Abrir menu principal

Eleições legislativas na Dinamarca em 2015

← 2011 • Flag of Denmark.svg • 2019
Eleições legislativas em 2015
179 deputados no Parlamento da Dinamarca
18 de Junho de 2015
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  4 145 105
Votantes : 3 560 060
  
85.9% Red Arrow Down.svg 1.5%
Dnk party a.svg
Partido Social-Democrata
Votos: 924 940  
Lugares obtidos: 47 Green Arrow Up.svg 6.8%
  
26.3%
Darkblue flag waving.svg
Partido Popular Dinamarquês
Votos: 741 746  
Lugares obtidos: 37 Green Arrow Up.svg 68.2%
  
21.1%
SVG hand-remade version of the single-letter party logo for the Danish political party Venstre.svg
Partido Liberal
Votos: 685 188  
Lugares obtidos: 34 Red Arrow Down.svg 27.7%
  
19.5%
Dnk party ø.svg
Aliança Vermelha e Verde
Votos: 274 463  
Lugares obtidos: 14 Green Arrow Up.svg 16.7%
  
7.8%
Liberal Alliance logo.jpg
Aliança Liberal
Votos: 265 129  
Lugares obtidos: 13 Green Arrow Up.svg 44.4%
  
7.5%
Alternativet.svg
Alternativa
Votos: 168 788  
Lugares obtidos: 9  
  
4.8%
Radikale logo.svg
Partido Social-Liberal
Votos: 161 009  
Lugares obtidos: 8 Red Arrow Down.svg 52.9%
  
4.6%
No flag.svg
Partido Popular Socialista
Votos: 147 578  
Lugares obtidos: 7 Red Arrow Down.svg 56.3%
  
4.2%
Det Konservative Folkepartis logo.svg
Partido Popular Conservador
Votos: 118 003  
Lugares obtidos: 6 Red Arrow Down.svg 25%
  
3.4%

As Eleições legislativas dinamarquesas de 2015 realizaram-se em 18 de junho, para eleger 179 deputados do Folketinget - o Parlamento da Dinamarca, tendo sido apurados 175 mandatos pela Dinamarca, 2 pelas Ilhas Faroé e 2 pela Groenlândia.[1][2]
O Bloco Azul (centro-direita) venceu por maioria o Bloco Vermelho (centro-esquerda), pelo que a primeira-ministra Helle Thorning-Schmidt (Partido Social-Democrata) apresentou a sua demissão, tendo Lars Løkke Rasmussen (Partido Liberal) sido incumbido pela rainha Margarida de formar um novo governo.[3][4]
O Partido Popular Dinamarquês foi o grande vencedor das eleições, atingindo os 21% e passando a ser a segunda maior formação política da Dinamarca.[5]

Lars Løkke Rasmussen, líder do Partido Liberal (Venstre), anunciou na sexta-feira, dia 26 de junho, que no sábado iria encontrar a rainha Margarida para lhe comunicar a intenção de formar um governo minoritário constituído unicamente pelo Partido Liberal, que detinha 34 dos 179 lugares do Parlamento da Dinamarca. No domingo, o futuro primeiro-ministro da Dinamarca apresentou a lista de ministros do novo Governo Lars Løkke Rasmussen II.[6]
Para poder governar, o Governo Lars Løkke Rasmussen II vai necessitar do apoio de 56 deputados de outros partidos. [7][8][9]

ResultadosEditar

Segundo o Instituto Nacional de Estatística da Dinamarca (Danmarks Statistik) [10][11][12] e os jornais diários dinamarqueses Berlingske [13] e Politiken [14]:

DinamarcaEditar

Partidos Votos % +/- Deputados +/-
Partido Social-Democrata 924 940 26,3  1,5
47 / 175
 3
Partido Popular Dinamarquês 741 746 21,1  8,8
37 / 175
 15
Partido Liberal 685 188 19,5  7,2
34 / 175
 13
Aliança Vermelha e Verde 274 463 7,8  1,1
14 / 175
 2
Aliança Liberal 265 129 7,5  2,5
13 / 175
 4
Alternativa 168 788 4,8 Novo
9 / 175
Novo
Partido Social-Liberal 161 009 4,6  4,9
8 / 175
 9
Partido Popular Socialista 147 578 4,2  5,0
7 / 175
 9
Partido Popular Conservador 118 003 3,4  1,5
6 / 175
 2
Democratas-Cristãos 29 077 0,8 =
0 / 175
=
Votos inválidos 41 073 1,2  0,2
Total 3 560 060 100 175
Eleitorado/Participação 4 145 105 85,9  1,8

