Disaster Movie

Disaster Movie (Super-Heróis - A Liga da Injustiça no Brasil e Um Desastre de Filme em Portugal) é um filme de comédia estadunidense de 2008, escrito e dirigido por Jason Friedberg e Aaron Seltzer. É estrelado por Matt Lanter, Vanessa Minillo, Gary "G Thang" Johnson, Crista Flanagan, Nicole Parker, Ike Barinholtz, Carmen Electra, Tony Cox e Kim Kardashian (em sua estréia no cinema). Lançado em 29 de agosto de 2008 na América do Norte pela Lionsgate, o filme é uma paródia do cinema catástrofe e da cultura pop.

Disaster Movie
Pôster original de lançamento do filme.
No Brasil Super-Heróis - A Liga da Injustiça
Em Portugal Um Desastre de Filme
 Estados Unidos
2008 •  cor •  87[1] min 
Direção Jason Friedberg
Aaron Seltzer
Produção Peter Safran
Jason Friedberg
Aaron Seltzer
Roteiro Jason Friedberg
Aaron Seltzer
Elenco Matt Lanter
Vanessa Minillo
Gary "G Thang" Johnson
Kim Kardashian
Crista Flanagan
Nicole Parker
Ike Barinholtz
Carmen Electra
Tony Cox
Género comédia
Música Christopher Lennertz
Cinematografia Shawn Maurer
Edição Peck Prior
Companhia(s) produtora(s) Grosvenor Park Productions
The Safran Company
3 in the Box
Distribuição Lionsgate Entertainment
Lançamento Estados Unidos 29 de agosto de 2008
Idioma inglês
Orçamento US$ 20 milhões[2]
Receita US$ 34.816.824[2]

O filme foi extremamente criticado pelos críticos e pelo público por seu humor forçado, referências excessivas e má direção, com muitos considerando que Disaster Movie é um dos piores trabalhos feitos por Seltzer e Friedberg,[3][4] bem como frequentemente indicado a um dos piores filmes já produzidos. O filme recebeu seis indicações durante a vigésima nona cerimônia do Framboesa de Ouro, incluindo a de "Pior Filme". Disaster Movie arrecadou quase US$ 35 milhões de bilheteria mundial contra um orçamento estimado de US$ 20 milhões.[2]

EnredoEditar

No ano 10.000 a.C., um homem das cavernas foge de um predador por uma planície e imediatamente briga com Wolf (numa referência ao fisiculturista Michael Van Wijk). Depois de derrotá-lo, o homem das cavernas finalmente encara o "predador", Amy Winehouse, que possui dentes de sabre e bebe gasolina; ela informa que o mundo terminará em 29 de agosto de 2008 e que seu destino está em uma "Caveira de Cristal". A sequência então revela que tudo não passou de um sonho de Will, um mero homem comum que vive nos dias atuais. Ele então descobre que sua namorada Amy está tendo um caso com Flavour Flav e ela termina com Will porque ele não está admitindo seus verdadeiros sentimentos por ela.[5]

Mais tarde naquele dia, Will realiza uma festa ao estilo My Super Sweet 16 em sua casa, apesar de já ter 25 anos. Os convidados incluem Juney, Dr. Phil, Calvin, que é o melhor amigo de Will, Anton Chigurh, dentre outros personagens aleatórios; durante a festa, Amy chega com seu novo namorado, um modelo de roupa íntima da Calvin Klein. A festa então pára quando a sala treme e as luzes se apagam. Um boletim no rádio afirma que há uma chuva de meteoros vindo em direção à Terra a qual originará o fim do mundo. Logo depois a cidade começa a congelar e Will, Juney, Calvin e a namorada de Calvin, Lisa se abrigam em uma garagem subterrânea de um edifício. Quando Juney menciona que as calamidades estão sendo causadas pelo aquecimento global, Will relaciona o sonho que teve com Amy Winehouse com o que está acontecendo no planeta. Um pouco depois, Will é repreendido pelos seus próprios amigos por não se comprometer com seu relacionamento com Amy.[5]

