Cecilia Malan

jornalista brasileira
(Redirecionado de Cecília Malan)

Cecília Malan (Rio de Janeiro, 16 de abril de 1983) é uma jornalista, que atua principalmente nas áreas de notícias internacionais e de cultura. É atualmente correspondente da Rede Globo em Londres, onde trabalha desde 2005.

Cecília Malan
Nome completo Cecília Malan
Nascimento 16 de abril de 1983 (41 anos)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade brasileira
Ocupação jornalista, correspondente
Outros nomes Cissa
Educação Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Progenitores Pai: Pedro Malan
Atividade 2005–presente
Trabalhos notáveis Correspondente da Globo em Londres
(2011-atualmente)

Parentesco editar

Cecília é filha do ex-ministro da Fazenda Pedro Malan.

Formação editar

Formou-se em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Carreira editar

Cecília passou por Nova Iorque, Washington, D.C., Brasília e Paris, antes de voltar a morar no Rio de Janeiro em 2002, cidade onde nasceu, para cursar jornalismo na PUC.[1]

Começou a vida profissional em 2005, como estagiaria do Bom Dia Brasil. Foi trainee e depois editora internacional.[2] Participou de coberturas históricas como a morte do papa João Paulo II; o furacão Katrina; a libertação da refém Ingrid Betancourt; a campanha, eleição e posse de Barack Obama; a crise global de 2008 e a morte de Michael Jackson. Além do factual, também produziu e editou reportagens especiais, como a série "Brasil de Fé”.

Em 2011, foi enviada ao escritório da Globo em Londres para atuar como produtora e logo passou a dividir as reportagens da emissora, geradas da capital britânica, com os repórteres Ana Carolina Abar e Marcos Losekann.[1][2]

De lá pra cá, participou de alguns dos acontecimentos mais marcantes da década: as vidas transformadas pela pandemia de Covid; a interminável saga do Brexit; os ataques terroristas no Reino Unido, na França e na Espanha; bebês, casamentos e enterros reais; os encantos e desafios da vida inglesa.[3]

Cecília também conduziu entrevistas com diversas personalidades internacionais: David Beckham, Brad Pitt, os integrantes da banda One Direction, a cantora Adele, o violoncelista Sheku Kanneh-Mason, o chef-celebridade Jamie Oliver, o ex-detento de Guantánamo Moazzam Begg e o ex-primeiro-ministro britânico David Cameron.[4]

Em 9 de janeiro de 2015, foram feitos diversos comentários nas redes sociais relacionados a sua cobertura dos atentados terroristas acontecidos em Paris.[5] Ao ouvir disparos de armas de fogo, Cecília demonstrou nitidamente estar com medo.[6] A jornalista afirmou nunca ter ouvido tiros anteriormente, em tentativa de justificar seu desempenho.[6] Cecília tornou-se rapidamente um dos dez assuntos mais comentados do Twitter no Brasil, dividindo a opinião pública no microblog: enquanto uns acharam "autêntica sua espontaneidade" por ter "provado que é humana", outros a tomaram como "nervosa", "despreparada" e "anti-profissional".[5][7] No mesmo dia, Cecília teve destaque no Jornal Nacional[8], quando foi entrevistada para comentar o assunto.[6][7]

Cecilia foi casada de 2013 a 2020. A filha, Olimpia, nasceu em julho de 2019.

Referências

  1. a b «Cecília Malan é destaque no "JN" e diz que sentiu pavor ao cobrir tiroteio». Uol. 9 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de fevereiro de 2015 
  2. a b «Cecília Malan». Portal dos Jornalistas. Consultado em 3 de fevereiro de 2015 
  3. «Equipe: Cecília Malan». G1. Consultado em 3 de fevereiro de 2015 
  4. «Os bastidores com David Cameron». GloboNews. 15 de março de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2015 
  5. a b Aaron Racanicchi (9 de janeiro de 2015). «Jornalista fica abalada durante cobertura ao vivo no "Jornal Hoje" e se torna um dos assuntos mais comentados». TV Foco. Consultado em 3 de fevereiro de 2015 
  6. a b c «Cecília Malan, repórter da Globo, se assusta com tiroteio na França e vira assunto na web». Portal Imprensa. 9 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de fevereiro de 2015 
  7. a b «Cecília Malan toma susto ao vivo com tiros na França e vira tema de discussão no Twitter». Folha de S. Paulo. 9 de janeiro de 2015. Consultado em 3 de fevereiro de 2015 
  8. Famosidades. «Cecília Malan revela problema de saúde em jornal» (em inglês). Consultado em 21 de março de 2019 

Ligações externas editar