Abrir menu principal

A GP3 Series, ou, abreviando, GP3, foi uma categoria de monopostos, de promoção à GP2 Series, que teve início em 2010.[1] Inicialmente, estava previsto a fusão com o campeonato de International Fórmula Master.[1] Contudo, a GP3 Series usou inicialmente um novo chassis da Dallara e motores Renault.[2][3]

GP3 Series
GP3 Series
Categoria Monolugares
País ou região Internacional
Temporada inaugural 2010
Temporada final 2018
Pilotos 28
Equipes 7
Construtores Dallara
Fornecedores dos motores Mecachrome
Fornecedores dos pneus Pirelli
Último piloto campeão França Anthoine Hubert
Última equipe campeã França ART Grand Prix
Site oficial gp3series.com

Esperava-se que o orçamento ronde os €600,000 por ano.[4]

Em 2019, a categoria se fundiu com o Campeonato Europeu de Fórmula 3 da FIA para formar uma nova categoria, o Campeonato de Fórmula 3 da FIA.[5]

Índice

Carro da GP3 SeriesEditar

Os carros da GP3 Series foram iguais para todos os participantes.

Chassis
Desenhado e construído pela Dallara, empresa que já produzia os chassis da GP2 Series e IndyCar Series, além dos carros da equipe Hispania Racing Team de Formula 1.[2][3]
Motor
desenvolvido inicialmente pela Renault e posteriormente pela Mecachrome.[2][3]
Caixa de velocidades
Caixa de velocidades sequencial longitudinal de 6 velocidades.[3]
Pneus
A italiana Pirelli foi a fornecedora de pneus da GP3 Series, enquanto sua concorrente Bridgestone, fornecia os pneus para a GP2 Series.[2][3]
Outras partes
A Brembo fabricou os freios, tal qual já acontecia na GP2 Series.[3]

Fim-de-semana de corridaEditar

Um fim de semana de corrida contava com uma sessão de treinos de 30 minutos na sexta-feira e uma sessão de 30 minutos de classificação no sábado, seguido por duas corridas. A sessão de classificação determinava a ordem do grid para a corrida de sábado.

A segunda corrida acontecia no domingo e o grid era decidido pelo resultado de sábado com o top 8 sendo invertido, sendo assim, o piloto que obteve o oitavo lugar no sábado, largava na pole position e o vencedor saia da oitava posição.

A distância de cada corrida era decidida antes de cada evento, entretanto era obrigatório correr o número determinado de voltas dentro do tempo limite de 30 minutos. Não sendo completado o número de voltas, vencia quem recebesse a bandeirada ao final do tempo.[3]

Sistema de pontosEditar

  • Pole Position para a corrida de Sábado: 2 pontos
Sistema de Pontuação para a Corrida 1
 1º   2º   3º   4º   5º   6º   7º   8º   9º   10º 
25 18 15 12 10 8 6 4 2 1
Sistema de pontos para a Corrida 2
 1º   2º   3º   4º   5º   6º   7º   8º 
15 12 10 8 6 4 2 1
  • Volta mais rápida: 2 pontos por corrida. Para registar a volta mais rápida, o piloto deveria completar pelo menos 90% das voltas da corrida e terminar dentro do Top 10.

Com este sistema de pontos, o maior número de pontos que alguém podia marcar durante o fim-de-semana era de 46, fazendo a pole position e vencendo as duas corrida com volta mais rápida em ambas.

TemporadasEditar

2010Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2010

A Temporada da GP3 Series de 2010 foi a temporada inaugural da categoria.

2011Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2011

2012Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2012

2013Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2013

2014Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2014

2015Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2015

2016Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2016

2017Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2017

2018Editar

 Ver artigo principal: Temporada da GP3 Series de 2018

CampeõesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Elizalde, Pablo (3 de outubro de 2008). «GP2 organisers announce GP3 series». autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 1 de julho de 2009 
  2. a b c d Elizalde, Pablo (4 de maio de 2009). «Organisers reveal GP3 details». autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 1 de julho de 2009 
  3. a b c d e f g «New GP3 Series welcomes technical partners». GP2 Series. 4 de maio de 2009. Consultado em 1 de julho de 2009 
  4. «GP3 Series to use Turbocharged Renault engines». italiaracing.net. 19 de março de 2009. Consultado em 1 de julho de 2009. Arquivado do original em 5 de maio de 2009 
  5. Simmons, Marcus (22 de setembro de 2017). «FIA confirms new single-make Formula 3 category for 2019». autosport.com. Autosport. Consultado em 17 de janeiro de 2018