Equipamento do Exército Português

Segue-se uma lista de equipamento no ativo do Exército Português:

Armas ligeirasEditar

Arma Foto Calibre Origem Notas
Pistolas
Walther m/961   9x19mm   Alemanha A ser substituída pela Glock 17 Gen 5.[1]
Glock 17 Gen 5   9x19mm   Áustria Adquirida em 2019 para substituir a Walther P38 e a SIG Sauer P228.[1]
SIG Sauer P228   9×19mm   Alemanha Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais e a ser substituída pela Glock 17 Gen 5.[2]
Heckler & Koch P30   9×19mm   Alemanha Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[2]
Heckler & Koch USP   9x19mm   Alemanha [2]
Submetralhadoras
Heckler & Koch MP5   9x19mm   Alemanha Versão A5, SD6 e KA4.[3][4]
Espingardas e Carabinas
SCAR L STD   5.56×45mm NATO   Bélgica 15 000 espingardas automáticas SCAR L.[5]
SCAR-H STD   7.62×51mm NATO   Bélgica 300 espingardas SCAR H.[5]
Heckler & Koch HK416   5.56×45mm NATO   Alemanha Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[6]
Heckler & Koch HK417   7.62×51mm NATO   Alemanha Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Heckler & Koch G36   5.56×45mm NATO   Alemanha Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[6]
Heckler & Koch G3   7.62×51mm NATO   Alemanha

  Portugal

A ser substituída pela FN SCAR.

Produzida em Portugal pela Fábrica de Braço de Prata.[6]

IMI Galil   5.56×45mm NATO   Israel Utilizada pelos Paraquedistas, a ser substituída pela FN SCAR.[6]
Espingardas de Precisão (Sniper)
Heckler & Koch G28   7.62×51mm NATO   Alemanha Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[6]
FN SCAR H PR   7.62×51mm NATO   Bélgica 550 espingardas de precisão SCAR H PR.[5]
Arctic Warfare   7.62×51mm NATO   Reino Unido [6]
Accuracy International AXMC   .338   Reino Unido Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Barrett M107   .50 BMG   Estados Unidos Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Caçadeiras
Benelli M4   12, 20 gauge   Itália [8]
Fabarm STF   12 gauge   Itália Utilizada pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Franchi SPAS-15   12 gauge   Itália Será substituída por 380 novas caçadeiras.[9]
Metralhadoras (Machine Guns)
Heckler & Koch MG4   5.56×45mm NATO   Alemanha Utilizada pela Brigada de Reação Rápida.[10]
FN Minimi Mk3   5.56×45mm NATO   Bélgica 1,000 Minimi Mk3.[5]
FN Minimi Mk3   7.62×51mm NATO   Bélgica 400 Minimi Mk3.[5]
MG3   7.62×51mm NATO   Alemanha A ser substituída pela FN Minimi.[11]
HK21   7.62×51mm NATO   Alemanha A ser substituída pela FN Minimi.[11]

Produzida em Portugal pela Fábrica de Braço de Prata

Browning M2   12.7 mm   Estados Unidos [12]
Lança Granadas
Milkor MGL   Granada 40mm   África do Sul Versão mk1
Mk 19 mod 3   Granada 40mm   Estados Unidos Adquirido em 1990, pode também ser utilizado em viaturas táticas.[13]
LAG SB M1   Granada 40mm   Espanha Adquirido em 1996, pode também ser utilizado em viaturas táticas.[13]
Heckler & Koch GMG   Granada 40mm   Alemanha Adquiridas 30 unidades em 2018, pode também ser utilizado em viaturas táticas.[13][14]
Heckler & Koch AG36   Granada 40mm   Alemanha Utilizado pelo Centro de Tropas de Operações Especiais
HK 269   Granada 40mm   Alemanha Utilizado pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
FN 40GL   Granada 40mm   Bélgica Adquiridos 2000 lança granadas FN 40GL.[5]

Pode ser utilizado na FN SCAR ou individualmente.

