Abrir menu principal

Robert ("Bob") Charles Bryan (Camarillo, 29 de abril de 1978) é um tenista profissional norte-americano.[1] Bryan nasceu dois minutos antes que seu irmão gêmeo Mike Bryan, com quem faz dupla de muito sucesso no tênis, uma das mais vencedoras da história. Em 2003 chegou ao topo em duplas se tornando número 1 do mundo.[2] Já conquistou mais de 100 títulos em duplas. É um dos tenistas que já ganhou todos os Grand Slam em duplas, com seu escudeiro e irmão Mike Bryan.

Tenista Bob Bryan
Bob Bryan at the 2009 Mutua Madrileña Madrid Open 01.jpg
Bob Bryan em 2009
País  Estados Unidos
Residência Wesley Chapel, EUA
Data de nascimento 29 de abril de 1978 (41 anos)
Local de nasc. Camarillo, EUA
Altura 1,93m
Peso 92 kg
Profissionalização 1998
Prize money US$ 13,916,321 Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 21–40
Títulos 0
Melhor ranking Nº 116 (13 de novembro de 2000)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália -
Roland Garros -
Wimbledon R64 (2001)
US Open R64 (1998)
Duplas
Vitórias-Derrotas 1086–347
Títulos 112
Melhor ranking 1 (8 de setembro de 2003)
Resultados de Grand Slam de Duplas
Open da Austrália V (2006,07,09,10,11,13)
Roland Garros V (2003,13)
Wimbledon V (2006,11,13)
US Open V (2005,08,10,12,14)
Torneios principais de duplas
Tour Finals V (2003, 04, 09, 14)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Duplas
Bronze Pequim 2008 Duplas
Jogos Pan-Americanos
Bronze Winnipeg 1999 Duplas
Última atualização em: 21 de setembro de 2015.

Índice

CarreiraEditar

A parceria de Bob e seu rmão Mike Bryan é considerada por diversos analistas esportivos, críticos de tênis e antigos tenistas como a melhor do tênis de todos os tempos.[3][4][5][6]

Possui uma Década Slam no tênis, que ocorre quando durante dez anos consecutivos o tenista ganha pelo menos um dos torneios do Grand Slam por temporada. Não precisa ser o mesmo torneio do Grand Slam, mas tem que ser obrigatoriamente durante dez anos consecutivos e só em simples, duplas ou duplas mistas. O Bob Bryan ganhou em duplas pelo ao menos um torneio do Grand Slam de 2005 a 2014.

Já conquistou 3 títulos ATP World Tour Finals em duplas.

Em 2014, ao conquistar o Masters de Xangai, Bob e seu irmão Mike Bryan foram a primeira parceria da história do tênis a completar o ‘Career Golden Masters’, que consiste em conquistar todos os títulos de Masters 1000 possíveis.[7] Ainda em 2014, ao conquistar o Masters de Paris, Bob e Mike Bryan também foram os primeiros tenistas, tanto de simples como em duplas, a vencerem seis títulos de Masters 1000 na mesma temporada.[8]

Disputou os Jogos Olímpicos de Atenas de 2004 e Pequim 2008, nesta última competição obteve a medalha de bronze. Mas nos Jogos Olímpicos de Londres de 2012, ele ganhou a medalha de ouro.[9]

Em Jogos Pan-Americanos ganhou a medalha de bronze em Winnipeg, em 1999.

Também representa os Estados Unidos na Copa Davis, tendo sido campeão em 2007.

Em simples, já disputou quatro vezes o U.S. Open, chegando no máximo a segunda rodada em 1998.

