Abrir menu principal

Daniel Serra

automobilista brasileiro
Daniel Serra
Informações pessoais
Nome completo Daniel Gardano Serra
Nacionalidade brasileiro
Nascimento 24 de março de 1984 (35 anos)
São Paulo
Registros nas 24 Horas de Le Mans
Edições 2017
Equipes Reino Unido Aston Martin Racing
Melhor resultado 1
Vitórias em classe(s) 1
Daniel Serra
Nascimento 24 de março de 1984 (35 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação automobilista, automobilista
Página oficial
http://www.danielserra.com.br/

Daniel Gardano Serra (São Paulo, 24 de março de 1984) é um piloto de automobilismo brasileiro.

Sagrou-se campeão da Stock Car Brasil em 2017 e 2018, foi terceiro em en 2016 e quarto en 2012 e 2013, conseguindo (até outubro de 2019) dezessete vitórias. Também ficou vicecampeão do Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos de 2011. Além disso, Serra obteve muito sucesso nas corridas de resistência, obtendo duas vitorias da classe nas 24 Horas de Le Mans.

É filho do tricampeão da Stock Car, Chico Serra, pelo qual Daniel recebe o apelido Serrinha.

BiografiaEditar

Começou no kart ãos 14 anos, após receber a autorização do pai. Competiu na Fórmula Renault brasileira, ão lado de Marcos Gomes, onde levou o vicecampeão em 2004 com três vitórias e quatro poles- No ano seguinte participou na Fórmula Renault europeia, pontando em cinco provas de dezesseis. Mas a falta de patrocínio o fez voltar para o Brasil em 2006.

Carros de turismosEditar

Na Stock Car Light, o vice campeonato abriu-lhe as portas para a Stock Car Brasil. Em sua estreia em 2007, com um Volkswagen Bora da equipe do brasiliense Amir Nasr terminou o campeonato como oitavo colocado com um terceiro lugar e um quinto. Na temporada seguinte, obteve como melhor resultado um nono lugar, ficando 27º no campeonato.

Em 2009 integrou a equipe de Andreas Mattheis, mudando do automóvel (Peugeot 307) e sendo parceiro de Cacá Bueno. Em Jacarepaguá conquistou sua primeira vitória na Stock Car.[1] Além, conseguiu um quarto lugar e um quinto, concluindo nono na temporada. Em 2010, Serra obteve três quartos colocações para ficar nono no campeonato de novo. Serra venceu pela segunda vez em Velopark 2011 com o Peugeot 408. Nesse ano também conseguiu duas segundas posições, para concluir quinto no campeonato.

A equipe dele mudou de marca na temporada 2012, assim que Serra dirigiu o Chevrolet Sonic. Obteve uma vitória e quatros pódios, ficando quarto na tabela geral. Em 2013 ganhou em Curitiba, Velopark e Tarumã, chegou em segundo colocado duas vezes e terceiro uma vez, finalizando quarto no campeonato. No ano seguinte, conseguiu duas vitorias e cinco podios em 21 provas, concluindo quinto no campeonato.

Em 2015, concluiu sexto no campeonato com duas vitórias e seis pódios. Na temporada seguinte, ficou terceiro atras do Felipe Fraga e Rubens Barrichello, obtendo uma vitoria, três podios e seis top 5.

Na temporada 2017, Serra dirigiu um Chevrolet Cruze da equipe RC Competições. Se consagrou campeão da Stock Car com 325 pontos, 4 vitórias (primeira prova do Goiânia 1, Curitiba, primera prova de Taruma e primera prova do Goiania 2), 4 poles em 11 etapas da competição. Em 2018 venceu na Corrida de Duplas do Interlagos, tendo como piloto convidado João Paulo de Oliveira. Também ganhou na segunda prova de Velopark, além disso de seis segundos lugares e três podios, conquistando o seu segundo título na competição.

Enquanto disputava regularmente o Stock Car Brasil, Serra fez aparições nos campeonatos argentinos de turismos como piloto convidado.

Em 2009 participou da Copa Endurance Series do TC 2000 com um Ford Focus oficial junto com Gabriel Ponce de León. Ganhou em Potrero de los Funes, finalizando como quarto colocado nessa mini competicão. Em 2010 disputou só 200 km de Buenos Aires com Ford junto a Ponce de León.

Voltou competir na Argentina em 2014, competindo no Grande Premio de Buenos Aires do Super TC2000, acompanhando ão piloto titular Mariano Werner. A dupla chegou na oitava posicão num Fiat Linea oficial. Em 2015 participou do Grande Premio de Toay, num Fiat de novo, junto com Facundo Chapur, e em 2016, do Grande Premio de Buenos Aires, acompanhando Norberto Fontana num Chevrolet Cruze oficial; ambas corridas não pode finalizar.

Além disso, em 2011 Serra concluiu vicecampeão no Campeonato Brasileiro de Marcas com um Honda Civic da equipe dele. Obteve duas vitórias, três segundos lugares e dois terceros, ficando atras do Thiago Camilo na temporada.

