Abrir menu principal

Eli Manning

jogador de futebol americano dos Estados Unidos

Elisha Nelson Manning IV,[1] conhecido como Eli Manning (Nova Orleães, 3 de janeiro de 1981), é um jogador de futebol americano que atua como quarterback no New York Giants da National Football League (NFL). Ele jogou futebol americano universitário na Universidade do Mississippi de 2000 a 2003. Ele foi selecionado na primeira escolha geral no Draft de 2004 pelo San Diego Chargers e foi imediatamente negociado com os Giants que em troca mandaram Philip Rivers. Manning é filho do ex-quarterback da NFL, Archie Manning, e do irmão mais novo do ex-quarterback da NFL, Peyton Manning.

Eli Manning

Manning em 2017
No. 10     New York Giants
Quarterback
Informações pessoais
Data de nascimento: 3 de janeiro de 1981 (38 anos)
Local de nascimento: Nova Orleães, Luisiana
Altura: 6 ft 4 in (1 93 m) Peso: 225 lb (102 kg)
Informação da carreira
Faculdade: Mississippi
Draft da NFL: 2004 / Rodada: 1 / Escolha: 1
Estreou em 2004 pelo New York Giants
História da carreira
 Como jogador:
Pontos altos na carreira e prêmios
Estatísticas de carreira na NFL até a temporada de 2018
TDINT     360–239
Jardas aéreas     55 981
QB Rating     84,1
Estatísticas no NFL.com

Manning detém recordes dos Giants de mais jardas, passes para touchdown e passes completados na carreira.[2] Ele levou os Giants à vitória no Super Bowl XLII e no Super Bowl XLVI, derrotando o New England Patriots em ambos os jogos. Manning foi eleito o MVP em ambos os Super Bowls, tornando-se um dos cinco jogadores a ter vários prêmios MVP do Super Bowl (Bart Starr e Terry Bradshaw também têm dois, Joe Montana três e Tom Brady quatro).

Manning foi titular em 210 jogos consecutivos de 2004 a 2017, o segundo maior período consecutivo por um quarterback na história da NFL. Ele é o sétimo em jardas passadas e touchdowns.[3] Apesar da falta de consistência e desempenho de alto calibre de seu irmão, Manning é conhecido por suas duas improváveis vitórias no Super Bowl em 2007 e 2011, nas quais ele liderou duas vitórias do Giants contra os Patriots.[4]

Índice

Primeiros anosEditar

Manning frequentou a Isidore Newman School, onde jogou futebol americano e basquete.[5][6]

Carreira universitáriaEditar

 
Manning durante seu tempo na Universidade do Mississippi

Durante seus anos em Universidade do Mississippi, Manning estabeleceu ou empatou 45 recordes. Seus números de carreira incluem 10.119 jardas (quinto na lista de todos tempos da SEC), 81 passes para touchdown (terceiro na lista de todos tempos da SEC) e um rating de 137.7 (empatado em sexto lugar na lista de todos tempos da SEC). Ele levou a equipe a uma campanha de 10–3 e uma vitória por 31-28 no SBC Cotton Bowl Classic sobre o Universidade Estadual de Oklahoma em 2003.[7][8] Ele foi convidado para jogar no Senior Bowl de 2004, mas optou por não jogar.[9]

Quando seu último ano chegou ao fim, Manning tinha ganho muitos prêmios, incluindo o prêmio de MVP da SEC. Ele também foi um candidato para o Heisman Trophy de 2003, terminando em terceiro lugar na votação atrás do quarterback Jason White, da Universidade Estadual de Oklahoma, e Larry Fitzgerald, da Universidade de Pittsburgh.[10][11]

Manning se formou na Universidade do Mississippi com um diploma em marketing.[12]

PrêmiosEditar

  • 2001: Conerly Trophy – Melhor jogador universitário do Mississippi[13]
  • 2001: Menção Honrosa All-American - The Football News[14]
  • 2002: MVP do Independence Bowl[15]
  • 2002: 2° Equipe All-American - The Associated Press[16]
  • 2003: Maxwell Award – Melhor jogador do pais[17]
  • 2003: Conerly Trophy – Melhor jogador universitário do Mississippi
  • 2003: MVP da SEC – Birmingham Monday Morning Quarterback Club
  • 2003: Esportista do ano no Mississippi - The Clarion-Ledger
  • 2003: Atleta Amador do Ano no Mississippi – Jackson Touchdown Club
  • 2003: National Scholar-Athlete Class – Division I-A QB[18]
  • 2003: Johnny Unitas Golden Arm Award – Atribuído ao melhor quarterback do pais[19]
  • 2003: Jogador Ofensivo do Ano da SEC – The Associated Press e os Técnicos da SEC[17]
  • 2003: Sporting News Radio Socrates Award
  • 2004: MVP do Cotton Bowl Classic
  • Prêmio de Liderança Coronel Earl (Red) Blaik - All-American Football Foundation
  • Jogador do ano pela USA Today em Louisiana[20]
  • 1° equipe All-American - The All-American Foundation[14]
  • Jogador do Ano da SEC – The Commercial Appeal e os Técnicos da SEC[17]
  • 1° equipe All-SEC – Associated Press[17]
  • Melhor QB da SEC – Touchdown Club of Atlanta Wally Butts Award

EstatísticasEditar

Passando Correndo
Temporada Time Jogos Rating Ten Comp Pct Jardas TD Int Ten Jardas Média TD
2000 Ole Miss 6 117,4 53 28 52,8% 337 3 2 7 4 0,6 0
2001 Ole Miss 11 144,8 408 259 63,5% 2 948 31 9 31 9 0.3 0
2002 Ole Miss 13 125,6 481 279 58% 3 401 21 15 39 -120 −3,0 2
2003 Ole Miss 13 148,1 441 275 62,4% 3 600 29 10 48 -28 -0,6 3
Carreira 43 138,1 1 383 841 60,8% 10 286 84 36 125 -135 −1,1 5

Fonte: Olemiss.rivals.com[21]

Carreira profissionalEditar

O San Diego Chargers originalmente detinha a primeira escolha geral no Draft de 2004 devido a sua campanha de 4-12 em 2003. Com Manning como o jogador mais cobiçado do draft, parecia que as intenções dos Chargers eram de escolher ele.[22] No entanto, Manning (ecoado por seu pai) declarou publicamente que ele se recusaria a jogar nos Chargers. Os Chargers o selecionaram com a primeira escolha geral e o trocou com o New York Giants por Philip Rivers. Ele assinou um contrato de seis anos no valor de US $ 45 milhões.[23]

