Em Família (filme)

filme de 1971 dirigido por Paulo Porto

Em Família é um filme brasileiro de 1971, do gênero drama, dirigido por Paulo Porto.[2]

Em Família
Em Família (PRT)
 Brasil
1971 •  cor •  100 min 
Gênero drama
Direção Paulo Porto
Roteiro Ferreira Goulart / Vianinha[1]
Elenco Paulo Porto
Anecy Rocha
Odete Lara
Iracema de Alencar
Rodolfo Arena
Procópio Ferreira
Fernanda Montenegro
Elisa Fernandes
Antero de Oliveira
Idioma português

Sinopse editar

O casal de idosos, formado por Dona Lu e Seu Souza, mora no distrito de Paty do Alferes, numa casinha simples onde criaram os filhos. Porém os herdeiros do senhorio passam a exigir o reajuste do aluguel para um valor superior ao suportado pela modesta aposentadoria que recebem.

Para tentar contornar a situação, Souza chama os cinco filhos para uma reunião e pede ajuda. A mãe não se importa com a situação de penúria e contraria o marido ao gastar muito dinheiro para preparar os pratos preferidos de cada um.

Uma das filhas mora em Brasília e não comparece ao almoço. Jorge, o filho mais responsável e preocupado, vive num apartamento apertado no Rio de Janeiro, junto com a esposa Anita e a filha Suzana. Roberto, que não sabe o que é trabalho, passa seu tempo a jogar sinuca e beber cerveja às custas da irmã Neli, que mora num palacete mas está em crise no casamento e não vê possibilidade de ajudar os pais com o dinheiro do rico marido. Corinha mora num apartamento quarto e sala no Canindé, em São Paulo, com o marido e uma filha de colo.

Ao final, os filhos decidem que o melhor é separar os pais. Souza vai morar com Corinha em São Paulo e Dona Lu no Rio de Janeiro com Jorge. A saudade entre os dois aumenta, e o conflito com os filhos também.

Souza bate de frente com o genro e Corinha, mas encontra conforto na amizade que faz com o bombeiro aposentado Afonsinho, que é também presidente da associação de moradores local.

Tenta arranjar emprego, mas sua falta de habilidade e a idade avançada impedem que tenha sucesso.

No Rio de Janeiro Dona Lu e Suzana se desentendem, já que a neta perde seu quarto para a avó, e a compreensiva Anita vê sua relação com a sogra se desgastar pela convivência.

A umidade do rio Tietê deixa Souza doente. Quando o médico receita um clima mais seco, Corinha não perde tempo em sugerir que o pai se mude para Brasília, junto da irmã.

Dona Lu sabendo pela neta do plano do filho e nora de interná-la num asilo, se antecipa e pede a ambos que a internem, fingindo ser um desejo seu, mas exige segredo do marido.

Assim, os filhos resolvem dar um final de semana para o velho casal num hotel da praia de Copacabana. Os pais não comparecem ao jantar programado por todos e se separam na rodoviária, sob a promessa de logo voltarem a viver juntos, mas com a certeza muda de que jamais se verão novamente.[3][4]

Elenco editar

Ator Personagem
Rodolfo Arena Seu Souza
Iracema de Alencar[5] Dona Lu
Paulo Porto Jorge
Fernanda Montenegro Anita
Procópio Ferreira Afonsinho
Elisa Fernandes Suzana
Antero de Oliveira Roberto
Odete Lara Neli
Anecy Rocha Corinha

Prêmio editar

  • Festival Internacional de Moscou, medalha de prata.[6]

Adaptação editar

O filme ganhou uma adaptação para a televisão dentro do seriado Caso Especial, da TV Globo. O episódio intitulado "Domingo em Família" foi exibido em 22 de junho de 1983 e contou com Heloísa Mafalda e Jofre Soares como protagonistas.[7]

Referências

  1. «Em família». FUNARTE. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  2. «Biografia Iracema de Alencar». Mulheres do Cinema Brasileiro. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  3. Cinemateca Brasileira - Em Família
  4. Adoro Cinema
  5. «Biografia Iracema de Alencar». Museu da TV. Consultado em 29 de outubro de 2013 
  6. «Biografia: Fernanda Montenegro Pt. 2: O Cinema e Central do Brasil». Cinem(ação): filmes, podcasts, críticas e tudo sobre cinema. 26 de junho de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2021 
  7. Caso Especial: Domingo em Família - 22/06/1983, consultado em 17 de maio de 2022