Paulo Porto

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Paulo Porto (desambiguação).
Paulo Porto
Paulo Porto e Sônia Oiticica na peça Romeu e Julieta.
Nascimento 1 de setembro de 1917
Muriaé, MG
Nacionalidade brasileiro
Morte 3 de julho de 1999 (81 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Ocupação ator
IMDb: (inglês)

Paulo Porto (Muriaé, 1º de setembro de 1917Rio de Janeiro, 3 de julho de 1999) foi um ator brasileiro de rádio, teatro, cinema e televisão. Trabalhou também como diretor, roteirista e produtor.

Radicou-se no Rio de Janeiro em 1940 e foi um dos pioneiros do rádio e da televisão. Estreou no cinema em 1947, com o filme Asas do Brasil, dirigido por Moacyr Fenelon. Protagonizou filmes baseados na obra de Nelson Rodrigues como Toda nudez será castigada e O Casamento, dirigidos por Arnaldo Jabor.

FilmografiaEditar

CinemaEditar

Ano Título
1947 Asas do Brasil
1948 Inconfidência Mineira
1949 O Dominó Negro
1949 O homem que passa
1951 Milagre de Amor
1965 Um ramo para Luiza (como ator, produtor e roteirista)
1968 Fome de amor (como ator e produtor)
1968 Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa
1969 A Penúltima Donzela (como ator, produtor e roteirista)
1969 O Bravo Guerreiro
1970 Em Família (como ator, produtor, diretor e roteirista)
1970 Os Herdeiros
1970 Pra Quem Fica, Tchau (como ator e produtor)
1971 Como ganhar na loteria sem perder a esportiva
1973 As Moças Daquela Hora (como produtor, diretor e roteirista)
1973 Os primeiros momentos
1973 Toda Nudez Será Castigada (como ator e produtor)
1976 O Casamento
1978 A Noiva da Cidade
1978 Fim de Festa (como ator, no papel de Marcelo, produtor e diretor)[1]
1979 As Borboletas Também Amam (como ator e produtor)
1979 O Bom Burguês
1982 Pra frente, Brasil
1984 Memórias do cárcere
1986 Com Licença, Eu Vou à Luta
1987 Os Fantasmas Trapalhões
1988 Dedé Mamata

TelevisãoEditar

Ano Título Papel
1988 Vale Tudo Queiroz


Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.