Armas Anticarro
Carl Gustav M3   84mm   Suécia 162 unidades, a serem modernizados na UAGME.[15][16]
MILAN m/94   115mm   França 755 Mísseis, 55 Milan+ 700 Milan-2-T.[17]
BGM-71 TOW   152mm   Estados Unidos 50 lançadores e 216 mísseis.[18]
M72 LAW   66mm   Estados Unidos m/78
Morteiros
Tampella B   120mm   Finlândia Morteiro Pesado m/74, 54 unidades no ativo.[16]
M30   107mm   Estados Unidos 56 morteiros fornecidos pelos Estados Unidos em 1996, 18 deles estão equipados nos M106 mortar carrier.[19]
L16 A2   81mm   Reino Unido Morteiro Médio m/86, 125 unidades.[16]
Morteirete   60mm   Portugal Morteiro ultra ligeiro m/68

Artilharia de campanha e antiaéreaEditar

Arma Foto Calibre Origem Notas
Artilharia Antiaérea
FIM-92 Stinger     Estados Unidos 30 unidades em serviço na Brigada de Intervenção desde 1994.[20]
M48 Chaparral     Estados Unidos 30 em serviço (11 na versão A2 e 19 na versão A3).[21][22]
Rheinmetall Rh 202   20mm   Alemanha 30 em serviço desde 1981.[23]
Artilharia de campanha
M109A5   155mm   Estados Unidos 18 M109A5 em serviço. Em processo de grande manutenção e pequenas modernizações.[24]
M109A2   155mm   Estados Unidos 6 M109A2 retirados do serviço ativo, apenas utilizados em exercícios de treino.[22]
M114A1   155mm   Estados Unidos 24 unidades no ativo, utilizados pelo Regimento de Artilharia N.º 5. Serão substituídos nos

próximos anos por outro obus de 155mm.[25]

L118 Light Gun   105mm   Reino Unido 21 unidades, utilizadas pelo Regimento de Artilharia N.º 4. O Exército Português pretende

adicionar algumas melhorias aos seus L118 Light Gun.[26]

Viaturas não blindadasEditar

Marca Origem Tipo Foto Notas
Commando Assault Vehicle   Reino Unido 4x4   Utilizado pelos Comandos, está equipado com uma blindagem na parte inferior, para proteção

contra explosivos improvisados,e equipado com uma Browning M2, três Heckler & Koch MG4,

um Carl Gustav e um Morteirete 60mm.[27]

Land Rover Defender 90TDI   Reino Unido 4x4   [28]
Toyota Land Cruiser HZJ73   Japão 4x4   Auto TG 0,25 Ton 5 mA/98.[28]
Mitsubishi L200   Japão 4x4   [28]
Toyota Hilux   Japão 4x4   23 viaturas operadas pelo Regimento de Apoio Militar de Emergência, equipadas com

modernos sistemas de geoferenciação e de comunicação, com ligação ao posto de

comandodo RAME.[29]

Camiões táticos
Iveco 40.10 WM   Itália 4x4   Auto TG 1,5 ton 11 mA/89-90.[30]
Iveco 90.17 WM   Itália 4x4   Auto TG 4 ton 19 mA/9.[31]
DAF Trucks YA 4440 D   Países Baixos 4x4   Auto TG 5 ton 19 mA/84.[31]
Unimog 1750L   Alemanha 4x4   Auto TG 2 ton 9 mF/79-84.[31]
Mercedes-Benz 1017   Alemanha 4x4   Auto TG 5 ton 23 4x4 mF/89. Também estão em uso as versões 1213, 1217 e 1222.[31]
Renault Kerax   França 4x4   Utilizado pelo RAAA1 e pelo Regimento de Manutenção com shelter.[32][33]
MAN KAT1   Alemanha 6x6   Utilizado para transportar componentes da ponte Ribon.[34]
M809   Estados Unidos 6x6   Também estão em uso as versões M49, M816 Wrecker e M818.[31]
Veículos Especiais
Polaris Sportsman MV850   Estados Unidos 4x4   8 operados pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Polaris MRZR 2 e D2   Estados Unidos 4x4   4 operados pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Polaris MRZR D4   Estados Unidos 4x4   4 operados pelo Centro de Tropas de Operações Especiais.[7]
Q-150D   Espanha 4x4   10 unidades adquiridas em 2020 através da NSPA para o Regimento de Paraquedistas.[35]
Yamaha TDM900   Japão   Utilizada pela Polícia do Exército
M578   Estados Unidos   24 unidades utilizadas para transportar munição para o M109A5

