Barreto Poeira

Barreto Poeira
Nome completo Domingos António Barreto Poeira
Nascimento 24 de abril de 1901
Vila Franca de Xira, Portugal Portugal
Nacionalidade português
Morte 30 de outubro de 1980 (79 anos)
Ocupação Actor

Domingos António Barreto Poeira (Vila Franca de Xira, 24 de abril de 1901Lisboa, 30 de outubro de 1980) foi um actor português.

BiografiaEditar

Barreto Poeira nasceu em 24 de abril de 1901 em Vila Franca de Xira (Distrito de Lisboa).[1][2][3]

Os seus primeiros passos na vida artística deram-se como amador dramático na sua terra natal.[2][3]

Em 1930 sobe ao palco em Vidas Íntimas.[4]

Em 1931, ainda como amador, é chamado pelo realizador Henrique Costa para participar num filme mudo A Portuguesa de Nápoles, substituindo Alves da Cunha. A partir de então, não mais deixou a carreira artística, centrada no cinema e no teatro.[2][3]

A sua vertente no cinema desenvolveu-se sobretudo na década de 1940, participando em filmes como Amor de Perdição (1943) e Frei Luís de Sousa (1950) de António Lopes Ribeiro ou Vendaval Maravilhoso (1949) de Leitão de Barros, sendo protagonista, por exemplo, de Um Homem do Ribatejo (1946) de Henrique Campos.[2][5][6]

A interpretação na película Um Homem às Direitas (1944) valeu no ano seguinte a Barreto Poeira o convite para protagonizar a co-produção luso-espanhola Cinco Lobitos, que em Portugal se chamou O Diabo são Elas.[2][3]

A nível teatral destacou-se no teatro televisivo na década de 1960, tempos áureos da televisão em directo, em peças como A Sapateira Prodigiosa onde contracenou ao lado de Amália Rodrigues.[2][3][5]

Barreto Poeira morreu em 30 de outubro de 1980, em Lisboa.[1][2][3]

Foi homenageado na toponímia da sua Vila Franca de Xira natal.[2][3]

TeatroEditar

  • Vidas Íntimas (1930)[4]
  • Ana Cristina (1947)[4]
  • Vidas Privadas (1947)[4]

FilmografiaEditar

CinemaEditar

Teatro televisivoEditar

Ano Filme Notas
1964 O Óleo [5]
1965 A Feiticeira [5]
1966 A Fronteira [5]
1966 As Novas Aventuras de Pasquale [5]
1966 Madre Alegria [5]
1967 Seca [5]
1967 O Sr. Aurélio [5]
1967 O Que Vale um Homem [5]
1967 A Casa de Simão Leonardo [5]
1968 Uma Nova Esperança [5]
1968 Grades Floridas [5]
1968 A Sapateira Prodigiosa [5]
1968 O Mensageiro [5]
1969 Casa da Penha [5]

Referências

  1. a b «Figura em destaque : Domingos António Barreto Poeira» (PDF). Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. 2013. p. 5,6. Arquivado do original (PDF) em 6 de novembro de 2013 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v «Barreto Poeira». Sapo Cinema. Consultado em 15 de março de 2015 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u «Barreto Poeira». CinePT - Cinema Português (Universidade da Beira Interior). Consultado em 16 de setembro de 2017 
  4. a b c d «Ficha de Pessoa : "Barreto Poeira"». Centro de Estudos de Teatro & Tiago Certal. 7 de Dezembro de 2005. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae Barreto Poeira (em inglês) no IMDb. Consultado em 16 de setembro de 2017
  6. «Um Homem do Ribatejo». Cinema Sapo. Consultado em 15 de março de 2015. Cópia arquivada em 15 de março de 2015 

Ligações externasEditar