Abrir menu principal

IntroduçãoEditar

 
Tottenham Hotspur Stadium, para 62.062 expectadores.
 
Emirates Stadium, para 60.432.
 
Estádio Olímpico, para 60.000.
 
Stamford Bridge, para 41.798.

A capital inglesa abriga dezenas de clubes de futebol, ao todo são contabilizados sessenta, que vão desde amadores até times renomados no cenário mundial futebolístico.[1] Os quatro principais clubes londrinos são: Arsenal, Chelsea, Tottenham e West Ham, que possuem afiliados espalhados pela cidade. Charlton, Cristal Palace, Fulham, Queens Park Rangers e Millwall, são considerados clubes intermediários na hierarquia clubística do país, pois não possuem peso internacional e os seus adeptos ficam restritos aos bairros que os comportam.[1]

A fidelidade da torcida com os clubes é uma das características que mais saltam aos olhos. As instituições futebolísticas possuem um vínculo muito próximo com a comunidade em que está inserida.[1] Cada agremiação representa uma região da cidade e independentemente da divisão na qual a equipe se encontra circunstancialmente, os membros da comunidade permanecem fiéis, comparecendo habitualmente aos estádios.

Os fãs do esporte que moram em Londres, mas que não torcem por nenhum clube da capital, são chamados pejorativamente de glory hunters,[1] cujo significado pode ser traduzido como caçadores de glória. Os londrinos rejeitam de certa forma, aqueles que dão mais valor aos títulos alcançados, do que propriamente às raízes locais.

HistóriaEditar

As origens do futebol são imprecisas. Os relatos do uso da bola como objeto recreativo remetem ao primeiro milênio, e além disso, diversas nações reivindicam a condição de pátria-mãe do esporte.[2]

Contudo, foi com os clubes londrinos que o futebol ganhou as feições que hoje possui e passou a ser propagado pelo planeta. Em 1409, o Rei Henrique IV, denominou a modalidade como football,[1] como o esporte é chamado até hoje pelos ingleses e países da mesma língua, exceto nos Estados Unidos onde o esporte é denominado soccer. Já as regras primordiais do futebol foram criadas em 1581, por Richard Mulcaster,[1] conhecido como “advogado do futebol do século XVI”. Ele também estabeleceu a presença de um árbitro durante as partidas.

Em 26 de outubro de 1863 surgiu a Footbal Association[2]Federação Inglesa, a qual foi responsável por consolidar a modalidade como um símbolo nacional inglês. Através dessa associação foi determinada a principal regra do esporte, a saber, a proibição do uso da mão, exceto pelo goleiro. Essa regra é considerada um marco na história do esporte. Como não obteve consenso entre os envolvidos na federação, houve uma dissidência entre seus membros, separando a prática esportiva em duas modalidades rivais: aquela em que os atletas utilizam as mãos e os pés, conhecida como Rúgbi; e aquela em que os jogadores, exceção feita ao arqueiro, utilizam apenas os pés, denominada football (futebol).

O torneio futebolístico mais antigo do mundo é a Copa da Inglaterra, realizado desde 1871. A competição existe até hoje, envolvendo todos os times ingleses da Premier League, da Football League e do National League System. Atualmente, os principais clubes londrinos disputam a Premier League, a primeira divisão do campeonato nacional, a liga mais rentável do planeta.

Clubes por regiãoEditar

 
The Valley, para 27.111.
Principais clubes.[1]
Norte
Arsenal e Tottenham.
Sul
Crystal Palace e FC Wimbledon.
Leste
Charlton, Leyton Orient, Millwall e West Ham United.
Oeste
Brentford, Chelsea, Fulham e Queens Park Rangers.

Principais estádiosEditar

 
Estádio de Wembley, para 90.000 expectadores.

Os estádios das principais equipes de Londres, além de abrigarem os jogos de seus clubes, são considerados pontos turísticos na cidade. As arenas mais requisitadas pelos turistas são: Emirates Stadium, casa do Arsenal, com capacidade para mais de 60.000 torcedores,[3] o Olímpico de Londres, com mando do West Ham, para 60.000, Stamford Bridge, campo esportivo do Chelsea, que consegue receber mais de 41.000 espectadores,[4] e o Tottenham Hotspur Stadium, que pertence ao Tottenham, para mais de 62.000 torcedores, inaugurado em 2 de abril de 2019.[5]

Oito estádios tem capacidade para mais de 20.000 expectadores, sem contar o Estádio de Wembley, para 90.000.

 
Selhurst Park, para 26.309.
 
Craven Cottage, para 25.700.

Clubes nas três principais divisõesEditar

  • Status na Temporada 2019-20.
Clube Estádio Capacidade Fundação
Premier League (1ª)
Arsenal Emirates Stadium 60 432 1886
Chelsea Stamford Bridge 41 798 1905
Crystal Palace Selhurst Park 26 309 1905
Tottenham Hotspur Tottenham Hotspur Stadium 62 062[6] 1882
West Ham United Olímpico de Londres 60 000[7] 1895
EFL Championship (2ª)
Brentford Griffin Park 12 300 1889
Charlton Athletic The Valley 27 111 1905
Fulham Craven Cottage 25 700 1879
Millwall The Den 20 146 1885
Queens Park Rangers Loftus Road 18 360 1882
Football League One (3ª)
AFC Wimbledon Kingsmeadow 4 850 2002

Principais títulos dos clubes de LondresEditar

O Arsenal é o clube londrino com mais títulos entre as principais competições, com 43 conquistas, e o Chelsea o mais bem sucedido em competições da UEFA, com 6 títulos europeus, entre eles o da UEFA Champions League, único clube londrino a conquistar a principal competição europeia até os dias de hoje, da qual Arsenal e Tottenham também já foram finalistas, reunindo esses três clubes em conjunto um total de 100 títulos de destaque. O West Ham se posiciona como o quarto clube londrino mais bem sucedido, ostentando entre os seus títulos, uma conquista da UEFA Cup Winners' Cup.

Clube Campeonato Inglês FA Cup League Cup FA Community Shield Football League Championship Total nacional UEFA Champions League UEFA Cup Winners' Cup UEFA Europa League UEFA Super Cup UEFA Intertoto Cup Fairs
Cup
Copa Intercontinental / Copa do Mundo de Clubes da FIFA Total
Arsenal 13 13 2 15 - 42 1 (1)* 44
Chelsea 6 8 5 4 2 25 1 2 2 1 - 31
Tottenham Hotspur 2 8 4 7 2 23 1 2 26
West Ham United 3 1 2 6 1 1 8
Wanderers 5 - 5 5
Queens Park Rangers 1 2 3 3
Fulham 2 2 1 3
Charlton Athletic 1 1 2 2
Crystal Palace - 2 2 2
Clapham Rovers 1 - 1 1
Wimbledon 1 - 1 1
Brentford - 1 1 1
Millwall - 1 1 1

(1)* A Fairs Cup, ou Taça das Cidades com Feiras em português, não é considerada competição oficial pela UEFA.

Ligações externasEditar

Referências