Carlos Hermosillo

futebolista mexicano

Carlos Manuel Hermosillo Goytortúa (Cerro Azul, 24 de agosto de 1964) é um ex-futebolista mexicano que atuava como atacante.

Carlos Hermosillo
Carlos Hermosillo
Hermosillo em 2017.
Informações pessoais
Nome completo Carlos Manuel Hermosillo Goytortúa
Data de nasc. 24 de agosto de 1964 (56 anos)
Local de nasc. Cerro Azul, México
Nacionalidade mexicano
Altura 1,88 m
Apelido El Grandote de Cerro Azul
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes
1983–1989
1990
1990–1991
1992–1998
1998
1998–1999
1999–2000
2000
2001
América
Standard de Liège
Monterrey
Cruz Azul
Necaxa
Los Angeles Galaxy
América
Atlante
Chivas Guadalajara
Seleção nacional
1984–1997 México

CarreiraEditar

Em 18 anos como profissional, Hermosillo viveu sua melhor fase no Cruz Azul, clube que defendeu entre 1991 e 1998, tendo disputado 239 jogos e feito 168 gols. Teve ainda destacada passagem pelo América, onde atuou em 178 partidas e fez 81 gols. No final da carreira, vestiu também as camisas de Necaxa, Los Angeles Galaxy, Atlante e Chivas Guadalajara, onde se aposentou aos 36 anos.

A única experiência do atacante no futebol europeu foi no Standard de Liège (Bélgica), resumida a apenas 5 partidas e um gol, em 1990.

Seleção MexicanaEditar

El Grandote de Cerro Azul, como era apelidado, fez sua estreia pela Seleção Mexicana em outubro de 1984[1], num amistoso contra El Salvador, onde também fez o primeiro de seus 35 gols por El Tri. Esteve no elenco que disputou a Copa de 1986, porém não foi utilizado em nenhuma das 5 partidas pelo treinador Bora Milutinović.

Seguiu jogando pelo México até 1989, quando o Escândalo dos Cachirules rendeu uma pesada suspensão de 2 anos a todas as seleções (principal e de base). Com o final da punição, Hermosillo atuou na Copa Ouro da CONCACAF de 1991, onde o México ficou em terceiro lugar, e na Copa de 1994, atuou em 2 partidas (Irlanda e Itália).

As últimas competições internacionais disputadas por Hermosillo foram a Copa Rei Fahd de 1995 e a Copa América do mesmo ano. Seu 90º e último jogo por El Tri foi contra a Jamaica, pelas eliminatórias da Copa de 1998, a qual não foi convocado.

TítulosEditar

América-MEX
Cruz Azul
Los Angeles Galaxy
Necaxa

IndividuaisEditar

Referências