Viaturas blindadasEditar

Marca Origem Unidades Foto Notas
Panhard Ultrav M11   França 38   Auto blindado ligeiro de combate 4x4 m/89-91.[36]
HMMWV   Estados Unidos 37   Auto TG 1,25 ton.[30]
URO VAMTAC ST5   Espanha 139   Adquiridas 139 unidades em Outubro de 2018.[37]
  • 107 Transporte de Tropas
  • 12 Veículos de Operações Especiais
  • 13 Ambulâncias
  • 7 Veículos Posto de Comando
Joint Light Tactical Vehicle   Estados Unidos 0 (250)   O Exército Português procura adquirir 250 veículos JLTV através do programa FMS (Foreign Military Sales) que começa em 2020. O número total de

veículos ainda não está completamente definido. Estas viaturas destinam-se a substituir as viaturas Toyota Land Cruiser e Land Rover Defender ao

serviço do Exército. A LPM aprovada em 2019 consagra uma verba de 79 milhões de euros para a compra de veículos JLTV para o Exército Português.[38]

Oshkosh M-ATV   Estados Unidos 22   22 viaturas fornecidas pelos Estados Unidos para a Força Nacional Destacada Portuguesa em missão no Afeganistão.[39]
International MaxxPro   Estados Unidos  
Chaimite   Portugal 6   Seis Chaimite V200 4x4 com um morteiro de 81mm estão ao serviço do Regimento de Cavalaria N.º 6, são as últimas Chaimite no serviço ativo dentro do

Exército Português.

Commando V-150   Estados Unidos 14   Adquiridas 15 unidades, mas apenas 14 estão no serviço ativo, 9 das quais no Grupo de Reconhecimento, sediados no Regimento de Cavalaria N.º 6.[40]
Pandur II   Áustria

  Portugal

188   Várias versões fabricadas em Portugal pela Fabrequipa.[41]
  • 105 Transportes de Tropas (ICV)
  • 7 Transportes de Tropas com torre remota (ICV RWS)
  • 30 Veículos de Combate de Infantaria (IFV)
  • 5 Veículos Anticarro de Combate (ATGMV)
  • 16 Veículos Posto de Comando (CPV)
  • 7 Veículos de Recuperação e Manutenção (RMV)
  • 8 Veículos de Evacuação Médica (MEV)
  • 6 Veículos de Ponto de Estação de Acesso Rádio (RAPSV)
  • 4 Veículos de Reconhecimento e Vigilância (RSV)
M-113   Estados Unidos 255   M113A1/A2 (190 em serviço).[42][22]
  • 101 M113A2 recebidos em 1977 provenientes dos Estados Unidos
  • 104 M113A2 recebidos em 1993 provenientes da Holanda
  • 50 M113A1 recebidos em 1994 provenientes da Alemanha
M577A2   Estados Unidos 49   68 unidades recebidas, mas apenas 49 M577A2 no serviço ativo (46 em serviço como veículos de comando e 3 em serviço como veículo ambulância).[22]
M125 mortar carrier   Estados Unidos 15   3 M125A1 e 12 M125A2 equipados com morteiros de 81mm M29.[16]
M106 mortar carrier   Estados Unidos 18   10 M106 e 8 M106A2, equipados com morteiros de 107mm M30.[43]
M113 BGM-71 TOW   Estados Unidos 17   17 M-113 equipados com o sistema BGM-71 TOW.[18][22]
M901A1 ITV   Estados Unidos 4   No serviço ativo desde 1993.[18]
Leopard 2 A6   Alemanha 37   Além dos 37 carros de combate, também foi adquirida 1 unidade para formação de novos condutores e 1 unidade para fornecimento de peças.[44]
  • 32 em 2 Esquadrões de Combate (Grupo de Carros de Combate)
  • 5 no ERec (Esquadrão de Reconhecimento)
Veículos de engenharia, recuperação e formação
Leopard 2 Driver Training Tank   Alemanha 1   Uma unidade adquirida em 2008, utilizado para formação de novos condutores do Leopard 2 A6.[45]
M60 lança pontes   Estados Unidos 4   Em serviço desde 1981.[46]
M88   Estados Unidos 8   6 na versão M88A1 e 2 na versão M88A2G, em serviço desde 1978.[47]
M578   Estados Unidos 29   Veículo ligeiro de recuperação.