A turma sai da garagem e Will recebe uma ligação de Amy, que está presa no museu onde trabalha, onde ele finalmente admite seus sentimentos por ela antes que a ligação caia; ele decide ir resgatar Amy. Mais tarde, Lisa é morta por um meteoro. Enquanto os outros consolam Calvin, que está em prantos pela morte de sua namorada, Giselle, uma prostituta vestida de princesa, sai repentinamente de um bueiro e é atropelada e arremessada por um táxi, caindo no colo de Calvin; eles imediatamente se apaixonam. O cafetão de Giselle vestido de príncipe Edwin, desafia Calvin a uma luta de dança por seu amor, mas um tornado aparece e o príncipe Edwin foge. Homem de Ferro, Hellboy e Hulk aparecem e tentam deter o tornado, mas todos são derrotados por vacas atiradas pelo furacão. Depois de se abrigarem, Will, Juney, Calvin e Giselle encontram três seres que são versões raivosas de Alvin e os Esquilos, que atacam o grupo e matam Juney; os "esquilos" vão atrás de Will e Calvin, mas eles os prendem em uma lata de lixo, sufocando-os fatalmente enquanto tentam escapar.[5]

No caminho para o museu de Amy, o grupo se depara com Batman, que os informa que devem ir para o ônibus de evacuação e que não haverá chance de sobrevivência se salvarem Amy. Com o tempo contra eles, a princesa Giselle mata Speed ​​Racer e o grupo rouba o seu Mach 5 para ir ao museu. Chegando lá, eles salvam Amy, que revela que a Caveira de Cristal deve ser colocada em um altar do museu para impedir o fim do mundo; Calvin e a princesa descobrem que as portas do museu estão fechadas e todos os artefatos ganham vida, incluindo um gigante boneco que imita Po do filme Kung Fu Panda, que luta contra Calvin, mas é derrotado. Quando Calvin beija a princesa, Calvin acidentalmente puxa sua peruca e descobre que ela é, na verdade, uma travesti. Enquanto isso acontece, Po pega uma katana e, em um único golpe, mata Calvin e a princesa de uma vez.[5]

Enquanto isso, Will e Amy encontram um Beowulf nu, que luta contra Will. Depois que Amy apunhala o Beowulf nas costas, Will e Amy encontram uma versão de Indiana Jones anão chamado Indy, que revela ser o pai de Will; Indy tenta colocar a Caveira de Cristal no altar, mas ele atrapalhadamente voa através de um vitral na sala. Will, por sua vez, coloca ele mesmo a caveira no altar, finalmente salvando o mundo. Will e Amy posteriormente se casam em uma cerimônia realizada pelo Guru Shitka e depois cantam uma música sobre todos os personagens que "pegam" outros do filme, numa paródia à canção "I'm Fucking Matt Damon" da comediante Sarah Silverman.[6]

ElencoEditar

ParódiasEditar

PersonalidadesEditar

FilmesEditar

CapaEditar

ProduçãoEditar

Em 2 de abril de 2008, menos de três meses após o lançamento do filme de paródia anterior de Friedberg e Seltzer, Meet the Spartans, foi anunciado que a dupla estava em pré-produção em uma paródia de Superbad, com o título de "Goodie Two Shoes".[7] Ao contrário dos filmes anteriores dirigidos por Friedberg e Seltzer, que foram financiados pela Regency Enterprises e distribuídos pela 20th Century Fox, este filme foi financiado pelo Grosvenor Park e distribuído pela Lionsgate nos Estados Unidos.

Jason Friedberg e Aaron Seltzer escreveram o filme como uma paródia de Superbad, mas semelhante aos filmes anteriores da dupla, parodia alguns dos grandes sucessos de bilheteria e celebridades populares de 2007 e 2008. Como muitos dos filmes que estavam sendo parodiados não foram sequer lançados na época que o roteiro estava sendo escrito, Friedberg e Seltzer usaram os trailers dessas produções para ter uma ideia básica dos filmes.

Em 28 de abril, Matt Lanter, Vanessa Minnillo, Gary "G Thang" Johnson e Carmen Electra foram confirmados para serem os membros principais do elenco.[8]

As filmagens ocorreram no estado americano da Luisiana de 28 de abril a 6 de junho.[9] O designer de produção indicado ao Oscar, William Elliott (que havia trabalhado no ramo junto com os diretores desde Date Movie), fez o design de produção para os cenários.[10] O prédio da Câmara de Comércio em Shreveport foi usado para filmar as cenas dos museus de história natural no filme.[11]

Após o término das filmagens, Friedberg e Seltzer decidiram renomear o filme para Disaster Movie.

