Eleição municipal de Colombo (Paraná) em 2016

Eleição municipal de Colombo, Paraná em 2016

As eleições municipais de Colombo, em 2016, foram realizadas em 2 de outubro para eleger um prefeito, um vice-prefeito e 17 vereadores no município de Colombo, no estado brasileiro do Paraná. Foram eleitos Beti Pavin (PSDB) e Sérgio Pinheiro (Progressistas) para os cargos de prefeita e vice-prefeito, respectivamente. Seguindo a Constituição, os candidatos são eleitos para um mandato de quatro anos a se iniciar em 1º de janeiro de 2017. A decisão para os cargos da administração municipal, segundo o Tribunal Superior Eleitoral, contou com 128.601 eleitores aptos, sendo 12.748 abstenções, de forma que 9.91% do eleitorado não compareceu às urnas no pleito.

2012 Brasil 2020
Eleição municipal de Colombo em 2016
2 de outubro de 2016
Candidato Beti Pavin Helder Lazarotto
Partido PSDB PR
Natural de Colombo, Paraná Colombo, Paraná
Vice Sérgio Pinheiro Professor Alcione
Votos 46.615 26.305
Porcentagem 49,53% 27,95%

Titular
Beti Pavin
PSDB

Eleito
Beti Pavin
PSDB

AntecedentesEditar

A eleição municipal de 2012 da cidade de Colombo, Paraná, foi marcada pela vitória de Beti Pavin, do PSDB. Esta foi a terceira eleição vencida pela candidata para a chefia do poder executivo municipal. Ela também já foi vereadora, vice-prefeita e deputada estadual do Paraná. Como a candidata estava com seu registro de candidatura indeferido[1] pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), houve uma indefinição[2] quanto à posse da prefeita eleita, sendo, inclusive, dado como vencedor o candidato conhecido como Zé Vicente, do Partido Verde (Brasil). Participaram do pleito, também, a ex-vice-prefeita, Rose Cavalli[3], do PDT, e Joel Cordeiro[4], do PSD.

CampanhaEditar

A campanha de Beti Pavin[5], teve como foco os avanços conquistados ao longo das gestões anteriores da prefeita. A partir do ano de 1977, ela iniciou seu trabalho como telefonista e passou ao cargo de recepcionista na prefeitura do município. Ocupou diversos cargos políticos, como vereadora[6] vice-prefeita e deputada estadual[7]. Beti Pavin foi eleita três vezes, até então, prefeita de Colombo. Sua campanha à reeleição pela coligação "Confiança Para Avançar", contou com a participação de quinze partidos, sendo a maior neste pleito.

ResultadosEditar

Eleições municipais de Colombo em 2016 para PrefeitoEditar

A eleição para prefeito contou com 5 candidatos em 2016: Rose Cavalli, do PDT; Beti Pavin, do PSDB; Joel Cordeiro, do PSD; Helder Lazarotto do PR; Já o candidato Elton Lucas Dognini, do PSOL, teve sua candidatura indeferida. O Tribunal Superior Eleitoral contabilizou 9,91% de abstenções nesse pleito.[8]

Candidato(a) Vice Coligação Votos recebidos Percentual
Beti Pavin (PSDB) Sérgio Pinheiro (Progressistas) Confiança para Avançar

(PSDB, PEN, PTC, PSL, PRP,PMN, PV, SDD, PRB, PTdoB,

PP, PSDC, DEM, PTB)

46.615 49,53%
Helder Lazarotto (PR) Professor Alcione (PTN) Pra Fazer Acontecer

(PR, PTN, PPL, PRTB)

26.305 27,95%
Joel Cordeiro (PSD) Rosalda Thomas (PCdoB) Muda Colombo

(PSD, PMDB, PSC, PCdoB, PPS)

12.868 13,67%
Rose Cavalli (PDT) Cleverson Coradin (PROS) Colombo para Todos

(PDT, PT, PROS)

8.327 8,85%
Elton Lucas Dognini (PSOL) Juarez Saraiva de Oliveira (PSOL) -- 0 0%

Eleições municipais de Colombo em 2016 para VereadorEditar

Na decisão para as vagas de vereador nas eleições municipais de 2016, foram eleitos 17 vereadores com um total de 98.315 votos válidos. O Tribunal Superior Eleitoral contabilizou 8.534 votos em branco e 9.004 votos nulos. De um total de 128.601 eleitores aptos, 12.748 (9,91%) não compareceu às urnas.[9]

