Abrir menu principal
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Criolo
Informação geral
Nome completo Kleber Cavalcante Gomes
Também conhecido(a) como Criolo Doido
Nascimento 5 de setembro de 1975 (44 anos)
Local de nascimento São Paulo, SP
Nacionalidade Brasileiro
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Período em atividade 2004–presente
Gravadora(s) SkyBlue Music (2006–10)
Oloko Records (2010–presente)
Afiliação(ões)
Página oficial Site oficial

Kleber Cavalcante Gomes (São Paulo, 5 de setembro de 1975), mais conhecido sob o nome artístico de Criolo ou, anteriormente, Criolo Doido, é um cantor, rapper, compositor, professor e ator brasileiro, indicado ao Grammy Latino de 2019[1][2].

CarreiraEditar

 
Criolo durante show em 2011.

Criolo começou a participar de disputas de rap em 1989, sendo que em 2004 começou a publicar gravações caseiras de suas músicas em sua página no Myspace.[3] Em 2006, lançou seu primeiro álbum de estúdio, intitulado Ainda Há Tempo[4] e fundou a Rinha dos MC's existente até hoje.[5] Ela abriga batalhas de freestyle, shows semanais, exposições de graffitti e fotografias. No ano seguinte, fez participação no Som Brasil Especial em homenagem a Vinícius de Moraes; e foi indicado ao Prêmio Hutúz em duas categorias: "Grupo ou Artista Solo" (que perdeu para GOG) e "Revelação" (vencido por U-Time).[6] Em 2008, recebeu o prêmio "Música do Ano" e "Personalidade do Ano" na quarta edição do evento O Rap É Compromisso.

No ano seguinte, acabou sendo indicado novamente ao Prêmio Hutúz na categoria "Revelações da Década", mas não saiu vencedor.[7] Participou dos filmes Profissão MC, de Alessandro Buzo e Tony Nogueira; e Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha, de Ney Matogrosso. Em 2009 gravou um DVD ao vivo, que foi colocado à venda em 2010, chamado Criolo Doido Live in SP.[4] No fim do ano, Criolo lançou os singles "Grajauex" e "Subirusdoistiozin", gravadas em estúdio, com produção de Marcelo Cabral e Daniel Ganjaman. e com instrumentos como guitarra, baixo, piano e trompete, dando indícios de uma pequena modificação de seu estilo.[8][9]

Ambas as faixas foram anunciadas como presentes no seu próximo álbum, através do show de lançamento realizado na Matilha Cultural.[10] Poucos dias depois, o videoclipe de "Subirusdoistiozin" foi divulgado na internet, com mais de 6 minutos de duração.[11] Em 2011 lançou seu segundo disco, Nó na Orelha, gratuitamente através da internet e mudou seu nome artístico para apenas "Criolo".[12][13] No disco, o cantor diversificou os ritmos de rap com vários outros, como a samba-rock, afrobeat e reggae fusion.[14][15] Este disco teve excelente recepção pela crítica (inclusive estrangeira),[16][17] levando Criolo a participar do Altas Horas na Rede Globo[18] e estar no topo dos trending topics do Twitter.[19] Com o disco, Criolo foi um dos campeões de indicações ao Video Music Brasil 2011 da MTV, sendo indicado nas categorias Videoclipe do Ano, com "Subirusdoistiozin", Artista do Ano, Álbum do Ano, com Nó na Orelha (venceu), Música do Ano com "Não Existe Amor em SP" (venceu), e como Banda ou Artista Revelação (venceu).[20] Ele também foi o primeiro confirmado a se apresentar ao vivo durante a premiação, onde cantou a canção "Não Existe Amor em SP" ao lado de Caetano Veloso.[21][22]

No dia 29 de Outubro de 2014, o rapper lançou a primeira single do seu próximo álbum: Convoque Seu Buda.[23] Em 2016, Criolo relança seu álbum de estreia, Ainda Há Tempo.[24] Em abril de 2017, Criolo lançou a Revista Criolo como encarte de seu primeiro disco dedicado ao samba. Com dez canções inéditas, nove autorais, “Espiral de Ilusão” foi lançado nos formatos CD/vinil/digital, com ilustração de Elifas Andreato na capa[25]. A turnê homônima passou por Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e diversas capitais do país. O projeto rendeu a Criolo o prêmio como melhor cantor de samba no Prêmio da Música Brasileira de 2018[26].

Em 2018, Criolo se juntou a Mano Brown[27] para uma turnê que passou por Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, com um repertório que reunia o melhor da carreira de cada um. A dupla também lançou uma coleção de moda comemorativa pela marca ÖUS na mesma época[28].

