Custódio Alvim Pereira

Custódio Alvim Pereira (São João do Monte, 6 de fevereiro de 1915Roma, 12 de novembro de 2006) foi um arcebispo da Igreja Católica português. Foi o último de sua nacionalidade arcebispo de Lourenço Marques.

Custódio Alvim Pereira
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Lourenço Marques
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Lourenço Marques
Nomeação 3 de agosto de 1962
Predecessor Teodósio Clemente de Gouveia
Sucessor Alexandre José Maria dos Santos
Mandato 3 de agosto de 196226 de agosto de 1974
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 18 de dezembro de 1937
Roma
Nomeação episcopal 20 de dezembro de 1958
Ordenação episcopal 8 de março de 1959
por Dom Teodósio Clemente Cardeal de Gouveia
Nomeado arcebispo 3 de agosto de 1962
Brasão arquiepiscopal
External Ornaments of a Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento São João do Monte
6 de fevereiro de 1915
Morte Roma
12 de novembro de 2006 (91 anos)
Nacionalidade português
Funções exercidas - Bispo-auxiliar de Lourenço Marques (1958-1962)
Títulos anteriores - Bispo-titular de Nepte (1958-1962)
Sepultado Campo di Verano
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

BiografiaEditar

Custódio Alvim Pereira nasceu em São João do Monte, em Tondela, em território da diocese de Viseu, em 6 de fevereiro de 1915.

Concluiu os estudos para o sacerdócio no Pontifício Colégio Português e formou-se em ciências bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico e em direito canônico na Pontifícia Universidade Lateranense.[1]

Vida religiosaEditar

Foi ordenado padre aos 22 anos, em 18 de dezembro de 1937. Pouco depois, em 1946, foi nomeado vice-reitor do Pontifício Colégio Português e em 1954, seu reitor.[1]

Em 20 de dezembro de 1958, o Papa João XXIII o nomeou bispo-auxiliar de Lourenço Marques e bispo-titular de Nepte. Em 8 de março de 1959, recebeu a ordenação episcopal pelo cardeal Dom Teodósio Clemente de Gouveia, arcebispo metropolitano de Lourenço Marques, tendo como co-sagrantes o bispo de Nampula, Dom Manuel de Medeiros Guerreiro e o Bispo de Beira, Sebastião Soares de Resende.[2]

Com a morte do cardeal de Gouveia, ocorrido em 6 de fevereiro de 1962 no palácio arquiepiscopal de São Vicente, tornou-se vigário capitular e, em 3 de agosto seguinte, o Papa João XXIII o nomeou arcebispo metropolitano de Lourenço Marques.[3] Entre 1967 e 1969, ele também foi presidente da Conferência Episcopal de Moçambique. Ele participou de todas as sessões do Concílio Vaticano II. Nos anos do processo de descolonização das colônias portuguesas na África, entre meados dos anos sessenta e setenta do século passado, colocou-se claramente em posições de defesa da política do governo português.[4]

Em 26 de agosto de 1974, resignou-se da arquidiocese a pedido do Papa Paulo VI, tornando-se arcebispo emérito, quando foi forçado a deixar a cidade devido à Revolução Comunista de 1975.[1] Foi substituído pelo primeiro bispo africano da capital, entretanto renomeado com o nome de Maputo, o franciscano Alexandre José Maria dos Santos, mais tarde cardeal.[2]

Chamado de volta a Roma, tornou-se parte do capítulo da Basílica de São Pedro no Vaticano como cônego, onde permaneceu até sua morte, tornando-se decano e vice-presidente.[1]

Ele residiu pelo resto de sua vida, como capelão, na Casa Madonna di Fatima, aos cuidados da Congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição, onde morreu num domingo, 12 de novembro de 2006, aos 91 anos.[1][5] O funeral foi realizado no dia 14 de novembro no altar da Cátedra da Basílica de São Pedro, no Vaticano, e foi presidido pelo cardeal Angelo Comastri. No final do ritual, o corpo foi enterrado no sacelo do Pontifício Colégio Português no cemitério Campo di Verano.[1]

Referências

  1. a b c d e f «Memorial de Dom Custódio Alvim Pereira» (em inglês) 
  2. a b Catholic Hierarchy
  3. «AAS-54 1962» (PDF) (em latim). pág. 735 
  4. Aniceto Afonso; Carlos de Matos Gomes (2010). Os Anos da Guerra Colonial. 1961-1975. Porto: Quidnovi. p. 559-563. ISBN 9896282137 
  5. «Faleceu D. Custódio Alvim Pereira». Agência Ecclesia, em 12 de novembro de 2006 

Ligações externasEditar

Precedido por
Edmund Joseph Reilly
 
Bispo-titular de Nepte

19581962
Sucedido por
Igino Eugenio Cardinale
Precedido por
Teodósio Clemente de Gouveia
 
Arcebispo de Lourenço Marques

19621974
Sucedido por
Alexandre José Maria dos Santos