Manning foi um dos quatro quarterbacks escolhidos na primeira rodada do Draft de 2004, juntamente com Ben Roethlisberger, Philip Rivers e J. P. Losman.[24] Manning, Roethlisberger e Rivers foram todos eleitos para o Pro Bowl desde que se tornaram titulares. Roethlisberger e Manning ganharam dois Super Bowls. Eles foram comparados favoravelmente à classe de quarterback de 1983, que incluiu os quarterbacks do Hall of Fame: Dan Marino, John Elway e Jim Kelly.[25]

Temporada de 2004: ano de estreiaEditar

Manning fez sua estréia na NFL na semana 1 contra o Philadelphia Eagles. Ele entrou no jogo no final do quarto quarto no lugar de Kurt Warner. Ele terminou a derrota por 31-17 com 3 passes para 66 jardas. Manning fez seu primeiro jogo como titular na temporada regular contra o Atlanta Falcons no Giants Stadium em 21 de novembro de 2004. Em sua quarta partida, contra o Baltimore Ravens no M&T Bank Stadium em 12 de dezembro de 2004, ele terminou o jogo com um rating de 0,0 e foi substituido por Warner, mas permaneceu como titular dos Giants até o final da temporada.[26] Os Giants terminaram com uma campanha de 6-10, com uma vitoria e seis derrotas nos jogos em que Manning foi titular.[27][28]

Temporada de 2005: campeões da NFC EastEditar

Depois de 2004, Warner deixou os Giants[29] e Manning foi nomeado titular para 2005. Manning levou os Giants a uma campanha de 2-0 com vitórias contra os Cardinals e Saints,[30][31] antes de viajar para a Costa Oeste para um teste em San Diego. Os fãs dos Chargers não esqueceram o desprezo e a multidão vaiava Manning em voz alta toda vez que ele tocava na bola. San Diego derrotou os Giants por 45-23, mas Manning mostrou o que pode ter sido o desempenho mais impressionante de sua jovem carreira, tendo 24 passes para 352 jardas e dois touchdowns.[32][33]

Depois de sua atuação em San Diego, Manning voltou para casa e jogou para quase 300 jardas, além de quatro touchdowns contra o St. Louis Rams, no Giants Stadium, em uma vitória por 44-24.[34]

Manning terminou entre os cinco primeiros quarterbacks em jardas e passes para touchdown, enquanto liderava um ataque que terminou em terceiro na NFL em pontuação, com um total de 422 pontos.[35][36] Foi o maior número de pontos que os Giants marcou em uma única temporada desde 1963. Os Giants venceram a NFC East com uma campanha de 11-5 e avançaram para a pós-temporada.[37] No Wild Card contra o Carolina Panthers, Manning teve 10 passes para 113 jardas e três interceptações na derrota por 23-0.[38]

Temporada de 2006Editar

A segunda temporada completa de Manning foi uma reminiscência de sua temporada de 2005. Ele começou jogando bem e completou mais de 65% de seus passes nos quatro primeiros jogos. No entanto, sua produção diminuiu no final da temporada regular.

As lesões, incluindo do recebedor Amani Toomer, empurraram Manning e os Giants para baixo. Os Giants terminaram a temporada com uma campanha de 8-8. Os Giants se classificaram para a pós-temporada como o número 6 e enfrentaram os Eagles.[39] Embora ele tenha se saído significativamente melhor neste jogo do que no jogo dos playoffs de 2005 contra o Carolina Panthers, completando 16 passes e dois touchdowns, os Giants perderam com um field goal no último segundo.[40]

Nessa temporada, Manning teve 3,244 jardas, 24 touchdowns e 18 interceptações.[41] Ele completou 57.7% de seus passes, uma melhora de cinco pontos em relação a 2005, mas ele novamente sofreu muito na segunda metade da temporada. Manning terminou a temporada com um rating de 77,0 (18º na liga) com 6,2 jardas por tentativa.[42]

Temporada de 2007: campeões do Super BowlEditar

 
Manning em 2007

Manning treinou em Meadowlands com o coordenador ofensivo Kevin Gilbride e o novo treinador de quarterbacks, Chris Palmer, antes da temporada regular de 2007.[43] Pela primeira vez, Plaxico Burress e Jeremy Shockey treinaram no período de entressafra com Manning para aperfeiçoar seu tempo e química ao invés de treinarem sozinhos em Miami como fizeram nos anos anteriores.[44][45][46]

Temporada regularEditar

Depois de perder para os rivais de divisão, Dallas Cowboys, na semana 9, John Mara, co-proprietário do New York Giants, questionou publicamente a habilidade de Manning em liderar o New York Giants em 2007, mas mais importante no futuro:[47]

A única coisa que avaliamos é "podemos ganhar com esse cara?". Quando falamos de qualquer jogador no final da temporada, a pergunta número 1 é "ele vai nos ajudar a vencer?" E para dar um passo adiante, "podemos ganhar um campeonato com esse cara?"

— John Mara

Depois de uma semana de críticas na mídia de Nova York e sendo superado por Tony Romo, Manning teve uma vitória contra Detroit Lions, onde ele conseguiu 283 jardas e um touchdown, mas o mais importante, sem interceptações.[48] Os Giants terminaram a temporada com uma campanha de 10-6.[49]

Playoffs de 2007Editar

Os Giants entraram nos playoffs como o # 5-seed. Em 6 de janeiro de 2008, Manning teve 20 passes para 185 jardas contra o Tampa Bay Buccaneers. O Giants venceram por 24-14, e Manning teve dois passes para touchdown.[50]

Em 13 de janeiro de 2008, Manning levou os Giants a uma vitória sobre o Dallas Cowboys no Divisional Round.[51] Esta vitória garantiu uma vaga na Final da NFC contra o Green Bay Packers em 20 de janeiro de 2008. No NFC Championship, os Giants venceram os Packers na prorrogação, com uma pontuação de 23–20.[52] A dramática vitória garantiu a Manning e os Giants uma viagem ao Super Bowl XLII.[53] Essa foi a primeira aparição no Super Bowl do New York Giants desde o Super Bowl XXXV em 2001,[54] e sua primeira vitória no Super Bowl desde o Super Bowl XXV.

Super Bowl XLIIEditar

Diante de uma audiência recorde na televisão americana[55] e com a força de uma movimentação no quarto quarto liderada por Manning, os Giants venceram o New England Patriots por 17-14.

