Abrir menu principal

Wikipédia β

Conde Dooku

(Redirecionado de Count Dooku)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde abril de 2017). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Conde Dooku (em português: Conde Dookan), também conhecido como Darth Tyranus, é um vilão da saga Star Wars. Aparece nos Episódios II e III, interpretado por Christopher Lee. No Brasil, Dooku teve seu nome alterado para Dookan a fim de evitar trocadilhos, mas nos restantes países lusófonos foi mantido o nome original. Primeiro sua posição foi mestre Jedi, depois virou um mestre Sith e lider da confederação dos sistemas independentes (CIS).

Conde Dooku
Personagem fictícia de Star Wars
Comte Dooku.JPG
Christopher Lee interpretou Conde Dooku
Nascimento 102 anos antes da Batalha de Yavin,Serenno
Morte 19 anos antes da Batalha de Yavin, a bordo da Mão Invisível sobre Coruscant
Origem Serenno
Espécie Humano
Cabelo Castanho escuro, mais tarde Branco
Olhos Castanhos
Afiliações Ordem Jedi, Ordem dos Lordes Sith, Confederação de Sistemas Independentes
Armas Sabre de Luz Vermelho, antigamente azul ou roxo
Interpretado por Christopher Lee (1922-2015)
Veículos Mão Invisível
Espécie Humano
Afiliações Ordem Jedi, Ordem dos Lordes Sith, Confederação de Sistemas Independentes

Índice

HistóriaEditar

No passado ele foi um grande mestre Jedi e o mestre de Qui-Gon Jinn. O próprio Dookan foi treinado pelo Mestre Yoda como seu aprendiz Padawan. Lutou em muitas batalhas antes dos filmes, como na luta contra os Mandalorians, onde conhece Jango Fett, que futuramente seria contratado pela Confederação de Sistemas Independentes. No entanto, seus pontos de vista políticos radicais o levaram a aderir aos Sith e ao Lado Negro da Força. Ele se torna aprendiz de Darth Sidious (que era na realidade o Chanceler Palpatine) e adota o nome de Darth Tyranus. Mais tarde, Dooku torna-se um dos líderes da Confederação de Sistemas Independentes, que quer se livrar do jugo da República Galáctica.

Dooku treinou o General Separatista Grievous nas artes com sabre de luz, mas não nas habilidades da Força, pois Grievous não era forte com ele, além de ser um dróide ciborgue. Treinou também Asajj Ventress, que só serviu de isca para o jovem Anakin Skywalker, para que este sucumbisse ao Lado Sombrio.

MorteEditar

Em A Vingança de Sith, Dooku é assassinado por Anakin Skywalker, que toma seu lugar como o novo aprendiz de Darth Sidious, Darth Vader.

SepulturaEditar

Dooku foi selpultado no Kripta dos Jedis e Siths ,o tumulo dele está no lado dos siths. Ao lado de Dooku está o tumulo do Imperador Palpatine.

CuriosidadesEditar

Como Darth Maul antes dele e o General Grievous depois dele, o personagem Conde Dooku foi criado por George Lucas com o intuito de explorar uma característica do maior aprendiz do Imperador Palpatine/Darth Sidious, Darth Vader. Darth Maul foi um arauto da vontade de Sidious, enviado para manter o controle dos outros servos, um zumbi sem vontade própria. Dooku foi um intimidante Jedi caído com uma presença de comando que se tornou um Sith, e Grievous foi um estrategista militar, um mero peão no tabuleiro de Conde Dooku.

O ator que intepretou Grand Moff Tarkin em A Nova Esperança ,foi o falecido ator britânico Peter Cushing ,um grande amigo de Christopher Lee. Muitas téorias que Lee entrou em Star Wars por causa de Cushing.