820 1 ano
23   Alabama, Maine 4 de julho de 18203 de julho de 1822 2 anos
24   Missouri 4 de julho de 18223 de julho de 1836 14 anos
25   Arkansas 4 de julho de 18363 de julho de 1837 1 ano
26   Michigan 4 de julho de 18373 de julho de 1845 8 anos
27   Flórida 4 de julho de 18453 de julho de 1846 1 ano
28   Texas 4 de julho de 18463 de julho de 1847 1 ano
29   Iowa 4 de julho de 18473 de julho de 1848 1 ano
30   Wisconsin 4 de julho de 18483 de julho de 1851 3 anos
31   Califórnia 4 de julho de 18513 de julho de 1858 7 anos
32   Minnesota 4 de julho de 18583 de julho de 1859 1 ano
33   Oregon 4 de julho de 18593 de julho de 1861 2 anos
34   Kansas 4 de julho de 18613 de julho de 1863 2 anos
35   Virgínia Ocidental 4 de julho de 18633 de julho de 1865 2 anos
36   Nevada 4 de julho de 18653 de julho de 1867 2 anos
37   Nebraska 4 de julho de 18673 de julho de 1877 10 anos
38   Colorado 4 de julho de 18773 de julho de 1890 13 anos
43   Montana, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Washington 4 de julho de 18903 de julho de 1891 1 ano
44   Wyoming 4 de julho de 18913 de julho de 1896 5 anos
45   Utah 4 de julho de 18963 de julho de 1908 12 anos
46   Oklahoma 4 de julho de 19083 de julho de 1912 4 anos
48   Arizona, Novo México 4 de julho de 19123 de julho de 1959 47 anos
49   Alasca 4 de julho de 19593 de julho de 1960 1 ano
50   Havaí 4 de julho de 1960–atualidade 57 anos(2017)

Ver tambémEditar

Referências

  1. Duane Streufert. «A website dedicated to the Flag of the United States of America – The 50 Star Flag». USFlag.org. Consultado em 12 de setembro de 2013 
  2. a b Leepson, Marc (2004). Flag: An American Biography. [S.l.: s.n.] 
  3. a b Ansoff, Peter (2006). «The Flag on Prospect Hill» (PDF). Raven: A Journal of Vexillology. 13: 91–98 
  4. The Striped Flag of the East India Company, and its Connexion with the American "Stars and Stripes" em Flags of the World
  5. Companhia das Índias Orientais (Reino Unido) em Flags of the World
  6. Gene Langley, "The legend and truth of Betsy Ross" The Christian Science Monitor 94.141 (6/14/2002): 22.
  7. Lucinda Snyder Whitehurst, "Review of The Life and Times of Betsy Ross and The Life and Times of Nathan Hale," School Library Journal 53.7 (Jul 2007).

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.