Ilhas FaroéEditar

Partidos Votos % +/- Deputados +/-
Partido da República 5 730 24,5  5,1
1 / 2
 1
Partido Social-Democrata 5 666 24,3  3,3
1 / 2
=
Partido Unionista 5 500 23,5  7,3
0 / 2
 1
Partido Popular 4 368 18,7  0,3
0 / 2
=
Partido do Progresso 749 3,2 Novo
0 / 2
Novo
Partido do Centro 605 2,6  1,6
0 / 2
=
Partido da Autonomia 403 1,7  0,6
0 / 2
=
Independentes 345 1,5  1,8
0 / 2
=
Total 23 366 100 2
Participação 65,6  6,7

GronelândiaEditar

Partidos Votos % +/- Deputados +/-
Partido do Povo Inuíte 7 904 38,5  4,2
1 / 2
=
Avante 7 831 38,2  1,1
1 / 2
=
Democratas 1 753 8,5  4,1
0 / 2
=
Partido da Comunidade 1 526 7,4  0,1
0 / 2
=
Partido Naleraq 962 4,7 Novo
0 / 2
Novo
Votos inválidos 538 2,6  0,1
Total 20 514 100 2
Eleitorado/Participação 41 048 50,0  7,4

Resultados por BlocosEditar

Os partidos dinamarqueses formam estavam divididos em dois blocos: um de centro-direita (Bloco Azul) outro de centro-esquerda (Bloco Vermelho).

Bloco Votos % +/- Deputados +/-
Bloco Azul (centro-direita) 1 839 143 52,3  5,6
90 / 175
 4
Bloco Vermelho (centro-esquerda) 1 676 778 47,7  2,5
85 / 175
 4

Partidos participantesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Søren Astrup. «Overblik: Det ved vi lige nu om valgresultatet» (em dinamarquês). Politiken. Consultado em 19 de junho de 2015 
  2. https://www.dst.dk/valg/Valg1487635/valgopg/valgopg.htm Instituto Nacional de Estatística da Dinamarca - Eleições legislativas - Resultados
  3. Jakob Hvide Beim. «Dagens program: Thorning hos dronningen kl. 11» (em dinamarquês). Politiken. Consultado em 19 de junho de 2015 
  4. Chris Kjær Jessen, Kasper Kildegaard Sørensen e Jens Beck Nielsen. «Her er Løkkes problemfyldte puslespil» (em dinamarquês). Berlingske. Consultado em 20 de junho de 2015 
  5. Sten Jensen. «Nordiske medier er optaget af DF-sejr» (em dinamarquês). Berlingske. Consultado em 19 de junho de 2015 
  6. «Danmark har fået en ny regering» (em dinamarquês). Página oficial de Lars Løkke Rasmussen. Consultado em 28 de junho de 2015 
  7. Rikke Gjøl Mansø. «Det er ikke bare en mindretalsregering, men en lille mindretalsregering» (em dinamarquês). Berlingske. Consultado em 26 de junho de 2015 
  8. «Løkke opgiver at få andre med: Danner ren V-regering» (em dinamarquês). Politiken. Consultado em 26 de junho de 2015 
  9. James Kristoffer Miles e Jonas Sahl. «Løkke: Danmark får ren Venstre-regering» (em dinamarquês). Ekstra Bladet. Consultado em 26 de junho de 2015 
  10. «Folketingsvalg Torsdag 18. juni 2015 - Resultater - Hele landet» (em dinamarquês). Danmarks Statistik. Consultado em 23 de junho de 2015 
  11. «Resultatet av folketingsvalget på Færøerne torsdag den 18. juni 2015» (PDF) (em dinamarquês). Rigsombudsmanden på Færøerne. Consultado em 23 de junho de 2015 
  12. «Resultatet av folketingsvalget i Grønland torsdag den 18. juni 2015» (PDF) (em dinamarquês). Rigsombudsmanden i Grønland. Consultado em 23 de junho de 2015 
  13. «Sådan fordeler stemmerne sig lige nu» (em dinamarquês). Berlingske. Consultado em 19 de junho de 2015 
  14. «Folketingsvalg 2015 - Mandater» (em dinamarquês). Politiken. Consultado em 19 de junho de 2015 
  15. «Partierne (Os partidos)» (em dinamarquês). VALG-2015-DK. Consultado em 3 de maio de 2015. Arquivado do original em 7 de maio de 2015 

Ligações externasEditar