Em desvantagem de 14-10 a 2:42 do final, Manning liderou os Giants a 83 jardas em um touchdown vitorioso. Em uma crucial terceira descida na linha de 44 jardas dos Giants, Manning se conectou com David Tyree em uma jogada em que ele evitou vários sacks e Tyree pegou a bola com seu capacete. Quatro jogadas depois, o Plaxico Burress conseguiu um touchdown de 13 jardas com apenas 35 segundos restantes.[56]

Manning tornou-se apenas o segundo quarterback da história da NFL a ter dois passes para touchdowns no quarto quarto consecutivos em um Super Bowl (sendo Joe Montana o primeiro).[57] Após a monumental vitória dos Giants, Manning e a equipe técnica conversaram brevemente com o presidente George W. Bush.[58]

Manning foi nomeado o MVP do Super Bowl XLII.[59] Ele e seu irmão Peyton são o único par de irmão a jogar como quarterback no Super Bowl e ganhar o prêmio de MVP do Super Bowl em anos sucessivos.[60]

Na quarta-feira seguinte ao Super Bowl, ele apareceu no Late Show with David Letterman.

Temporada de 2008: campeões da NFC EastEditar

 
Manning (à direita) e treinador Tom Coughlin (à esquerda) com o presidente George W. Bush em 30 de abril de 2008.[61]

Manning foi nomeado para seu primeiro Pro Bowl em 16 de dezembro, tornando-se o primeiro quarterback dos Giants a ganhar a honra desde Phil Simms em 1993.[62] Os Giants terminaram com uma campanha de 12-4 e foram campeões da NFC East.[63] Os Giants tiveram uma folga na primeira rodada dos playoffs e vantagem de campo pelo resto dos playoffs.

No Divisional Round, eles enfrentaram o arquirrival Philadelphia Eagles no Giants Stadium com rajadas de vento. Philadelphia ganhou o jogo por 23-11. Manning completou 15 passes para 169 jardas, não teve touchdowns mas teve duas interceptações.[64]

Temporada de 2009Editar

 
Manning em um aquecimento pré-jogo em 2009

Em 5 de agosto de 2009, ele assinou uma extensão de contrato no valor de US $ 97,5 milhões por seis anos.[65]

No último jogo no Giants Stadium, Manning e os Giants passaram vergonha, perdendo por 41-9 para o Carolina Panthers.[66] Após o jogo, Manning pediu desculpas aos fãs pelo desempenho da equipe.[67] Os Giants terminaram a temporada 2009 com uma campanha de 8-8 e não foram para os playoffs.[68]

Manning terminou a temporada de 2009 com 4.021 jardas, 27 touchdowns, um percentual de 62.3 e um rating de 93.1.

Temporada de 2010Editar

 
Manning contra o Houston Texans em outubro de 2010

Em 16 de agosto, durante um jogo de pré-temporada contra o New York Jets, Manning foi atingido por Brandon Jacobs e Manning teve um grande corte que precisou de 12 pontos. Ele teve que ser retirado do jogo.

Os Giants terminaram a temporada de 2010 da NFL com uma campanha de 10-6 com derrotas contra Indianapolis Colts, Tennessee Titans, Dallas Cowboys, Philadelphia Eagles e o Green Bay Packers.[69]

Manning levou o Giants para uma vitória por 17-14 no último jogo da temporada contra o Washington Redskins, no entanto, por causa da vitória do Green Bay Packers por 10-3 sobre o Chicago Bears, os Giants não se classificaram para os playoffs.[70] Os Packers venceram o Super Bowl XLV.

Ele terminou a temporada com 4.002 jardas, 31 touchdowns, 25 interceptações (líder na liga) e uma porcentagem de conclusão de 62,5.[71][72]

Temporada 2011: segundo título do Super BowlEditar

 
Manning em 15 de janeiro de 2012

Em agosto de 2011, Manning gerou uma controvérsia leve na mídia esportiva durante uma entrevista de rádio no programa "The Michael Kay Show". Quando perguntado pelo apresentador Michael Kay se ele era um quarterback de elite da categoria "Top 10, Top 5" na mesma classe de Tom Brady, ele respondeu:

Eu me considero nessa classe. Tom Brady é um ótimo quarterback... Eu acho que ele ficou melhor a cada ano e é isso que eu estou tentando fazer. Eu meio que espero que os meus próximos sete anos sejam meus melhores.[73]

Manning recebeu críticas pela citação por tentar inflar seu próprio status e habilidades, com os críticos apontando suas estatísticas como inconsistentes, incluindo suas 25 interceptações na temporada anterior, como evidência contraditória a suas afirmações.[74][75] No entanto, Manning também recebeu apoio do treinador do Giants, Tom Coughlin, e de companheiros como o wide receiver Hakeem Nicks. Mais tarde na temporada, o coordenador defensivo do Dallas Cowboys, Rob Ryan, comentou sobre a citação: "Ele com certeza é um quarterback de elite.[76]

Temporada regularEditar

Os Giants abriram a temporada de 2011 com um começo lento, perdendo para o Washington Redskins por 28-14 em um jogo emocionante no décimo aniversário dos ataques de 11 de setembro.[77] Manning completou 18 passes para 268 jardas, mas deu uma interceptação cara no terceiro quarto para o linebacker Ryan Kerrigan, que retornou para um touchdown e balançou o ímpeto do jogo.[78]

Depois de um início de 6-2, incluindo uma vitória de virada por 24-20 sobre o New England Patriots que evocou comparações com o Super Bowl XLII,[79] os Giants entraram em um trecho difícil de sua agenda, enfrentando o San Francisco 49ers, New Orleans Saints, e o Green Bay Packers, os respectivos campeões da NFC Oeste, Sul e Norte. Os Giants perderiam todos os três jogos, bem como perderiam para o Philadelphia Eagles em casa, colocando novamente suas esperanças na pós-temporada em risco.

No entanto, ao contrário das três temporadas anteriores, os Giants terminariam fortes, vencendo três dos últimos quatro jogos. No último jogo da temporada regular contra os Cowboys, Manning teve 346 jardas e três touchdowns, dando aos Giants a vitória, o título NFC East e uma vaga nos playoff pela primeira vez em três anos. Ele ganhou uma indicação ao Pro Bowl por sua performance na temporada de 2011.[80]

Playoffs de 2011Editar

 
Manning durante um jogo de playoffs contra os Packers

Os Giants entraram na pós-temporada de 2011 como underdogs (azarão), com uma das piores campanhas entre os classificados na NFC.[81] No entanto, Manning e sua equipe demonstrariam mais uma vez sua resistência e durabilidade no final do ano. Os Giants conseguiram ultrapassar facilmente o Atlanta Falcons por 24-2 no Wild Card[82] e depois surpreenderam o Green Bay Packers no Divisional Round. Na vitória, Manning completou 21 passes e jogou três touchdowns e uma interceptação.[83]

Na semana seguinte, os Giants vingou sua derrota na temporada regular para o San Francisco 49ers com uma dramática vitória por 20-17 na prorrogação no NFC Championship Game.[84] No jogo, Manning estabeleceu um recorde de franquias nos playoffs com 32 passes certos em 52 tentativas, junto com 316 jardas e dois touchdowns apesar de ter sido sacado seis vezes.[85]

Essa vitória garantiu a Manning e os Giants uma segunda viagem em cinco anos para o Super Bowl, preparando uma muito antecipada revanche do Super Bowl XLII contra Tom Brady e o New England Patriots. Os Giants também fizeram história como a primeira equipe a chegar ao Super Bowl tendo sofrido mais pontos do que marcados na temporada regular (394 pontos marcados, 400 pontos permitidos).