Veículos aéreos não tripulados (Drones)Editar

Marca Origem Unidades Foto Notas
Tekever AR4   Portugal 2   Inseridos na capacidade de Informações, Vigilância, Aquisição de Objetivos

e Reconhecimento Terrestre (ISTAR)

RQ-11B Raven UAS   Estados Unidos 36   Doze sistemas ou 36 aeronaves (juntamente comserviços e equipamentos

associados) foram adquiridos através da NSPA em 20 de agosto de 2018.[48]

MQM-170A Outlaw   Estados Unidos   Utilizado como alvo pelo Regimento de Artilharia Antiaérea N.º 1
Quadrotor   Utilizados pelos Paraquedistas na preparação da 3ª FND para a República Centro-Africana,

desconhece-se o fabricante e o número de unidades adquiridas.[49]

Outros EquipamentosEditar

  • Mercedes-Benz Atego
  • Mercedes-Benz Actros
  • MAN TGX 18.420
  • MAN 10.224
  • Volvo FH12-380: Camião Tractor 40 ton mF/00
  • DAF CF 85.510: Camião Tractor 38 ton mF/83
  • Iveco Eurocargo: Utilizado para instrução
  • Iveco Stralis: Adquirido em 2019
  • Empilhador BOSS 15ton
  • Empilhador Manitou MHT 10180L
  • Komatsu D65EX
  • Komatsu WB 93R
  • Volvo 4400
  • Moto-niveladora Volvo 710
  • Dumper Volvo 86
  • Dumper Volvo A25G
  • Barcos Schottel para manobrar a Ponte Flutuante Ribbon
  • Volvo B12B Irizar Century[50]
  • Toyota Optimo 2K[50]
  • Mercedes Benz Vito[50]
  • Renault Kangoo[50]
  • Citroen Berlingo[50]
  • Antena AD-17 VHF
  • Sistema de comunicação ICC-201 e ICC-251
  • Battlefield Management System[51]
  • Rádio FHZ THALES TRC4000E
  • Rádio Redes de Combate GRC-525
  • Radar de Vigilância do Campo de Batalha AN/PPS-5B,
  • Radar AN/MPQ-49B
  • Radar AN/TPQ-36[52]
  • Sistema de Posicionamento Global (GPS) AN/PSN-11 PLGR,
  • Jenoptik NYXUS Bird LR[53]
  • Óculos de Visão Nocturna AN/PVS-5B.
  • Capacete Opscore
  • Capacete Team Wendy
  • Capacete PASGT
  • Camuflagem DPM
  • Camuflagem Multicam
  • Comuflagem M18
  • Advanced Bomb Suit.[54]

Equipamentos em fase de aquisiçãoEditar

O Exército Português, tem vindo a se modernizar nos últimos anos, primeiro ao nível do Centro de Tropas de Operações Especiais, tendo adquirido as espingardas HK416 e HK417,a arma de precisão Barrett M107, a caçadeira Fabarm STF, e o lança granadas HK 269. Também adquiriu as viaturas Polaris nas versões Sportsman MV850, MRZR D2 e MRZR D4.[7]

Já em 2018, o Exército, adquiriu os lança granadas Heckler & Koch GMG, drones RQ-11B Raven UAS e as 139 viaturas blindadas Uro Vamtac ST5.