Nome Partido político Coligação Votos recebidos Percentual
Sidinei Campos de Oliveira Partido Republicano Progressista (PRP) Colombo Ainda Mais Forte 1.941 1,97%
Angelo Betinardi Partido Trabalhista Cristão (PTC) Unidos por Amor a Colombo 1.757 1,79%
Marcos Antonio da Silva Patriota (PATRI) Unidos por Amor a Colombo 1.722 1,75%
Jercon Reis Santana Partido Social Liberal (PSL) Colombo Ainda Mais Forte 1.696 1,73%
Jose Renato Strapasson Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) Juntos Somos Fortes 1.618 1,65%
Joao Marcos Berlesi Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) Partido da Social Democracia Brasileira
(sem coligação)
1.523 1,55%
Antoninho Barth Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) Partido da Social Democracia Brasileira
(sem coligação)
1.505 1,53%
Eurico Braz de Bomfim Partido da República (PR) Por uma Nova Colombo 1.348 1,37%
Anderson Ferreira da Silva Partido dos Trabalhadores (PT) Colombo Que Merecemos 1.320 1,34%
Doliria Londregue Strapasson Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) Partido da Social Democracia Brasileira
(sem coligação)
1.269 1,29%
Thiago da Silva de Jesus Partido Republicano Brasileiro (PRB) Juntos por Colombo 1.165 1,18%
Elcio Augustinho Surdi Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) Partido da Social Democracia Brasileira
(sem coligação)
1.099 1,12%
Renato Lunardon Partido Verde (PV) Semeando no Presente Para Colher no Futuro 1.065 1,08%
Vagner Brandão Partido Republicano Brasileiro (PRB) Juntos por Colombo 1.020 1,04%
Valdecir Martins dos Santos Partido Socialista Brasileiro (PSB) Semeando no Presente Para Colher no Futuro 1.001 1,02%
Mauricio Fortunato da Paixáo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) Juntos Somos Fortes 983 1%
Edson Luiz Bagio Partido Trabalhista Cristão (PTC) Unidos por Amor a Colombo 832 0,85%

AnáliseEditar

A reeleição de Beti Pavin[10] não gerou surpresa entre os cidadãos, uma vez que foi eleita com quase 50% [11] dos votos. De família tradicional, cuja origem é italiana,[12][13] a reeleição já era esperada. Com isso, chegou ao quarto mandato conquistado pelo voto popular, superando o ex-prefeito Carlos Fontoura Falavinha (que havia sido prefeito por três mandatos), sendo, portanto, a prefeita com maior tempo de gestão e maior número de mandatos. Entretanto, ainda no ano que foi reeleita, Pavin foi alvo de diversos escândalos,[14] gerando uma crise em seu governo.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Paraná, Jornal Bem. «TRE indefere candidatura de Beti Pavin em Colombo - Bem Paraná». www.bemparana.com.br. Consultado em 19 de outubro de 2020 
  2. Morais, Esmael (8 de outubro de 2012). «Candidato sub judice é eleito em Campo Magro; resultado poderá ser modificado, diz advogado». Blog do Esmael. Consultado em 19 de outubro de 2020 
  3. «Rose PDT». Eleições 2012. Consultado em 8 de abril de 2019 
  4. «Joel Cordeiro PSD». Eleições 2012. Consultado em 8 de abril de 2019 
  5. «Beti Pavin 45 PSDB (Prefeita) Colombo - Guia Eleições 2016». Guia dos Candidatos. Consultado em 18 de abril de 2019 
  6. «Em Colombo, Beti Pavin se reelege. Veja a lista dos vereadores eleitos na cidade | Notícias, Política». Tribuna PR - Paraná Online. 2 de outubro de 2016. Consultado em 18 de abril de 2019 
  7. «DEPUTADA BETI PAVIN (PMDB)». Jusbrasil. Consultado em 18 de abril de 2019 
  8. «Políticos do Brasil - candidatos a prefeito». UOL Notícias - Políticos do Brasil. 2016. Consultado em 8 de abril de 2019 
  9. «Políticos do Brasil - candidatos a vereador». UOL Notícias - Políticos do Brasil. 2016. Consultado em 8 de abril de 2019 
  10. Bete Pavin assume prefeitura de Colombo - G1 Paraná - vídeos - Catálogo de Vídeos, consultado em 18 de abril de 2019 
  11. «Resultado da apuração das Eleições 2016 em Colombo para prefeito e vereador». g1. Consultado em 18 de abril de 2019 
  12. «Pavin, Pavin - Tradição em Materiais para Construção - E-Commerce». www.pavinpavin.com.br. Consultado em 18 de abril de 2019 
  13. PR, Do G1; Curitiba, com informações da RPC TV (15 de maio de 2013). «Prefeita tem doze parentes na administração municipal, no Paraná». Paraná. Consultado em 18 de abril de 2019 
  14. PR, Do G1 (10 de dezembro de 2016). «Prefeita de Colombo e engenheiro são condenados a devolver R$ 106,4 mil». Paraná. Consultado em 18 de abril de 2019