Abrir menu principal
Bruno Mineiro
Bruno Mineiro em 2014
Deputado estadual do Amapá
Período 1º de fevereiro de 2011
até 31 de janeiro de 2015
Secretário de Estado de Transportes do Amapá
Período 21 de dezembro de 2012
até 31 de março de 2014[1][2][3]
Dados pessoais
Nome completo Bruno Manoel Resende
Nascimento 27 de março de 1980 (39 anos)
Belém, Pará, Brasil
Nacionalidade brasileira
Partido PTdoB
Profissão engenheiro civil

Bruno Manoel Resende (Belém, Pará, 27 de março de 1980)[4] é um engenheiro civil e político brasileiro, filiado ao Partido Trabalhista do Brasil (PT do B).[5] Bruno Mineiro foi Secretário de Estado de Transportes do Amapá. Estudou em escola pública em Tartarugalzinho no interior do Amapá. Formou-se em Engenharia Civil pela Universidade FUMEC (Fundação Mineira de Educação e Cultura), em 2002. Seu pai, Altamir Rezende, foi prefeito de Tartarugalzinho.[6] Foi eleito em 2010 Deputado Estadual, pelo Partido Trabalhista do Brasil (PT do B), com 7.499 votos.[7] No final de 2012 assumiu o cargo de secretário estadual dos Transportes e, no seu retorno ao Parlamento foi convidado a ser candidato ao Governo do Estado do Amapá.

VidaEditar

Bruno Mineiro nasceu em Belém (Pará) e mudou-se com a sua família para o Estado do Amapá. Seus pais (Dona Narcisa e Altamir Rezende) vivem no Estado do Amapá há mais de 40 anos. Sempre residiram no interior do Estado, principalmente no município de Tartarugalzinho que fica aproximadamente a 230 Km [8] distante da capital Macapá. Nesse município Bruno Mineiro frequentou escolas públicas. Por motivos de estudos, morou em Belém (Pará) e depois em Belo Horizonte. Na capital mineira, formou-se em engenharia civil pela Universidade FUMEC. Em sua carreira atuou, principalmente, em obras públicas tais como, escolas pelo interior do estado do Amapá e estádios de futebol, a exemplo do Queirogão, no Laranjal do Jari. Elegeu-se deputado estadual em 2010 (sétimo mais votado) e o mais votado do seu partido (PT do B). Em dezembro de 2010 assumiu o cargo de Secretário Estadual dos Transportes retornando à Assembleia Legislativa do Amapá em abril de 2014. O seu pai Altamir Rezende, natural de Belo Horizonte é empresário, foi vereador na época em que o cargo não era remunerado e prefeito de Tartarugalzinho (1995-1999).[9]

CarreiraEditar

Governo do Estado do AmapáEditar

Em sua gestão na Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap) implantou a Central de Informação ao Passageiro (CIP) objetivando aumentar a qualidade do atendimento a população usuária do transporte terrestre e aquaviário do Amapá.[10] De acordo com o Governador Camilo Capiberibe, Bruno Mineiro realizou grandes mudanças em sua gestão no Setrap. A engenheira civil Laura Salime Hage de Souza assumiu a vaga do deputado estadual Bruno Mineiro (PT do B).[11]

Eleições de 2014Editar

Bruno Mineiro se licenciou, no dia 04 de junho de 2014, do mandato de deputado estadual, para se empenhar na sua candidatura a governador do Estado do Amapá. Na vaga foi empossado o suplente Jorge Salomão do Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Na convenção realizada em Macapá [12], a aliança formada por nove partidos (PR, PROS, PHS, PV, PRB, PSDC, PT do B, PEN e PTN) [13][14] reconheceu oficialmente a pré-candidatura do deputado estadual Bruno Mineiro (PT do B) para concorrer ao governo do Amapá nas eleições de 2014.[15] No evento a vereadora Aline Gurgel (PR) foi indicada para compor a vaga de vice-governadora.[16] Neste cenário, o candidato ao pleito aparece como um dos principais candidatos nas eleições ao governo do Estado do Amapá.[17]

Ficou na quarta colocação, com mais de 30 mil votos (7,87%), atrás de Waldez Góes (PDT), que foi eleito, Camilo Capiberibe (PSB) e Lucas Barreto (PSD).[18]

Referências

  1. «Governo estadual anuncia cinco mudanças no primeiro escalão». 19 de janeiro de 2012. Consultado em 26 de junho de 2014 
  2. «Deputados estaduais assumem secretarias no Governo do Estado». 20 de Dezembro de 2012. Consultado em 26 de junho de 2014 
  3. «No AP, deputados licenciados da AL anunciam retorno para 1º de abril». Portal G1. 25 de Março de 2014. Consultado em 27 de Junho de 2014 
  4. «Divulgação de Registro de Candidaturas». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 27 de Junho de 2014 
  5. «Relação de Filiados». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 26 de junho de 2014 
  6. «"Vamos colocar como prioridade a saúde, a educação, a segurança e o transporte"». Diário do Amapá. 23 de Junho de 2014. Consultado em 26 de junho de 2014 
  7. «Estatísticas de Resultados - Resultado da eleição». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 26 de junho de 2014 
  8. «Comarca de Tartarugalzinho». Consultado em 06 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. «Bruno se afasta da AL pra se dedicar à pré-campanha». 04 de junho de 2014. Consultado em 06 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  10. «Setrap implanta balcão de informações no Terminal Rodoviário». 26 de março de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  11. «Engenheira assume comando da Secretaria de Transportes». 04 de abril de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  12. «Cerca de três mil pessoas participam de convenção que confirma Bruno ao GEA». 28 de junho de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. «Promotor Moisés é apresentado oficialmente pelo PT do B como candidato ao Senado». 01 de julho de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  14. «Brasil decide apoiar candidatura de Bruno Mineiro». Diário do Amapá. 10 de Julho de 2014. Consultado em 15 de Julho de 2014 
  15. «No AP, Bruno Mineiro e Aline Gurgel confirmam candidatura ao governo». 27 de junho de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  16. «Amapá tem seis candidatos para disputar cargo de governador em 2014». 30 de junho de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  17. «Coalizão de sete partidos lança deputado Bruno Mineiro ao governo e vereadora Aline Gurgel à vice governadora». 28 de junho de 2014. Consultado em 01 de julho de 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  18. «Resultado da eleição no AP». Consultado em 10 de dezembro de 2015