Em 1o de outubro de 2018, o cantor lançou uma música inédita, “Boca de Lobo”, junto com um clipe cinematográfico que trouxe uma retrospectiva do ano e também uma reflexão politica sobre os acontecimentos mais recentes no Brasil[29]. Dirigido por Denis Cisma e Pedro Inoue, com produção executiva de Beatriz Berjeaut e Kler Correa[30], o clipe foi indicado ao Grammy Latino 2019 como melhor vídeo em versão curta na categoria geral[31].

Em 14 de fevereiro de 2019, Criolo lança a música autoral “Etérea” acompanhada de um clipe protagonizado por performers de coletivos LGBTQIA+ brasileiros[32][33][34]: ÁKIRA AVALANX (Coletivo House of Avalanx) D’AVILLA (PopPorn/Festa Dando) FEFA (Animalia) FLIP (Coletivo Amem) JUJU ZL (Batekoo) KIARA (Batekoo) TRANSÄLIEN (Marsha Trans e Coletividade Namíbia) ZAILA (House of Zion)[35][36]. Com direção de Gil Inoue e Gabriel Dietrich, o clipe, disponível no canal do YouTube do Criolo, também conta com um making of com depoimentos de cada participante[37]. A direção criativa do projeto é de Tino Monetti, também diretor de comunicação de Criolo, e Pedro Inoue, também diretor de "Boca de Lobo". A faixa foi indicada ao Grammy Latino 2019 na categoria Melhor Canção em Português[38].

DiscografiaEditar

 Ver artigo principal: Discografia de Criolo
Álbuns de estúdio
Singles[40]

FilmografiaEditar

Cinema
Ano Título Personagem Notas
2009 Profissão MC Ele mesmo Documentário
2012 Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha Junior
2014 Rio Encantado[41] Ele mesmo Documentário
2015 Tudo que Aprendemos Juntos Clayton
2015 Jonas Dandão
2018 Chacrinha: O Velho Guerreiro Calouro
2019 O Juízo[42] Couraça

TurnêsEditar

PrêmiosEditar

MTV Video Music BrasilEditar

Ano Categoria Indicação Resultado
2011 Videoclipe do Ano Subirusdoistiozin Indicado
Artista do Ano Criolo Indicado
Álbum do Ano Nó na Orelha Venceu
Música do Ano Não Existe Amor em SP Venceu
Artista Revelação Criolo Venceu
2012 Videoclipe do Ano Mariô Indicado
Artista Masculino Criolo Venceu

Prêmio MultishowEditar

Ano Categoria Indicação Resultado
2011 Prêmio Experimente Criolo Venceu
2012 Clipe do Ano Mariô Indicado
2014 Melhor Clipe Duas de Cinco + Cóccix-ência Indicado
2015 Música Compartilhada Convoque seu Buda Indicado
Nova Canção Cartão de Visita (com Tulipa Ruiz) Indicado

Prêmio Contigo! MPB FMEditar

Ano Categoria Indicação Resultado
2012 Melhor Álbum de Pop/Rock Nó na Orelha Venceu
Melhor Cantor Criolo Indicado
Melhor Música Não Existe Amor em SP Indicado

Grammy LatinoEditar

Ano Categoria Indicação Resultado
2019 Melhor Vídeo Musical Curto Boca De Lobo Indicado
Melhor Canção em Português Etérea Indicado