Gran TurismosEditar

Em 2007, Serra participou nas Mil Milhas Brasil para a equipe JMB com uma Ferrari F430 junto o seu pai e Francisco Longo, concluindo sexto na classe GT2 a oito voltas do vencedor. Também esteve em duas corridas do Open Internacional de GT 2007 com JMB, e duas em 2008 com Osona.

O paulista fez sua estreia no GT Brasil em 2008, onde não obteve podio nenhum. Mas, em 2009 conseguiu uma vitoria e seis podios com Ferrari, ficando decimo primeiro no campeonato. O Serra obteve duas vitoria e seis podios dirigindo uma Lamborghini Gallardo junto Chico Longo, ficando quinto na tabela geral do GT Brasil. Nesse mesmo ano, ele e Longo disputaram a corrida de Interlagos do Campeonato Mundial de GT1 com uma Maserati MC12, no entanto não poderam pontar.

En 2011 obtuvo duas terceiras posições no GT Brasil, ficando oitavo no campeonato. Após de não participar em 2012, o piloto participou do renomeado Campeonato Sudamericano de GT 2013 com uma Ferrari 458 Italia, tendo como companheiro a Longo. Apesar de não disputar o campeonato todo, ganhou em tres corridas de seis, concluino quinto na temporada.

Depois, Serra participou das 24 Horas de Daytona de 2013, 2014 e 2015 e da Petit Le Mans com uma Ferrari da Scuderia Corsa

Em 2016 Serra obteve uma segunda posicão em seis provas da classe GT Le Mans da IMSA SportsCar Championship, dirigindo uma Ferrari 488 da Risi Competizione.

No 2017 participou das primeiras seis provas do Campeonato Mundial de Endurance, pela equipe oficial de Aston Martin. Conquistou um feito histórico para o Brasil sendo o primeiro piloto brasileiro a conseguir uma vitória na classe profissional de carros de turismo (GT1 atual LMGTE Pro) das 24 Horas de Le Mans.[2][3] E tambem o segundo piloto a ter uma vitória em uma das classes das 24 horas de Le Mans (brasileiro Jaime Melo venceu duas vezes na classe de carros de turismo mas na categoria amadora (GT2 atual LM GTE Am) em 2008 e 2009 pela equipe privada Risi Competizione.

Em 2018, dispotou as corridas mais longas da IMSA SportsCar Championship, competindo com uma Ferrari 488 da classe GT Daytona, obtendo a vitória de classe em Petit Le Mans. Além disso, participou da quatro etapas do International GT Open, obtendo vitória em duas delas, com uma Ferrari 488. Também participou das 24 Horas de Spa como piloto convidado de Audi.

No ano seguinte, participou das 24 Horas de Daytona com uma Ferrari 488 da classe GT Daytona e da Petit Le Mans com uma 488 da classe GT Le Mans obtendo a vitória de classe na última prova, dirigindo pela equipe Risi. Além disso, participou do Blancpain GT World Challenge America em quatro provas, substituindo Miguel Molina[4]; Serra obteve três vitorias e um segundo lugar, ajudando á obtenção do titulo do companheiro dele Toni Vilander.

Na temporada 2018-2019 do Campeonato Mundial de Endurance, Serra foi convidado para disputar as 24 Horas de Le Mans de 2018 e 2019, e as 1000 Milhas de Sebring, acompanhando Alessandro Pier Guidi e James Calado na equipe semioficial de Ferrari, AF Corse. Obteve dois quartos lugares e uma vitória da classe em Le Mans 2019.

Carreira[5]Editar

  • 2003. Fórmula Renault (Brasil)
  • 2004. Fórmula Renault (Brasil), vicecampeão
  • 2005. Fórmula Renault 2.0 Eurocup
  • 2006. StockCar Light, vicecampeão
  • 2007. Stock Car Copa Nextel. International GT Open GTA. Le Mans Series-LMGT2
  • 2008. Stock Car Copa Nextel
  • 2009. Stock Car Copa Nextel
  • 2017.24 Horas de LeMans
  • 2017. Stock Car Brasil
  • 2018. Stock Car Brasil

Resultados na Stock Car BrasilEditar

(Legenda) Corrida em negrito significa pole position; corrida em itálico significa volta mais rápida)

Ano Equipe Carro 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Classificação Pontos
2010 Red Bull-WA Mattheis Peugeot 307 São
4
CTB
12
VEL
13
RIO
6
RBP
4
SAL
9
São
7
CGD
DSQ
LON
Ret
SCZ
23
BSB
4
CTB
13
224

Resultados nas 24 Horas de Le MansEditar

Ano Equipe Pilotos Carro Classe Voltas Pos. Class
Pos.
2017   Aston Martin Racing   Darren Turner
  Jonathan Adam
  Daniel Serra
Aston Martin Vantage GTE GTE
Pro
340 18th


Referências

Ligações externasEditar