Super Bowl XLVIEditar

No programa mais assistido na história da televisão dos Estados Unidos,[86] Manning mais uma vez levou os Giants a uma vitória sobre os Patriots por 21-17, sua segunda vitória no Super Bowl e a quarta geral para a franquia.[87]

Eu estava gritando para Bradshaw: "Não marque, não marque", disse Manning. "Ele tentou parar, mas caiu na end zone."

—  Eli Manning recorda o touchdown vencedor do jogo de Ahmad Bradshaw

Enquanto perdia para os Patriots por 17-15 nos minutos finais, Manning liderou os Giants a uma campanha de 88 jardas até um touchdown que muitos observadores descreveram como "acidental".[88][89] Faltando pouco mais de um minuto de jogo, Manning passou a bola para Ahmad Bradshaw com a esperança de parar na linha do gol e forçar os Patriots a usarem seu tempo final, permitindo assim os Giants a esgotar o relógio. Os Patriots, por sua vez, não tentaram parar Bradshaw e ele então caiu na End zone, apesar de tentar parar. No entanto, o tempo restante não foi suficiente para o quarterback dos Patriots, Tom Brady, liderar uma virada e os Giants mantiveram a vitória.

Manning foi novamente nomeado o MVP do Super Bowl XLVI, tornando-se o terceiro quarterback consecutivo a ganhar o prêmio.[90] Os Giants também se tornaram o primeiro time com menos de dez vitórias em uma temporada regular de 16 jogos a ganhar o Super Bowl.[91] Manning também se tornou o primeiro quarterback na história da NFL a ter 4.900 jardas e ganhar um Super Bowl na mesma temporada.

Após ganhar o Super Bowl, Manning e os Giants desfilaram em Manhattan e foram homenageados com chaves simbólicas da cidade pelo prefeito Michael Bloomberg.[92] Ele foi classificado em 31º por seus companheiros jogadores no NFL Top 100 Players de 2012.[93]

Temporada de 2012Editar

 
Manning no Pro Bowl de 2013

Os Giants enfrentariam uma temporada decepcionante após o título do Super Bowl em 2011. Manning levou os Giants a uma campanha de 6-2 no começo da temporada, porém eles terminaram com uma campanha de 9-7.

Ele terminou a temporada com 26 passes para touchdown, 15 interceptações e 3.948 jardas.[94] Como era típico para esta fase de sua carreira (2012–16), Manning estava excepcionalmente bem protegido por sua linha ofensiva; ele foi sacado apenas 19 vezes. Embora os Giants não tenham se classificado para os playoffs, Manning foi selecionado para seu terceiro Pro Bowl.[95][96]

Temporada de 2013Editar

Manning levou os Giants ao pior inicio de temporada desde 1976, 0-6. Ele teve 12 interceptações em seus primeiros cinco jogos. Manning caiu para 0-3 contra seu irmão mais velho, Peyton, na derrota por 41-23 para o Denver Broncos.[97] O jogo entre Peyton e Eli foi o último encontro profissional dos dois irmãos. Os Giants terminaram a temporada com uma campanha de 7-9, sua primeira campanha negativa desde o ano de estreia.

Manning passou Phil Simms para se tornar o líder de todos os tempos da franquia em jardas passadas. Simms, que jogou 14 temporadas com os Giants, terminou sua carreira com 33.462 jardas.[98][99] Ele foi classificado em 43º por seus companheiros jogadores no NFL Top 100 Players de 2014.

Temporada de 2014Editar

 
Manning no Pro Bowl de 2016

Depois de um início de 0-2, os Giants venceram três jogos consecutivos, mas perderam seus próximos sete jogos, incluindo uma derrota por 16-10 para o San Francisco 49ers, em um jogo em que Manning teve cinco interceptações.[100]

Os Giants venceram três dos últimos quatro jogos para terminar a temporada com uma campanha de 6-10.[101]

Manning terminou a temporada com 30 passes para touchdown, 14 interceptações e 4.410 jardas.[102]

Temporada de 2015Editar

Poucos dias antes do início da temporada regular dos Giants contra o Dallas Cowboys, Manning assinou uma extensão no valor de US $ 84 milhões com os Giants por quatro anos.[103] Após o início da temporada 5-5, os Giants caíram para 1-5 no restante da temporada e terminaram com uma campanha de 6-10 pela segunda temporada consecutiva.[104]

Manning terminou a temporada de 2015 com 35 passes para touchdown, 387 passes certos, 618 tentativas de passes e rating de 93,6 (todos recordes pessoais).[105] Seus 35 touchdowns bateram o recorde de Y. A. Tittle em uma única temporada na história da franquia e ficou em segundo lugar entre os quarterbacks daquele ano.[106] Manning também teve 4.432 jardas em 2015, o segundo maior número em sua carreira.

Em 22 de janeiro de 2016, Manning foi selecionado para seu quarto Pro Bowl, substituindo Ben Roethlisberger.[107] Ele foi classificado em 47º por seus companheiros no NFL Top 100 Players of 2016.[108]

Temporada de 2016: retorno aos playoffsEditar

 
Manning no acampamento de treinamento dos Giants em 2016

Em 16 de outubro, em uma vitória sobre o Baltimore Ravens, Manning teve três touchdowns, alcançando um total de 302 passes para touchdown e passando John Elway pela sétima colocação em touchdowns na carreira.[109]

Em uma derrota na semana 16 contra os Eagles, Manning estabeleceu um recorde de 63 tentativas de passe em um único jogo, enquanto teve um touchdown e três interceptações, superando o recorde de 21 jogos de Peyton Manning com 3+ interceptações com 22.[110] No entanto, o Tampa Bay Buccaneers perdeu para o New Orleans Saints, dando aos Giants o primeiro lugar nos playoff desde a vitória no Super Bowl XLVI na temporada de 2011.[111]

Com uma campanha de 11-5 (sua primeira temporada vencedora desde 2012), Manning e os Giants enfrentaram o Green Bay Packers no Lambeau Field no Wild Card. Manning completou 23 passes para 299 jardas, enquanto teve um touchdown.[112] Os Packers derrotariam os Giants por 38-13, terminando a temporada dos Giants.[113]

Manning terminou a temporada tendo 26 touchdowns, 16 interceptações e mais de 4.000 jardas com um rating de 86,0.[114] No geral, o ataque dos Giants foi fraca durante a maior parte da temporada, com o único ponto brilhante sendo o wide receiver Odell Beckham Jr.