Grand Slam finaisEditar

Duplas: 27 (16–11)Editar

Posição Ano Campeonato Piso Parceiro Oponentes Placar
Campeão 2003 Roland Garros (1) Saibro   Mike Bryan   Paul Haarhuis
  Yevgeny Kafelnikov
7–6(7–3), 6–3
Vice 2003 US Open Duro   Mike Bryan   Jonas Björkman
  Todd Woodbridge
7–5, 0–6, 5–7
Vice 2004 Australian Open Duro   Mike Bryan   Michaël Llodra
  Fabrice Santoro
6–7(4–7), 3–6
Vice 2005 Australian Open Duro   Mike Bryan   Wayne Black
  Kevin Ullyett
4–6, 4–6
Vice 2005 Roland Garros Saibro   Mike Bryan   Jonas Björkman
  Max Mirnyi
6–2, 1–6, 4–6
Vice 2005 Wimbledon Grama   Mike Bryan   Stephen Huss
  Wesley Moodie
6–7(4–7), 3–6, 7–6(7–2), 3–6
Campeão 2005 US Open (1) Duro   Mike Bryan   Jonas Björkman
  Max Mirnyi
6–1, 6–4
Campeão 2006 Australian Open (1) Duro   Mike Bryan   Martin Damm
  Leander Paes
4–6, 6–3, 6–4
Vice 2006 Roland Garros Saibro   Mike Bryan   Jonas Björkman
  Max Mirnyi
7–6(7–5), 4–6, 5–7
Campeão 2006 Wimbledon (1) Grama   Mike Bryan   Fabrice Santoro
  Nenad Zimonjić
6–4, 4–6, 6–4, 6–2
Campeão 2007 Australian Open (2) Duro   Mike Bryan   Jonas Björkman
  Max Mirnyi
7–5, 7–5
Vice 2007 Wimbledon Grama   Mike Bryan   Arnaud Clément
  Michaël Llodra
7–6(7–5), 3–6, 4–6, 4–6
Campeão 2008 US Open (2) Duro   Mike Bryan   Lukáš Dlouhý
  Leander Paes
7–6(7–5), 7–6(12–10)
Campeão 2009 Australian Open (3) Duro   Mike Bryan   Mahesh Bhupathi
  Mark Knowles
2–6, 7–5, 6–0
Vice 2009 Wimbledon Grama   Mike Bryan   Daniel Nestor
  Nenad Zimonjić
6–7(7–9), 7–6(7–3), 6–7(5–7), 3–6
Campeão 2010 Australian Open (4) Duro   Mike Bryan   Daniel Nestor
  Nenad Zimonjić
6–3, 6–7(5–7), 6–3
Campeão 2010 US Open (3) Duro   Mike Bryan   Rohan Bopanna
  Aisam-ul-Haq Qureshi
7–6(7–5), 7–6(7–4)
Campeão 2011 Australian Open (5) Duro   Mike Bryan   Mahesh Bhupathi
  Leander Paes
6–3, 6–4
Campeão 2011 Wimbledon (2) Grama   Mike Bryan   Robert Lindstedt
  Horia Tecău
6–3, 6–4, 7–6(7–2)
Vice 2012 Australian Open Duro   Mike Bryan   Leander Paes
  Radek Štěpánek
6–7(1–7), 2–6
Vice 2012 Roland Garros Saibro   Mike Bryan   Max Mirnyi
  Daniel Nestor
6–4, 6–4
Campeão 2012 US Open (4) Duro   Mike Bryan   Leander Paes
  Radek Štěpánek
6–3, 6–4
Campeão 2013 Australian Open (6) Duro   Mike Bryan   Robin Haase
  Igor Sijsling
6–3, 6–4
Campeão 2013 French Open (2) Saibro   Mike Bryan   Michaël Llodra
  Nicolas Mahut
6–4, 4–6, 7–6(7–4)
Campeão 2013 Wimbledon (3) Grama   Mike Bryan   Ivan Dodig
  Marcelo Melo
3–6, 6–3, 6–4, 6–4
Vice 2014 Wimbledon Grama   Mike Bryan   Jack Sock
  Vasek Pospisil
6–7(5–7), 7–6(7–3), 4–6, 6–3, 5–7
Campeão 2014 US Open (5) Duro   Mike Bryan   Marcel Granollers
  Marc López
6–3, 6–4

Duplas Mistas: 9 (7–2)Editar

Posição Ano Campeonato Piso Parceira Oponentes Placar
Vice 2002 US Open Duro   Katarina Srebotnik   Lisa Raymond
  Mike Bryan
7–6(11–9), 7–6(7–1)
Campeão 2003 US Open Duro   Katarina Srebotnik   Lina Krasnoroutskaya
  Daniel Nestor
5–7, 7–5, [10–5]
Campeão 2004 US Open (2) Duro   Vera Zvonareva   Alicia Molik
  Todd Woodbridge
6–3, 6–4
Vice 2006 Wimbledon Grama   Venus Williams   Vera Zvonareva
  Andy Ram
6–3, 6–2
Campeão 2006 US Open (3) Duro   Martina Navratilova   Květa Peschke
  Martin Damm
6–2, 6–3
Campeão 2008 Roland Garros Saibro   Victoria Azarenka   Katarina Srebotnik
  Nenad Zimonjić
6–2, 7–6(7–4)
Campeão 2008 Wimbledon Grama   Samantha Stosur   Katarina Srebotnik
  Mike Bryan
7–5, 6–4
Campeão 2009 Roland Garris (2) Saibro   Liezel Huber   Vania King
  Marcelo Melo
5–7, 7–6(7–5), [10–7]
Campeão 2010 US Open (4) Duro   Liezel Huber   Květa Peschke
  Aisam-ul-Haq Qureshi
6–4, 6–4

Olimpíadas finaisEditar

Duplas: 2 (1 ouro, 1 bronze )Editar

Posição Ano Campeonato Piso Parceiro Oponentes Placar
Bronze 2008 Beijing Duro   Mike Bryan   Arnaud Clément
  Michaël Llodra
3–6, 6–3, 6–4
Ouro 2012 Londres Grama   Mike Bryan   Michaël Llodra
  Jo-Wilfried Tsonga
6–4, 7–6(7–2)


Ver TambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bob Bryan

Ligações ExternasEditar

Perfil na ATP (em inglês)

ReferênciasEditar

  1. «Bob Bryan | Overview | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  2. «Bob Bryan | Rankings History | ATP World Tour | Tennis». ATP World Tour (em inglês). Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  3. «Melhores da história, irmãos Bryan elogiam dupla brasuca da Copa Davis». sportv.com. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  4. «Número um do mundo nas duplas, Marcelo Melo resume temporada: "Histórica"». ZH 2014. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  5. «A "dura" vida dos melhores duplistas da história». Feedback Magazine. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  6. «Cinco fatos que mostram que o tênis é o Come Quieto do esporte brasileiro». Esporte Final. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  7. Ltda., Inner Editora. «Irmãos Bryan completam "Carreer Golden Masters" com primeiro título em Xangai». revistatenis.uol.com.br. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  8. TenisBrasil. «TenisBrasil - Irmãos Bryan levam o tetra na capital francesa». TenisBrasil, a cobertura completa do circuito do tênis está aqui. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  9. «Correção: Irmãos Bryan vencem e levam ouro no tênis - Olimpíadas Londres 2012 - Rede Record». Londres 2012. Consultado em 30 de janeiro de 2016