Referências

  1. «20a Entrega Anual del Latin GRAMMY». Latin GRAMMYs (em inglês). Consultado em 26 de setembro de 2019 
  2. «Anitta, Tiago Iorc, Criolo e Nego do Borel disputam Grammy Latino; veja os brasileiros indicados». O Globo. 24 de setembro de 2019. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  3. «CRIOLO rap /samba / rock / bossa em Música do MySpace – Transmissão gratuita de MP3s, Fotos & Vídeos». myspace.com. Consultado em 29 de Maio de 2010 
  4. a b «+Perfil . Criolo Doido . Filósofo do Submundo-+SOMA . SUA DOSE DIÁRIA DE CULTURA INDEPENDENTE». www.maissoma.com. Consultado em 29 de maio de 2010. Arquivado do original em 19 de dezembro de 2009 
  5. «SESC SANTOS 16/ABRIL em Música do MySpace – Transmissão gratuita de MP3s, Fotos & Vídeos». myspace.com. Consultado em 29 de maio de 2010 
  6. «EGO - NOTÍCIAS - Confira os indicados ao prêmio Hutúz 2007». ego.globo.com. Consultado em 29 de Maio de 2010 
  7. «.:. HUTÚZ 10 ANOS .:.». www.hutuz.com.br. Consultado em 29 de Maio de 2010. Arquivado do original em 27 de setembro de 2013 
  8. «Criolo Doido: Subirusdoistiozin / Grajauex». Só Pedrada Musical. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  9. «Escute Grajauex, novo single de Criolo Doido». Mais Soma. Consultado em 8 de setembro de 2011. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2011 
  10. «Criolo Doido lança single na Matilha Cultural». Folha de S. Paulo. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  11. «Criolo Doido: Subirusdoistiozin Clipe». Love Rap. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  12. «Criolo lança seu novo álbum, Nó na Orelha». Rapevolusom. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  13. «Nó na Orelha, novo álbum do Criolo, é disponibilizado grátis na web». MTV Brasil. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  14. «Depois de 20 anos no rap, Criolo lança primeiro álbum de canções». Folha de S. Paulo. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  15. «Criolo libera novo disco Nó Na Orelha para download». Portal R7. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  16. «Resenha: Nó na orelha - Criolo». Per Raps. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  17. «Review: Criolo - Nó na Orelha 2011». Sound Sand Colors. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  18. «Criolo se apresenta no Altas Horas pela primeira vez». Altas Horas, Globo. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  19. «Criolo - Trending Topics do Twitter brasileiro». TTbr.info. Consultado em 8 de setembro de 2011 
  20. «Conheça agora os indicados ao VMB 2011». MTV Brasil. Consultado em 6 de setembro de 2011. Arquivado do original em 26 de setembro de 2011 
  21. «Criolo e Caetano Veloso fazem dueto no VMB 2011». MTV Brasil. Consultado em 6 de setembro de 2011. Arquivado do original em 18 de março de 2012 
  22. «Com Criolo e Emicida, hip hop domina premiação do VMB 2011». MTV Brasil. Consultado em 25 de outubro de 2011. Arquivado do original em 24 de outubro de 2011 
  23. Ruan de Almeida (29 de outubro de 2014). «Criolo convoca seu Buda em sua nova canção!». RockinPress. Consultado em 29 de outubro de 2014 
  24. «Criolo lança nova versão de 'Ainda há Tempo'; ouça o disco». Consultado em 10 de setembro de 2016 
  25. «Criolo lança 'Espiral de ilusão', disco que reúne dez sambas inéditos». O Globo. 27 de abril de 2017. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  26. «Veja a lista de vencedores do 29º Prêmio da Música Brasileira». G1. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  27. «Criolo e Mano Brown falam sobre racismo, ambição, Ferraris e Bolsonaro». O Globo. 11 de junho de 2018. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  28. «ÖUS homenageia Mano Brown e Criolo em coleção-cápsula». GQ. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  29. «Criolo lança 'Boca de Lobo': 12 referências do clipe que expõe caos social e político do Brasil». HuffPost Brasil. 2 de outubro de 2018. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  30. «Criolo». Criolo. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  31. «Breaking Down All Of Alejandro Sanz's 2019 Latin Grammy Nominations». Billboard. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  32. «Criolo Honours LGBTQ Community with Latest Song 'Etérea'». Sounds and Colours (em inglês). 11 de março de 2019. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  33. Pinheiro, Pedro Henrique (21 de fevereiro de 2019). «"A ideia é propagar o amor": conversamos com Criolo sobre o novo single, "Etérea"». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  34. «Criolo surpreende com 'Etérea', música que contesta padrões musicais e sexuais; G1 Ouviu». G1. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  35. «Criolo». Criolo. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  36. «Conversamos com Criolo sobre 'Etérea', seu novo clipe». Red Bull. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  37. «Criolo aposta na representatividade no clipe "Etérea": "O medo não pode vencer a liberdade"». GQ. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  38. «20a Entrega Anual del Latin GRAMMY». Latin GRAMMYs (em inglês). Consultado em 26 de setembro de 2019 
  39. «Espiral de Ilusão». iTunes. Consultado em 24 de setembro de 2017 
  40. «Criolo». Criolo. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  41. «(Rio Encantado, 2014)». CinePlayers. Consultado em 24 de setembro de 2017 
  42. O Juízo, consultado em 26 de setembro de 2019 
  43. «Criolo encerra turnê de "Nó na Orelha" em show no Sesc Interlagos». Catraca Livre. 9 de outubro de 2012. Consultado em 10 de outubro de 2012. Arquivado do original em 4 de junho de 2016 
  44. «Lançando novo disco, Criolo promove turnê europeia com show em Londres». Eleven Culture. 9 de outubro de 2012. Consultado em 10 de outubro de 2012 
  45. «Criolo leva a turnê 'Ainda Há Tempo' ao Circo Voador». IG. 9 de outubro de 2012. Consultado em 10 de outubro de 2012 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Criolo (cantor)