Em 4 de fevereiro de 2017, Manning e Larry Fitzgerald ganharam o prêmio Walter Payton Man of the Year, tornando-se a primeira vez desde a temporada de 2006 que dois jogadores foram co-vencedores desse prêmio (Drew Brees e LaDainian Tomlinson).[115][116]

Temporada de 2017Editar

Apesar das sólidas atuações de Manning, os Giants começaram a temporada com uma campanha de 0-5, com os últimos três jogos sendo perdidos por 10 pontos.

Durante a semana 9 contra o Los Angeles Rams, Manning terminou com 220 jardas, 2 touchdowns e uma interceptação quando os Giants perderam por 51–17. Durante o jogo, ele se tornou o sétimo quarterback a atingir 50.000 jardas.[117]

Em 28 de novembro, depois de um início de 2-9 na temporada, foi anunciado que Manning iria ser substituído por Geno Smith na Semana 13, terminando a série de 210 jogos consecutivos de Manning. Foi a segunda maior marca de um quarterback, atrás apenas dos 297 jogos de Brett Favre.[118]

Em 5 de dezembro, dois dias após o jogo da semana 13, Manning foi renomeado como titular depois que McAdoo foi demitido como treinador principal.[119]

Os Giants terminaram sua decepcionante temporada com uma campanha de 3-13.[120]

Temporada de 2018Editar

 
Manning em 2018

Após especulações de que Manning seria dispensado, o novo treinador dos Giants, Pat Shurmur, colocou esses rumores de lado dizendo: "Acho que o importante é que temos aqui um cara (Manning) que ajudou essa organização a vencer Super Bowls. Ele é um jogador excelente. Estou realmente ansioso para trabalhar com ele".[121]

Depois de duas derrotas no início da temporada, Manning e os Giants derrotaram os Houston Texans por 27-22. Manning foi eficiente com 25 passes para 297 jardas e dois touchdowns. Os Giants perderam os próximos cinco jogos consecutivos, apesar de excelentes performances do novato Saquon Barkley.

Os Giants terminaram com uma campanha de 5-11 e foram os últimos na NFC East.[122] Manning teve 4.299 jardas, 21 touchdowns e 11 interceptações na temporada.[123]

Estatísticas da carreiraEditar

Temporada regularEditar

Ano Time Jogos Passando Correndo Sacks Fumbles
Ten Comp Pct Jardas Média Long TD Int Rating Ten Jardas Média TD Sack Jardas Fum Perdidos
2004 NYG 9 197 95 48,2% 1 043 5,3 52 6 9 55,4 6 35 5,8 0 13 83 3 1
2005 NYG 16 557 294 52,8% 3 762 6,8 78 24 17 75,9 29 80 2,8 1 28 184 9 2
2006 NYG 16 522 301 57,7% 3 244 6,2 55 24 18 77,0 25 21 0,8 0 25 186 9 2
2007 NYG 16 529 297 56,1% 3 336 6,3 60 23 20 73,9 29 69 2,4 1 27 217 13 7
2008 NYG 16 479 289 60,3% 3 238 6.8 48 21 10 86,4 20 10 0,5 1 27 174 5 2
2009 NYG 16 509 317 62,3% 4 021 7,9 74 27 14 93,1 17 65 3.8 0 30 216 13 8
2010 NYG 16 539 339 62,9% 4 002 7,4 92 31 25 85,3 32 70 2,2 0 16 117 7 5
2011 NYG 16 589 359 61% 4 933 8,4 99 29 16 92,9 35 15 0,4 1 28 199 8 4
2012 NYG 16 536 321 59,9% 3 948 7,4 80 26 15 87,2 20 30 1,5 0 19 136 4 1
2013 NYG 16 551 317 57,5% 3 818 6,9 70 18 27 69,4 18 36 2,0 0 39 281 7 2
2014 NYG 16 601 379 63,1% 4 410 7,3 80 30 14 92,1 12 31 2,6 1 28 187 7 4
2015 NYG 16 618 387 62,6% 4 432 7,2 87 35 14 93,6 20 61 3,1 0 27 157 11 4
2016 NYG 16 598 377 63% 4 027 6,7 75 26 16 86,0 21 -9 -0,4 0 21 142 7 4
2017 NYG 15 571 352 61,6% 3 468 6,1 77 19 13 80,4 12 26 2,2 1 31 189 11 5
2018 NYG 16 576 380 66% 4,299 7,5 58 21 11 92,4 15 20 1.3 1 47 358 7 4
Total 232 7 972 4 804 60,3% 55 981 7,0 99 360 239 84,1 311 560 1,8 7 406 2 826 122 55

Pós-TemporadaEditar

Ano Time Jogos Passando Correndo Sacks Fumbles
Ten Comp Pct Jardas Média Long TD Int Rating Ten Jardas Média TD Sack Jardas Fum Perdidos
2005 NYG 1 18 10 55,6% 113 6.3 25 0 3 35,0 0 0 0,0 0 4 22 1 1
2006 NYG 1 27 16 59,3% 161 6,0 29 2 1 85,6 2 4 2,0 0 1 7 0 0
2007 NYG 4 119 72 61,3% 854 7,2 52 6 1 95,7 8 10 1,3 0 9 47 2 0
2008 NYG 1 29 15 51,7% 169 5,8 34 0 2 40,7 1 0 0,0 0 0 0 0 0
2011 NYG 4 163 106 65% 1 219 7,5 72 9 1 103,3 8 20 2,5 0 11 75 1 0
2016 NYG 1 44 23 52,3% 299 6,8 51 1 1 72,1 1 11 11,0 0 2 4 1 1
Total 12 400 242 60,5% 2 815 7,0 72 18 9 87,4 20 45 2,3 0 27 155 5 2

RecordesEditar

 
Manning em 15 de janeiro de 2012.

