Como ler uma infocaixa de taxonomiaCyatheaceae
Ocorrência: Jurássico superior - actualidade
Cyathea medullaris
Cyathea medullaris
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Monilophyta
Classe: Pteridopsida
Ordem: Cyatheales
Família: Cyatheaceae
Kaulfuss, 1827
Géneros
Alsophila

Cythea Gymnosphaera Sphaeropteris

Sinónimos
  • Alsophilaceae Presl, 1847

Cyatheaceae é uma família de plantas vasculares que inclui as mais altas samambaias arbóreas conhecidas, podendo atingir alturas de até 20 metros. Trata-se também de plantas muito antigas, aparecendo no registo fóssil no final do período Jurássico, apesar dos géneros modernos terem, provavelmente, evoluído no período Terciário. Pertence a classe Polypodiopsida e à ordem Cyatheales.

MorfologiaEditar

Todos os representantes desta família possuem escamas, o que os ajuda a diferenciar dos membros de uma outra família de samambaias arbóreas, a família Dicksoniaceae, que possui pêlos. As suas frondes são também muito grandes, das maiores do reino vegetal. Algumas espécies possuem frondes que atingem 3-4 metros e uma largura de copa de cerca de 6 metros. Os soros (aglomerações de esporos) desenvolvem-se afastados das margens das pínulas (pequenas "folhas" da fronde), e são alongados ou arredondados.

Além disso, possuem dictiostelos policíclicos, pneumatódios descontínuos em duas linhas, nervuras simples ou bifurcadas e soros superficiais terminais. Seus esporos podem ser tetraédricos e ornamentados de diversas maneiras, e o gametófito geralmente é verde. A maioria dos membros das Cyatheaceae é terrestre, com algumas exceções à regra, como o caso de algumas espécies epífitas ou trepadoras.[1]

Relações FilogenéticasEditar

A família Cyatheaceae foi descrita pela primeira em 1827 por Kaulf., Wesen Farrenkr. Posteriormente, muitos estudos foram feitos discutindo a organização dos gêneros. Em 2006, Smith et al. descreveu novamente a família, dessa vez adotando 6 gêneros:  Sphaeropteris, Alsophila, Nephelea, Trichipteris, Cyathea e Cnemidaria. A classificação mais aceita atualmente foi feita em 2011, em uma revisão bibliográfica de licófitas, pelo autor Christenhusz et al. Nessa classificação são considerados 4 gêneros: Alsophila, Cyathea, Gymnosphaera, Sphaeropteris.

Cyatheaceae é uma família que forma um grupo monofilético. Este grupo, juntamente a Dicksoniaceae, Metaxyaceae e Cibotiaceae formam o chamado  “core tree ferns”, que pode ser traduzido como a principal árvore das samambaias. Estudos de Korall indicaram que Hymenophyllopsis, anteriormente pertencente à família Hymenophyllopsidaceae, agrupou com Cyathea, um gênero da família Cyatheaceae, formando um clado bem suportado. Uma característica muito similar entre Hymenophyllopsis e Cyatheaceae é a presença de escamas verdadeiras no rizoma e na base do pecíolo.[2]

Domínios e estados de ocorrência no BrasilEditar

A família Cyatheaceae pode ser encontrada em todos os estados brasileiros, com exceção do Maranhão e do Rio Grande do Norte.  Está presente no Cerrado, na Mata atlântica, na Amazônia e no Pampa. Também pode ser encontrada em ilhas oceânicas como Trindade.

O mapa da distribuição pode ser encontrado aqui

ReferênciasEditar

  • Braggins, John E. and Large, Mark F. Tree Ferns. Timber Press (2004). ISBN 0-88192-630-2
  • Caluff, M. G. 2002. ×Cyathidaria, a new nothogenus in the Cyatheaceae (Pteridophyta). Willdenowia 32: 281-283. ISSN 0511-9618
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cyatheaceae
  Este artigo sobre fetos, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Smith, Alan R.; Pryer, Kathleen M.; Schuettpelz, Eric; Korall, Petra; Schneider, Harald; Wolf, Paul G. (2006-08). «A classification for extant ferns». TAXON. 55 (3): 705–731. ISSN 0040-0262. doi:10.2307/25065646  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. Smith, Alan R.; Pryer, Kathleen M.; Schuettpelz, Eric; Korall, Petra; Schneider, Harald; Wolf, Paul G. (2006-08). «A classification for extant ferns». TAXON. 55 (3): 705–731. ISSN 0040-0262. doi:10.2307/25065646  Verifique data em: |data= (ajuda)