Em 2019 concluiu-se o processo de aquisição de armas ligeiras, no qual se incluem as espingardas FN SCAR H e a FN SCAR L que se torna arma padrão do Exército Português substituindo assim as Heckler & Koch G3, IMI Galil e as SIG SG 540, metralhadoras ligeiras e médias FN Minimi mk3 nos calibres 5.56×45mm NATO e 7.62×51mm NATO que substituem, as HK21 e as MG3, lança granadas FN 40GL e vários equipamentos de pontaria. Também em 2019 começa a ser distribuído o novo fardamento ao qual se inclui um novo padrão, capacetes balísticos, óculos de proteção, proteção maxilofacial, colete balístico, cotoveleiras de kevlar, luvas de proteção, relógio ou monitor fisiológico no pulso. Por fim o contrato para a compra da nova pistola terminou, vencendo a austríaca Glock17 de quinta geração.[55]

Em Fevereiro de 2020 o Exército confirma a compra de 10 viaturas Q-150D através da NSPA, para o Regimento de Paraquedistas.[35]

Estão em fase de compra vários equipamentos através da NSPA (agência de compras da OTAN), como a aquisição de 47 novos veículos táticos médios (viaturas 4×4 Porta Shelter SIC-T), 35 das quais blindadas, para reforçar o Sistema de Informação e Comunicações Tático do Exército[56] e a compra de novos sistemas de defesa antiaérea no qual se incluem oito terminais de armas para o Sistema Integrado de Comando e Controlo de Artilharia Antiaérea, dois radares de aviso local, oito sistemas de míssil ligeiro integrados em viaturas táticas ligeiras blindadas ou viaturas táticas médias blindadas, e oito viaturas táticas ligeiras blindadas ou médias blindadas, por forma a modernizar esta capacidade estrutural do Exército.[57]

Recentemente foi noticiada a intenção de se adquirem 250 viaturas Joint Light Tactical Vehicle via FMS, para substituírem os Toyota Land Cruiser e os Land Rover Defender, a compra destas viaturas está consagrada na LPM assinada em 2019.[58][38]

Equipamentos retiradosEditar

Referências: [59][60]