RecepçãoEditar

CríticaEditar

No Rotten Tomatoes, Disaster Movie tem uma taxa de aprovação de apenas 1% com base em 73 avaliações, obtendo uma classificação média de 1,76/10 com o seguinte consenso crítico: "Voltando ao seu poço aparentemente sem fundo de humor idiota, estereótipos raciais e sátiras da cultura pop, Jason Friedberg e Aaron Seltzer produziram o que é provavelmente o pior filme de todos os tempos".[12] No Metacritic, o filme tem uma pontuação 15/100, com base em críticas de 12 usuários, indicando "aversão esmagadora".[13] O público consultado pelo CinemaScore atribuiu ao filme uma nota "F" numa escala de A+ a F.[3]

A comédia se tornou destaque em diversas listas de piores filmes como a da revista americana Empire,[14] da britânica Total Film[15] e do site de críticas cinematográficas MRQE (onde detém 17 pontos, a pontuação mais baixa do site).[16] Disaster Movie também se tornou o filme com a classificação mais baixa na lista dos 100 piores filmes avaliados pelo IMDb.[17][18]

Jason Solomons, do The Guardian, escreveu que "nada pode descrever a decepção que Disaster Movie se tornou, sendo um dos piores filmes de todos os tempos".[19] Adam Tobias, do Watertown Daily Times, opinou: "Simplesmente não vejo como alguém teria a audácia de dizer que Disaster Movie é um filme bom", acrescentando ainda que o título do filme era apropriado, porque o filme "realmente é um desastre".[20] O jornal The Times classificou o filme como o pior de 2008.[21]

A única crítica positiva publicada no Rotten Tomatoes foi por Jim Schembri, do jornal australiano The Age. Schembri chamou o filme de "idiota, mas também inegavelmente engraçado em alguns momentos por mais que uma pessoa madura pense o contrário"; de sua crítica, Disaster Movie recebeu três estrelas e meia de cinco.[22]

A principal revisão crítica positiva mais listada tanto no Metacritic quanto no Rotten Tomatoes foi de Owen Gleiberman da Entertainment Weekly, que deu ao filme a nota C+ e comentou: "A comédia fez uma boa paródia ao filme Juno e é muito engraçado ver a cena de Hannah Montana ainda promovendo seus produtos mesmo quando ela está morrendo esmagada por um meteoro";[23] Gleiberman anteriormente também havia sido um dos poucos críticos que elogiou Epic Movie, um dos trabalhos anteriores de Friedberg e Seltzer.[24][25]

Em um episódio de 2017 do programa da ABC, Big Fan, Kim Kardashian afirmou estar "traumatizada" pela cena da morte de sua personagem no filme e que ela até hoje "não consegue assistir".[26]

ComercialEditar

Em sua estréia nos cinemas estadunidenses, Disaster Movie faturou US$ 2.023.130 no dia da estréia, US$ 5.836.973 no seu segundo final de semana e US$ 6.945.535 no final de semana seguinte (que era feriado prolongado de Labor Day).[27] O filme alcançou o sétimo lugar nos fins de semana de três e quatro dias e suas receitas ficaram muito aquém dos US$ 17 milhões previstos pelo The Dallas Morning News.[28] O filme não teve tanto sucesso comercial quantos os lançamentos anteriores de Friedberg e Seltzer: contra um orçamento de US$ 20 milhões, Disaster Movie arrecadou apenas US$ 14.190.901 no mercado interno e mais US$ 17.492.474 no exterior, perfazendo US$ 31.683.375 em todo o mundo,[2] menos da metade da receita bruta de Meet the Spartans.

Mídia domésticaEditar

O DVD e o Blu-ray do filme foram lançados em 6 de janeiro de 2009. Os dois lançamentos incluíam tanto a versão teatral quanto a versão sem censura, ambos com os mesmos extras. Cerca de 410.934 unidades de DVD foram vendidas, gerando US$ 8.447.690 em receita (até em outubro de 2009).[29]

Indicações à prêmiosEditar

Em 21 de janeiro de 2009, foi divulgado que Disaster Movie iria ser indicado para seis prêmios durante a vigésima nona cerimônia do Framboesa de Ouro.[30] As nomeações foram para as categorias de Pior Filme, Pior Atriz Coadjuvante (Carmem Electra), Pior Atriz Coadjuvante (Kim Kardashian), Pior Diretor, Pior Roteiro e Pior Prequela, Remake ou Sequência. Kardashian reconheceu sua indicação em seu blog, onde escreveu: "É uma honra ser apenas indicada!"[31]

Ano Cerimônia Categoria Recipiente(s) Resultado
2009 29ª Framboesa de Ouro Pior Filme Jason Friedberg, Aaron Seltzer e Peter Safran Indicado
Pior atriz coadjuvante Kim Kardashian Indicado
Pior atriz coadjuvante Carmen Electra Indicado
Pior Prequela, Remake ou Sequência Indicado
Pior direção Jason Friedberg e Aaron Seltzer Indicado
Pior roteiro Jason Friedberg e Aaron Seltzer Indicado