NFLEditar

  • Mais touchdowns no 4º quarto emuma temporada (15 em 2011)[124]
  • Empatado em passe mais longo para touchdown (99 jardas em 2011)[125]
  • Empatado em mais campanhas vitoriosas em uma temporada (8 em 2011)
  • Mais vitórias fora de casa em uma única temporada regular e pós-temporada por um quarterback titular (10)
  • Mais jardas de passes em uma única pós-temporada (1,219 jardas em 2011)[126]
  • Único QB na história da NFL sem lançar uma interceptação em várias finais de conferência[127]

Recordes dos GiantsEditar

  • Mais passes tentados (carreira): 7,396
  • Mais passes tentados (temporada): 618 (2015)[128]
  • Mais passes tentados (jogo): 63 (2016-12-22 @PHI)
  • Mais passes tentados (playoffs): 400
  • Mais passes tentados (temporada de playoff): 163 (2011)
  • Mais passes tentados (jogo de playoffs): 58 (2012-01-22 @SFO)
  • Mais passes completos (carreira): 4,424
  • Mais passes completos (temporada): 387 (2015)
  • Mais passes completos (jogo): 41 (2015-10-11 SFO)
  • Mais passes completos (playoffs): 242
  • Mais passes completos (temporada de playoff): 106 (2011)
  • Mais passes completos (jogo de playoffs): 32 (2012-01-22 @SFO)
  • Mais passes completos (jogo, como novato): 19 (2004-12-26 @CIN; empatado com Joe Pisarcik)
  • Mais jardas passadas (carreira): 55,981
  • Mais jardas passadas (temporada): 4,933 (2011)
  • Mais jardas passadas (playoffs): 2,815
  • Mais jardas passadas (temporada de playoff): 1,219 (2011)
  • Mais passes para TDs (carreira): 339
  • Mais passes para TDs (playoffs): 18
  • Mais passes para TDs (temporada de playoff): 9 (2011)
  • Mais interceptações (carreira): 228
  • Mais interceptações (temporada): 27 (2013)
  • Mais interceptações (jogo): 5 (2013-12-15 SEA e 2014-11-16 SFO; empatado com Charlie Conerly e Jeff Rutledge)
  • Mais vezes sacado (playoffs): 27
  • Mais vezes sacado (temporada de playoffs): 11 (2011)
  • Mais vezes sacado (jogo de playoff): 6 (2012-01-22 @SFO; empatado com Phil Simms)
  • Mais jardas passadas por jogo (carreira): 239.3
  • Mais jardas passadas por jogo (temporada): 308.3 (2011)
  • Mais jogos com 300+ jardas (carreira): 47
  • Mais jogos com 300+ jardas (temporada): 10 (2011)
  • Mais jogos com 300+ jardas (playoffs): 2 (empatado com Kerry Collins)
  • Mais temporadas com 4000+ jardas: 6
  • Mais longo passe: 99 jardas (2011)[129]
  • Mais jogos consecutivos como QB titular: 194 (183 temporada regular + 11 jogos de playoffs)[130]
  • Mais passes consecutivos, jogo: 21 (2011)

Outros empreendimentosEditar

Manning, seus irmãos Peyton e Cooper, e seus pais Archie e Olivia, todos apareceram em um anúncio da ESPN, This is SportsCenter, em 2006.[131][132] Ele também co-estrelou com Peyton anúncios da NFLShop.com e Oreo.

Ele é um porta-voz da Citizen Watch Co.,[133] da Toyota de Nova Jersey e da Reebok. Ele recebeu várias ofertas de patrocínio depois de chegar ao Super Bowl XLII.

Vida pessoalEditar

 
Manning em 2007

Manning nasceu em Nova Orleans, o mais novo dos três garotos de Olivia (nascida Williams) e o ex-quarterback da NFL, Elisha Archibald "Archie" Manning III, ambos nativos do Mississippi.[134] Ele é um membro da fraternidade Sigma Nu como era seu pai, e foi nomeado atleta Sigma Nu do ano em 2001 e 2003.

Em 2007, ele se casou com Abby McGrew de Nashville, Tennessee.[135] McGrew estudou moda em Nova York[136] e está com Manning desde seus dias na Universidade do Mississippi.[137] O casal se casou em uma cerimônia privada realizada em San José del Cabo, no México, em 19 de abril de 2008.[138][139] Manning e Abby têm três filhas.[140][141][142] Eles residem, durante a temporada, em Hoboken, Nova Jersey.

Eli e Peyton Manning se voluntariaram após o furacão Katrina. Os Manning ajudaram na entrega de 14.000 libras (14.000 kg) de água, Gatorade, fórmula para bebês, pedra-pomes e travesseiros para o povo de Nova Orleans.[143] Depois de visitar o Hospital Infantil Blair E. Batson da University of Mississippi Medical Center, ele realizou uma campanha para levantar US $ 2,5 milhões para a construção da "Clínica Infantil Eli Manning". Manning disse em 2007: "Sinto-me honrado pelo trabalho que eles fazem e tenho a honra de fazer este compromisso para ajudar a levantar fundos para construir esta clínica de última geração que servirá as famílias do Mississippi nos próximos anos". Seu pai, Archie Manning, também levantou fundos para os esforços de socorro do Katrina.[144]

Em 2009, Eli, Peyton e Archie Manning foram co-autores de um livro infantil intitulado Family Huddle, que descreve em texto e imagens simples como os três irmãos Manning jogavam futebol americano quando eram meninos. Em 2010, Eli Manning apareceu em um comercial para aumentar a conscientização para o vazamento de petróleo da Deepwater Horizon.

Desde 2008, Manning é o apresentador do Guiding Eyes for the Blind's Golf Classic, o maior e mais antigo evento beneficente de golfe em Westchester County, Nova York. Guiding Eyes é uma escola de cães-guia sem fins lucrativos que atende cegos e deficientes visuais ao redor do mundo, bem como crianças no espectro do autismo. Ele é um ex-membro do Conselho do Presidente em Aptidão Física e Esportes.[145]

