Abrir menu principal

Belterra

Município brasileiro do estado do Pará
Disambig grey.svg Nota: ""Belterra"" redireciona para este artigo. Para Futebolista que se destacou como zagueiro por Tuna Luso, Remo e Paysandu, veja Belterra (futebolista).


Belterra
  Município do Brasil  
Hino
Apelido(s) "Princesa da Serra"
Gentílico belterrense[1]
Localização
Localização de Belterra no Pará
Localização de Belterra no Pará
Belterra está localizado em: Brasil
Belterra
Localização de Belterra no Brasil
Mapa de Belterra
Coordenadas 2° 38' 09" S 54° 56' 13" O
País Brasil
Unidade federativa Pará
Região metropolitana Santarém
Distância até a capital 1 294 km
História
Fundação 4 de maio de 1934
Administração
Prefeito(a) Jociclélio Castro Macedo (DEM, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 4 398,346 km²
População total (IBGE/2016[3]) 17 145 hab.
Densidade 3,9 hab./km²
Clima Equatorial
Altitude 152 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,588 baixo
PIB (IBGE/2014[5]) R$ 250 426,44 mil
PIB per capita (IBGE/2014[5]) R$ 14 797,12

Belterra é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se no norte brasileiro, a uma latitude 02º 38' 11" sul e longitude 54º 56' 14" oeste.

HistóriaEditar

Após o fracasso das plantações de seringa em Fordlândia, causada pelo tipo de terreno que não favoreceu o desenvolvimento dos seringais (que necessitam um terreno plano, com solo rico em minerais e material orgânico) e também a infestação por um tipo específico de praga até então desconhecida que acabou com a produção das plantações, Henry Ford teve que começar a buscar outro lugar para que seu projeto fosse continuado.

Várias expedições foram realizadas até encontrar-se um lugar que ficou conhecido como Bela Terra. Tal área é conhecida entre os cientistas pelo seu famoso solo fértil de 'Terra Preta', que deve ter sido um dos critérios para a escolha do local. Embora este tipo de solo ocorra em toda Amazônia, Belterra é particularmente rica em terra preta, as características de relevo também são adequadas para a plantação de seringas e fácil acesso através do rio para o escoamento da produção viabilizou o projeto. Bela Terra foi cedida pelo governo brasileiro à companhia Ford. Foram derrubados cerca de 2.500 acres da vegetação original do local para dar início ao processo de implantação do projeto de Ford.

Os primeiros operários foram contratados em 1934, e em 4 de maio do mesmo ano ocorreu a limpeza dos seringais, a construção de casas e o hospital. A arquitetura das construções foi inspirada no modelo americano, algumas delas permanecem até hoje intactas pois foram tombadas e agora são patrimônio histórico. Há relatos que a educação em Belterra era de excelente qualidade assim como no país onde Ford nasceu. Apesar de administrar a cidade, Henry Ford nunca veio realmente a Belterra, mesmo possuindo uma casa especialmente construída para ele. Ford tinha medo das doenças tropicais.

A produção e exportação de látex proveniente de Belterra era uma fonte de lucro, porém, com o surgimento da borracha sintética e o baixo custo da borracha no continente asiático, o cenário mudou. Os investimentos em Belterra perderam o sentido e a companhia Ford desistiu do seu projeto que estava planejado para durar um século. Belterra foi reapossada pelo governo brasileiro em 1945, fazendo parte do município de Santarém. Somente no dia 29 de dezembro de 1995, Belterra tornou-se um município, contando com uma prefeitura própria.

Organização da cidadeEditar

Como Belterra foi criada em função de uma empresa, seus empregados precisariam de um lugar para morar. Portanto a cidade foi dividida em:

  • Vila operária: era onde os operários moravam, é localizada na parte periférica da cidade e é caracterizada pelas casas pequenas.
  • Vila mensalista: era onde os empregados que recebiam salário a cada quinze dias moravam, nesta vila.
  • Vila americana: era onde os médicos e doutores moravam, a parte nobre da cidade. Localiza-se próximo as praças, essa vila possuía um clube frequentado pela classe nobre, onde aconteciam festas e bailes.

Com o estilo de vida americano de uma parte da população, havia na cidade um campo de golfe frequentado somente por americanos.

GeografiaEditar

Localiza-se no norte brasileiro, a uma latitude 02º 38' 11" sul e longitude 54º 56' 14" oeste.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1971 a menor temperatura registrada em Belterra foi de 12,3 °C em 16 de agosto de 1993,[6] e a maior atingiu 37,1 °C em 17 de outubro de 2009.[7] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 152 milímetros (mm) em 17 de janeiro de 2004.[8] Dezembro de 1985, com 753,9 mm, foi o mês de maior precipitação.[9]

Dados climatológicos para Belterra
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 35,2 34,3 33,6 33,5 33,6 34,3 34,1 35,6 36,2 37,1 36,9 35,4 37,1
Temperatura máxima média (°C) 30,4 29,7 29,7 29,7 29,9 30,1 30,4 31,3 32,1 32,5 32,1 31,3 30,8
Temperatura média compensada (°C) 25,5 25 25 25,2 25,2 25 24,9 25,5 26,2 26,6 26,5 26,1 25,6
Temperatura mínima média (°C) 21,3 21,1 21,3 21,5 21,3 20,8 20,3 20,6 21,3 21,6 21,7 21,6 21,2
Temperatura mínima recorde (°C) 15,1 14,7 15,1 15,6 15,1 13,6 14,1 12,3 14,3 16,8 15,1 16,3 12,3
Precipitação (mm) 204,3 250,9 321,5 293,3 270,6 132,1 99,3 45,9 27,2 48,8 80,2 111,6 1 885,7
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 14 17 19 19 20 15 11 6 4 4 5 7 141
Umidade relativa compensada (%) 87,6 89,4 90,4 91,1 91,2 90,3 88,9 86,8 83,9 82,2 82,4 83,9 87,3
Horas de sol 167 132,6 133,5 137,8 158,7 193,2 229 254,1 238,3 226,3 194,9 187,1 2 252,5
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[10] recordes de temperatura: 01/10/1971-presente)[6][7]

Referências

  1. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome belterra
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2016» (PDF). Censo Populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2016. Consultado em 27 de dezembro de 2016 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  5. a b «PIBMunicipal2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 27 de dezembro de 2016 
  6. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Belterra». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2018 
  7. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Belterra». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2018 
  8. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Belterra». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2018 
  9. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Belterra». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2018 
  10. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2018 
  • Este artigo foi produzido com base em uma pesquisa realizada por alunos do Instituto Federal do Pará Campus Santarém que visitaram Belterra. Tal pesquisa é parte de um trabalho acadêmico de Sociologia sendo elaborado por Ingrid Ribeiro, Aldo Kiuse, João Lucas e Kássia Pereira

Ligações externasEditar