ReferênciasEditar

  1. a b «Portuguese Army Adopts Glock 17 Gen5 Coyote» (em inglês) 
  2. a b c «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  3. «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  4. Defence 360°, Victor Barreira / (1 de novembro de 2019). «The Special Operations Force (FOE) of the Portuguese Army's Rapid Reaction Brigade (BrigRR) has received a small batch of the Heckler & Koch MP5KA4 9x19mm submachine gun. The FOE's also fields a number of MP5SD6 9x19mm submachine guns, which were upgraded.pic.twitter.com/Gu04KfVthV» (em inglês) 
  5. a b c d e f «Nova Arma Ligeira do Exército Português foi ontem apresentada em Mafra». Jornal de Mafra. 17 de setembro de 2019 
  6. a b c d e f «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  7. a b c d e f g h i «EM LAMEGO COM AS OPERAÇÕES ESPECIAIS DO EXÉRCITO (I) | Operacional». Consultado em 10 de outubro de 2019 
  8. MINUSCA, UN Mission in the Central African Republic (2 de março de 2017), IMG_, consultado em 28 de maio de 2020 
  9. Lusa, Agência. «Portugal vai comprar 18 mil armas para o Exército por cerca de 43 milhões de euros até 2022» 
  10. «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  11. a b (PDF) http://warriors.pt/wp-content/uploads/2019/02/Revista-Warriors-n%C2%BA27-FN-Herstal-no-Ex%C3%A9rcito.pdf  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  12. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/pesado/metralhadoras/Metralhadora%20BROWNING%2012,7mm. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  13. a b c «NOVOS LANÇA GRANADAS AUTOMÁTICOS CHEGAM AO EXÉRCITO | Operacional». Consultado em 5 de setembro de 2019 
  14. «Portuguese Army Gets HK GMG Automatic Grenade Launchers». Tactical Life Gun Magazine: Gun News and Gun Reviews (em inglês). 8 de agosto de 2018. Consultado em 9 de julho de 2020 
  15. Defence 360°  😷, Victor Barreira / (2020T05:02). «The Portuguese Army's UAGME is modernizing @Saab Dynamics Carl-Gustaf M3 man-portable shoulder-fired anti-armour weapon systems. The upgrade will enable the launch of the latest versions of 84mm rounds. The weapon is essentially fielded by the army's Rapid Reaction Brigade.pic.twitter.com/3VSIqsjbrd». @Defence360 (em inglês). Consultado em 28 de maio de 2020  Verifique data em: |data= (ajuda)
  16. a b c d Future, Artillery (2019). Global Market Report 2019. [S.l.: s.n.] p. 25 
  17. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/lanca-misseis/Sistema%20de%20Arma%20Anticarro%20MILAN. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  18. a b c www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/lanca-misseis/Dispositivo%20de%20Lan%C3%A7amento%20Tubular%20M%C3%ADssil%20Guiado%20M220A1%20TOW. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  19. «Portugal Portuguese army land ground forces military equipment armoured vehicle intelligence informa | Portugal Portuguese army land ground forces UK | West Europe army military land forces UK» 
  20. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/lanca-misseis/Sistema%20Lan%C3%A7ador%20M%C3%ADssil%20AA%20STINGER. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  21. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/lanca-misseis/Sistema%20Lan%C3%A7ador%20M%C3%ADssil%20AA%20CHAPARRAL. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  22. a b c d e The Military Balance 2019. [S.l.]: International Institute for Strategic Studies. 2019. pp. 135–136 
  23. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/pesado/metralhadoras/Metralhadora%20BITUBO%20AA%2020%20mm%20M/81. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  24. Defence 360°, Victor Barreira / (2020T11:41). «The Portuguese Army Material General Support Unit (UAGME) will carry out the overhaul of an initial six BAE Systems M109A5 self-propelled howitzers. A total of 18 M109A5s are fielded by the Field Artillery Group of the Mechanized Brigade (BrigMec).pic.twitter.com/Hwl7UL17kQ» (em inglês)  Verifique data em: |data= (ajuda)
  25. Defence 360°, Victor Barreira / (6 de janeiro de 2020). «The Portuguese Army is seeking to acquire a new 155mm field artillery system to replace its existing M114A1 155mm/23 towed howitzers as part of the country's Military Programming Law 2019-2030. The M114A1s are fielded by the Intervention Brigade.pic.twitter.com/FQB4m5EHDI» (em inglês) 
  26. Defence 360°, Victor Barreira / (2 de novembro de 2019). «The Portuguese Army is considering to add a few improvements to its BAE Systems M119 Light Gun 105mm lightweight towed howitzers. They are essentially fielded by the Rapid Reaction Brigade.pic.twitter.com/5maXPIZkS5» (em inglês) 