Referências

  1. Stewart, Mark (7 de agosto de 2009). Eli Manning (em inglês). [S.l.]: Gareth Stevens Publishing LLLP. ISBN 9781433919664 
  2. «New York Giants Career Passing Leaders». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  3. «NFL Passing Touchdowns Career Leaders». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  4. Silver, Nate (12 de janeiro de 2015). «The Most Clutch Postseason Quarterback Of All Time Is Eli Manning». FiveThirtyEight (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  5. «A Look Back at Eli Manning». USA TODAY High School Sports (em inglês). 26 de dezembro de 2013. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  6. «O'Connor: H.S. coach: Eli was always a Manning». ESPN.com (em inglês). 4 de fevereiro de 2012. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  7. «GAME NOTES: Rebels Face OSU In Cotton Bowl Return». Ole Miss Athletics (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  8. «Cotton Bowl - Oklahoma State vs Ole Miss Box Score, January 2, 2004». College Football at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  9. «Eli Manning | PLAYERS | NFLPLAYERS.COM». web.archive.org. 22 de maio de 2006. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  10. «2003 Heisman Trophy, College Football Awards». web.archive.org. 26 de janeiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  11. «2003 Heisman Trophy Voting». College Football at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  12. «SI.com - 2004 NFL Draft - Eli Manning». web.archive.org. 26 de abril de 2004. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  13. «Eli Manning's College Stats Page». peytonmanning18.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  14. a b «National Football Foundation». archive.is. 16 de junho de 2004. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  15. «Which team has the most victories in the Independence Bowl? (Factoid 964)». www.collegefootballfaniacs.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  16. nl.newsbank.com http://nl.newsbank.com/nl-search/we/Archives?p_action=list&p_topdoc=11. Consultado em 9 de fevereiro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  17. a b c d «SI.com - 2004 NFL Draft - Eli Manning». web.archive.org. 26 de abril de 2004. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  18. «National Football Foundation». archive.is. 28 de agosto de 2005. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  19. «JockBio: Eli Manning Biography». www.jockbio.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  20. «Eli Manning | PLAYERS | NFLPLAYERS.COM». web.archive.org. 22 de maio de 2006. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  21. «Eli Manning Player Profile - College Football - Ole Miss». web.archive.org. 20 de janeiro de 2004. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  22. Serby, Steve (24 de abril de 2014). «Eli Manning revisits drama of the draft day that changed Giants history». New York Post (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  23. Spotrac.com. «Eli Manning». Spotrac.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  24. «2004 NFL Draft Listing». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  25. «Eli Manning, Ben Roethlisberger, Philip Rivers top QB class ever? - Don Banks - SI.com». web.archive.org. 31 de agosto de 2009. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  26. «Eli Manning 2004 Game Log». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  27. «2004 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  28. «Eli Manning 2004 Game Log». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  29. «Warner: 'I'm no backup'; QB to leave Giants». ESPN.com (em inglês). 29 de dezembro de 2004. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  30. «SignOnSanDiego.com > San Diego Chargers -- Looking out for No. 1». web.archive.org. 3 de outubro de 2005. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  31. «USATODAY.com - At 2-0, Giants taking baby steps toward bigger things». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  32. «2005 Week3: Giants at Chargers - Giants.com». web.archive.org. 18 de outubro de 2005. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  33. «Michael Eisen - Story - 9.26 Chargers 45, Giants 23: Inside the Numbers! - Giants.com». web.archive.org. 18 de janeiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  34. «Rams vs. Giants - Game Recap - October 2, 2005 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  35. «National Football League Stats - by Team Category | NFL.com». www.nfl.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  36. «National Football League Stats - by Player Position | NFL.com». www.nfl.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  37. «Team Giants 2005 NFC Final Standings». www.teamgiants.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  38. «Wild Card - Carolina Panthers at New York Giants - January 8th, 2006». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  39. «2006 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  40. «Giants vs. Eagles - Game Recap - January 7, 2007 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  41. «Eli Manning Stats». ESPN (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  42. «2006 NFL Passing». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  43. «Michael Eisen - Story - 1.29 Giants Name Chris Palmer Quarterbacks Coach - Giants.com». web.archive.org. 18 de janeiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  44. «PLAX ARRIVES TO WORK OUT By PAUL SCHWARTZ - Giants - New York Post Online Edition». web.archive.org. 11 de maio de 2007. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  45. «SHOCKEY SURE IT'LL WORK OUT By STEVE SERBY - Sports News | Scores | Results». web.archive.org. 25 de maio de 2007. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  46. «Shockey, Burress no-shows at Giants camp - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  47. WRITER, RALPH VACCHIANODAILY NEWS SPORTS. «John Mara: Giants sticking with Eli Manning - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  48. WRITER, OHM YOUNGMIUSKDAILY NEWS SPORTS. «Eli Manning quietly passes a big test - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  49. «2007 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  50. «NFL Game Center: Game Recap - New York Giants at Tampa Bay Buccaneers - 2007 18». web.archive.org. 11 de março de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  51. «Giants vs. Cowboys - Game Recap - January 13, 2008 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  52. «NFL Game Center: Game Recap - New York Giants at Green Bay Packers - 2007 20». web.archive.org. 22 de janeiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  53. WRITER, RALPH VACCHIANODAILY NEWS SPORTS. «Giants beat Packers in overtime, will battle Patriots in Super Bowl XLII - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  54. «Michael Eisen - Story - 1.20 Giants advance to Super Bowl! - Giants.com». web.archive.org. 22 de janeiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  55. «LA Daily News - Record 97.5 million watched Super Bowl». web.archive.org. 7 de fevereiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  56. «NFL Game Center: Game Recap - New York Giants at New England Patriots - 2007 21». web.archive.org. 9 de março de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  57. «ESPN - Elias Says: Sports Statistics - Stats from the Elias Sports Bureau». web.archive.org. 13 de fevereiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  58. Press, The Associated. «President Bush calls NY Giants to offer Super Bowl congratulations». NJ.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  59. Lapointe, Joe (4 de fevereiro de 2008). «Manning Keeps Cool, and Keeps a Drive Alive». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  60. «XLII facts about Super Bowl XLII». web.archive.org. 2 de fevereiro de 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  61. «Eli Manning Player Profile - College Football - Ole Miss». web.archive.org. 20 de janeiro de 2004. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  62. «2008 NFL Pro Bowlers». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  63. «2008 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  64. «Eagles vs. Giants - Game Recap - January 11, 2009 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  65. Spotrac.com. «Eli Manning». Spotrac.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  66. «Carolina Panthers at New York Giants - December 27th, 2009». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  67. Vacchiano, Ralph. «Eli Manning, Tom Coughlin lead apologies for New York Giants' disappointing 2009 - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  68. «2009 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  69. «2010 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  70. «2010 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  71. «New York Giants Schedule at NFL.com». www.nfl.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  72. «Official Site of the National Football League | NFL.com». www.nfl.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  73. «Eli sees himself in same class as Pats QB Brady». ESPN.com (em inglês). 16 de agosto de 2011. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  74. Florio, Mike (17 de agosto de 2011). «Eli makes his case for elite status». ProFootballTalk (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  75. «Eli Manning Has Classified Himself As An Elite Quarterback - Business Insider». web.archive.org. 12 de novembro de 2011. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  76. Smith, Michael David (9 de dezembro de 2011). «Rob Ryan: Eli Manning an elite quarterback "for sure"». ProFootballTalk (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  77. «Giants vs. Redskins - Game Recap - September 11, 2011 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  78. «New York Giants at Washington Redskins - September 11th, 2011». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  79. «Giants vs. Patriots - Game Recap - November 6, 2011 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  80. «2011 NFL Pro Bowlers». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  81. «2011 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  82. «Wild Card - Atlanta Falcons at New York Giants - January 8th, 2012». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  83. «Giants vs. Packers - Game Recap - January 15, 2012 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  84. «Giants vs. 49ers - Game Recap - January 22, 2012 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  85. «Player Game Finder Query Results». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  86. «Super Bowl Ratings Record: Giants-Patriots Game Is Highest-Rated TV Show In US History». web.archive.org. 7 de fevereiro de 2012. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  87. Hack, Damon. «ONE GIANT LEAP FOR MANNINGKIND». Vault (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  88. Hubbuch, Bart (6 de fevereiro de 2012). «Bradshaw's accidental TD works out fine for Giants». New York Post (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  89. Feb 2012, 10:42AM GMT 06 (6 de fevereiro de 2012). «Super Bowl XLVI: Ahmad Bradshaw scores Super Bowl winning touchdown - by accident». www.telegraph.co.uk (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  90. «Eli Manning wins 2nd Super Bowl MVP award - WSJ». web.archive.org. 7 de janeiro de 2016. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  91. Bondy, Filip. «If NY Giants beat San Francisco 49ers and go on to win Super Bowl XLVI against Ravens or Patriots, they would be worst champion ever, record-wise - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  92. «New York Giants Parade: Super Bowl Champs Celebrated At City Hall (PHOTOS)». web.archive.org. 10 de fevereiro de 2012. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  93. «'The Top 100: Players of 2012': Eli Manning». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  94. «Eli Manning 2012 Game Log». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  95. «2012 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  96. «QB Eli Manning added to 2013 Pro Bowl». web.archive.org. 23 de outubro de 2017. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  97. «Denver Broncos at New York Giants - September 15th, 2013». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  98. «Eli becomes Giants' all-time passing leader». ESPN.com (em inglês). 27 de outubro de 2013. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  99. «Eli Manning becomes New York Giants' all-time passing leader». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  100. «San Francisco 49ers at New York Giants - November 16th, 2014». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  101. «2014 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  102. «Eli Manning 2014 Game Log». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  103. «Eli Manning signs 4-year, $84M extension with Giants». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  104. «2015 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  105. «Eli Manning 2015 Game Log». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  106. «Eli Manning - Player Profile Advanced Football Stats, Metrics & Analytics». PlayerProfiler (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  107. Alper, Josh (22 de janeiro de 2016). «Eli Manning replaces Ben Roethlisberger in Pro Bowl». ProFootballTalk (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  108. «'Top 100 Players of 2016': No. 47 Eli Manning». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  109. «Baltimore Ravens at New York Giants - October 16th, 2016». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  110. «New York Giants at Philadelphia Eagles - December 22nd, 2016». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  111. «2016 NFL Standings & Team Stats». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  112. «2016 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  113. «Wild Card - New York Giants at Green Bay Packers - January 8th, 2017». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  114. «Eli Manning 2016 Game Log». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  115. Smith, Michael David (5 de fevereiro de 2017). «Eli Manning, Larry Fitzgerald share Man of the Year Award». ProFootballTalk (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  116. «Walter Payton Man of the Year Winners». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  117. «Ben McAdoo won't rule out benching Eli Manning». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  118. «Manning streak to end as Giants go with Smith». ESPN.com (em inglês). 28 de novembro de 2017. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  119. «Eli Manning to replace Geno Smith as Giants' starter». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  120. «2017 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  121. «Pat Shurmur ready to start Giants run with Eli Manning». NFL.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  122. «2018 New York Giants Statistics & Players». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  123. Zucker, Joseph. «Pat Shurmur After Giants' Loss to Cowboys: 'I Believe in Eli Manning'». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  124. Barrow, Eric. «A look back at each of Eli Manning's record-setting 15 fourth-quarter touchdowns for the NY Giants - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  125. «Glauber: Cruz's 99-yard TD still haunts Rex». Newsday (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  126. Times-Picayune, NOLA com | The. «Eli Manning is No. 41 on Louisiana's all-time top 51 athletes list». NOLA.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  127. «Player Game Finder Query Results». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  128. «New York Giants Single-Season Passing Leaders». Pro-Football-Reference.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  129. «Cruz changes game with 99-yard touchdown». ESPN.com (em inglês). 24 de dezembro de 2011. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  130. «Mind-blowing stats for the New York Giants». NFL.com (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  131. «Eli's rise could bring lots of zeroes through endorsements - USATODAY.com». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  132. WRITERS, Phyllis Furman, CARRIE MELAGODAILY NEWS STAFF. «Eli Manning piling up endorsements - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  133. «Citizen Watch Signs New York Giants Quarterback Eli Manning To Headline 'Unstoppable' Ad Campaign». web.archive.org. 11 de outubro de 2007. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  134. «Eli Manning engaged to Abby McGrew Finditt Press Release». web.archive.org. 19 de janeiro de 2008. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  135. «NY Giants' Eli Manning, Girlfriend Engaged». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  136. «Eli Manning and Abby McGrew Is Engaged». web.archive.org. 1 de fevereiro de 2008. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  137. «Eli Manning engaged to Abby McGrew Finditt Press Release». web.archive.org. 19 de janeiro de 2008. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  138. PIAZZA, JO. «Giants' Eli Manning married in Mexico - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  139. «Eli Manning & Abby McGrew Wed on the Beach». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  140. Maresca, Rachel. «Eli Manning's wife, Abby, gives birth to baby girl - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  141. Maresca, Rachel. «Eli Manning's wife, Abby, gives birth to baby girl - NY Daily News». nydailynews.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  142. Giants, New York (4 de julho de 2013). «We welcome another Manning to the @Giants Family, Eli and Abby's second daughter, Lucy Thomas born June 17, 2013». @Giants (em inglês). Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  143. «CNN.com - Manning brothers team up for Katrina relief - Sep 4, 2005». www.cnn.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  144. «Friends of Childrens Hospital :: An Evening with the Mannings». web.archive.org. 10 de fevereiro de 2008. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  145. «The President's Council on Physical Fitness and Sports - About The Council». web.archive.org. 22 de outubro de 2004. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 

Ligações externasEditar