Referências

  1. «Disaster Movie (12A)». British Board of Film Classification. 28 de agosto de 2008. Consultado em 25 de junho de 2013 
  2. a b c d «Disaster Movie (2008)». Box Office Mojo. Consultado em 13 de novembro de 2008 
  3. a b «CinemaScore». CinemaScore. Consultado em 14 de novembro de 2018. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2018 
  4. «Site picks worst movies of the decade». CNN. 25 de setembro de 2009. Consultado em 25 de setembro de 2016 
  5. a b c d «Super-Heróis - A Liga da Injustiça». no AdoroCinema 
  6. www.guiadasemana.com.br. «Super-Heróis - A Liga da Injustiça - Paródia faz piada com filmes de desastre, usando como referências sucessos recentes de Hollywood.». Consultado em 4 de agosto de 2018 
  7. Sciretta, Peter (2 de abril de 2008). «Spoofing SuperBad?». SlashFilm. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  8. Parfitt, Orlando (28 de abril de 2008). «Meet the Spartans Duo at it Again». IGN. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  9. Sciretta, Peter (2 de abril de 2008). «Spoofing SuperBad?». SlashFilm. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  10. Patches, Matt (31 de janeiro de 2014). «Surely They Can't Be Serious? - The unlikely rise of Jason Friedberg and Aaron Seltzer, Hollywood's majorly hated, hugely successful kings of the modern-day spoof». Grantland.com. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  11. Carr, David (20 de maio de 2008). «Son of a Gun, Hollywood Has Big Fun on the Bayou». The New York Times. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  12. «Disaster Movie (2008)». Rotten Tomatoes. Fandango Media. Consultado em 15 de dezembro de 2018 
  13. «Disaster Movie (2008): Reviews». Metacritic. Consultado em 5 de setembro de 2008 
  14. «The 50 Worst Movies Ever». Empire. Consultado em 3 de junho de 2013 
  15. «66 Worst Movies Of All Time». Total Film. 15 de fevereiro de 2012. Consultado em 30 de setembro de 2013 
  16. «50 Worst Movies». Movie Review Query Engine. Consultado em 7 de março de 2011 
  17. «Disaster Movie is the worst [Collection of things posing as a] movie of all time». VH1. 5 de setembro de 2008. Consultado em 17 de abril de 2013. Arquivado do original em 27 de setembro de 2013 
  18. Byrnes, Paul (2 de outubro de 2008). «Disaster Movie». The Sydney Morning Herald. Consultado em 3 de junho de 2013 
  19. Solomons, Jason (6 de setembro de 2008). «Disaster Movie». The Guardian. Consultado em 3 de junho de 2013 
  20. Tobias, Adam (5 de setembro de 2008). «Disaster Movie one of the worst films of all time». Watertown Daily Times. Consultado em 3 de junho de 2013 
  21. Asthana, Anushka (8 de dezembro de 2008). «The 100 Worst Movies of 2008». London: The Times. Consultado em 12 de dezembro de 2009 
  22. Schembri, Jim. «Disaster Movie Review». The Age. Melbourne. Consultado em 9 de outubro de 2008 
  23. «Movie Review». Entertainment Weekly. Consultado em 3 de setembro de 2008 
  24. «Epic Movie (2007)». Rotten Tomatoes. Consultado em 15 de dezembro de 2018 
  25. «Epic Movie (2007): Reviews». Metacritic. Consultado em 30 de agosto de 2008 
  26. Beresford, Trilby (17 de janeiro de 2017). «Kim Kardashian admitted the thing she's now most embarrassed of, and we actually don't think it's all that bad». Hello Giggles. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  27. «Daily Box Office Grosses for Disaster Movie (2008)». Box Office Mojo. Consultado em 1 de setembro de 2008 
  28. «Box Office Buzz». Dallas Morning News. 29 de agosto de 2008. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2008 
  29. «Disaster Movie - DVD Sales». The Numbers. Consultado em 7 de maio de 2011 
  30. John Wilson (21 de janeiro de 2009). «Razzies.com 2008 Nominations». Razzie Awards. Consultado em 21 de janeiro de 2009. Cópia arquivada em 30 de abril de 2016 
  31. «Kim in the News: My first Razzie nomination!». kimkardashian.celebuzz.com. 21 de janeiro de 2009. Consultado em 25 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2009 

Ligações externasEditar