  27. «UMA MANHÃ NOS «COMANDOS» | Operacional». Consultado em 10 de outubro de 2019 
  28. a b c «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  29. «Exército recebe 23 novas viaturas para ações de prevenção dos fogos rurais». TVI24. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  30. a b «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  31. a b c d e «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  32. «"Exército Parceiro Tecnológico Nacional"» 
  33. «Reunião de Integração operacional do Sistema Integrado de Comando e Controlo para a Artilharia Antiaérea». Portal da Defesa na Internet. Consultado em 22 de julho de 2020 
  34. Passe par tout (11 de novembro de 2010), M.A.N. Kat1 6x6 7ton gl, consultado em 22 de julho de 2020 
  35. a b Defence 360°, Victor Barreira / (2020T10:25). «The Portuguese Army is receiving ten 4x4 Q-150D multi-purpose airborne vehicles (PAMU in Portuguese Army) from Toro Vehículos Especiales y Sistemas. The fleet and associated equipment and services were purchased through the NSPA for the Parachute Regiment (RParas).pic.twitter.com/NrhyOjvsHN». @Defence360 (em inglês). Consultado em 7 de fevereiro de 2020  Verifique data em: |data= (ajuda)
  36. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/viaturas/especiais/blindadas-de-rodas/Auto%20Blindado%20Ligeiro%20PANHARD%20ULTRAV%20M11%20D%204x4%20M/89-91. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  37. «Portugal receives first VAMTAC ST5 LATVs | Jane's 360». www.janes.com. Consultado em 30 de dezembro de 2019 
  38. a b «Portugal seeks JLTVs | Jane's 360» 
  39. «Portugal to field US military MRAPs in Afghanistan | Jane's 360». 15 de fevereiro de 2018 
  40. Defence 360°, Victor Barreira / (27 de julho de 2019). «The Portuguese Army still fields the V-150S Commando 4x4 armoured reconnaissance vehicle. 9 are fielded by the GRec sub-unit, which is located at the Cavalry Regiment No. 6. 15 vehicles were originally received from Cadillac Gage. V-150S Commando is armed with turreted 90mm gun.pic.twitter.com/iIMw2UGYJD» (em inglês) 
  41. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/viaturas/especiais/blindadas-de-rodas/Viatura%20Blindada%20Rodas%20PANDUR%20II%208x8. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  42. https://www.sipri.org/databases/armstransfers  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  43. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/armamento/pesado/morteiros/MORTEIRO%20M30%20107mm%20%20M/52%20-%2094. Consultado em 21 de setembro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  44. «UM DIA NO GRUPO DE CARROS DE COMBATE | Operacional» 
  45. «UM DIA NO GRUPO DE CARROS DE COMBATE | Operacional» 
  46. www.exercito.pt https://www.exercito.pt/pt/o-que-fazemos/viaturas/especiais/blindadas-lagartas/Viatura%20Blindada%20Lan%C3%A7a%20Pontes%20M60A1%20m/1981. Consultado em 10 de outubro de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  47. «Viaturas Militares Portuguesas». viaturasmilitaresportuguesas.blogspot.com. Consultado em 24 de julho de 2020 
  48. «″Sistema crucial″. Exército confirma compra de 36 drones novos». www.dn.pt. Consultado em 21 de setembro de 2019 
  49. «PÁRAS PRONTOS PARA A REPÚBLICA CENTRO AFRICANA | Operacional». Consultado em 9 de julho de 2020 
  50. a b c d e «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  51. «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 28 de julho de 2020 
  52. «Raytheon / Hughes AN/TPQ-36 Firefinding Radar High-Mobility Weapon Locating Radar System». www.militaryfactory.com (em inglês). Consultado em 28 de julho de 2020 
  53. «https://twitter.com/defence360/status/1227200262105948160». Twitter. Consultado em 28 de julho de 2020  Ligação externa em |titulo= (ajuda)
  54. «Exército Português». www.exercito.pt. Consultado em 28 de julho de 2020 
  55. «Portuguese Army Adopts Custom Coyote Variant of Glock 17 Gen5». Tactical Life Gun Magazine: Gun News and Gun Reviews (em inglês). 11 de outubro de 2019. Consultado em 13 de outubro de 2019 
  56. Lusa, Agência. «Portugal avança para compra de 47 veículos para o Exército no valor de 13,33 milhões de euros». Observador. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  57. «Governo abre concurso para reequipamento dos sistemas de defesa antiaéreos». www.portugal.gov.pt. Consultado em 8 de outubro de 2019 
  58. «Estados Unidos querem vender viaturas blindadas a Portugal - DN» 
  59. «Portugal Land Systems (Current and Former Types)». www.militaryfactory.com (em inglês). Consultado em 29 de julho de 2020 
  60. d'aéroplanes, L'amateur (25 de maio de 2009). «Portuguese Equipment in the Colonial War». Steven's Balagan (em inglês). Consultado em 29 de julho de 2020