Abrir menu principal

Holandês Voador

navio amaldiçoado
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Holandês Voador (desambiguação).
O Holandês Voador por Albert Pinkham Ryder.

O Holandês Voador (em inglês: Flying Dutchman) é um lendário navio fantasma, que teria como sina vagar pelos mares até o fim dos tempos sem poder atracar em nenhum porto.

O navio é um filibote, um veleiro comum entre o final do século XVII e primeira metade do século XVIII. Esta embarcação é tipicamente holandesa, sendo bastante utilizada pela Companhia Holandesa das Índias Orientais.

Índice

DescriçãoEditar

O Holandês Voador é o mais famoso dos navios fantasmas. Sua lenda era muito contada por marinheiros durante o século XVII e narra que o capitão do navio, em certa ocasião, teria insistido - ignorando os protestos de sua tripulação - em atravessar o conhecido Estreito de Magalhães. Desde sua primeira travessia, realizada pelo navegador português Fernão de Magalhães, a região é famosa pelo seu clima instável e suas geleiras, os quais tornam a navegação no local extremamente perigosa. Ainda assim, o capitão conduziu seu navio pelo estreito, encarando terríveis tempestades, das quais ele teria escapado, ao que parece, fazendo um pacto com o Diabo, em uma aposta (um jogo) no qual o capitão venceu, utilizando dados viciados. Por ter trapaceado, o navio e seu capitão teriam sido amaldiçoados, condenados a navegar eternamente pelos oceanos, sempre contra ao vento, causando o naufrágio de outras embarcações que porventura o avistassem, colocando-as dentro de garrafas.

Existem histórias que citam que o capitão de um navio, ao atravessar uma tempestade, foi visitado por Nossa Senhora, que atendia às preces dos marinheiros desesperados. Culpando-a pelo infortúnio, atacou a imagem (amaldiçoou-a) e atraiu para si, a maldição de continuar vagando pelos sete mares até o fim dos tempos.

Há também a versão dizendo que, apesar das súplicas de sua tripulação, um capitão holandês insistiu em atravessar o Cabo Horn em meio a uma tempestade violenta. O Espírito Santo apareceu, mas o satânico capitão disparou sua pistola e amaldiçoou-o. Por sua blasfêmia, foi condenado a navegar por toda a eternidade, sem nunca poder parar em um porto. Desde Então, os marinheiros dizem que um encontro com o Holandês Voador é um prenúncio de desastre.

Nos trópicos equatoriais, existem lendas que surgiram no [[século XVIII] sobre Davy Jones ser o capitão do Holandês Voador. Segundo a lenda popular de marinheiros, ele era um demônio no mar ou, para algumas pessoas, um deus que atormentava marinheiros até a morte e atraia tempestades para navios despreparados. Além disso, confundia capitães e pilotos, fazendo-os errarem suas rotas dos seus navios e baterem em rochedos ou entrar em correntes marítimas perigosas. Assim sendo, tomaria a alma dos náufragos, que passariam a integrar a tripulação de seu navio. Diz-se que, os marinheiros que sobreviveram, vendiam suas almas à Davy Jones para sobreviverem, tornando-se um serviçais do Holandês Voador, podendo desembarcar por 1 dia a cada 10 anos. Davy Jones ainda era capaz de convocar e controlar o monstro marinho Kraken, para que seguisse seus propósitos. Se um homem encontrar o coração de Davy Jones, que ainda bate, terá a vida do demônio em suas mãos e aquele que furar o coração, matando Davy Jones, será o novo capitão do Holandês Voador.

Na cultura popularEditar

  • Edwin Van Der Sar, ex goleiro holandês, ganhou esse apelido por fazer defesas "milagrosas".
  • No desenho animado Bob Esponja Calça Quadrada, existe um personagem que "imita" o Holandês Voador, em sentido figurado. Sua história é bem parecida com a do Holandês (neerlandês) da mitologia.
  • Nos longas-metragens Piratas do Caríbe: O Baú da Morte e Piratas do Caríbe: No Fim do Mundo, o Holandês Voador também é mostrado sendo comandado por Davy Jones.
  • No capítulo 606 do mangá e 526 no anime One Piece o Holandês Voador aparece sob o comando de Van Der Dekken.
  • Na série O Elo Perdido há um episódio sobre o Holandes Voador.
  • No jogo Age of empires existe um código no qual se digita "Flying dutchman" e um navio fantasma surge no centro da cidade, que pode andar no chão.
  • Ele é citado no episódio "Red Sky at Morning" o episódio 6 da terceira temporada da serie Sobrenatural (Supernatural).
  • Na história "O Holandês Voador", Tio Patinhas e o Pato Donald também procuram o navio-fantasma.[1]
  • Na série, Viagem ao Fundo do Mar, há um episódio sobre o Holandês Voador.
  • Robin van Persie, recebeu esse apelido após o memorável gol na copa do mundo de 2014 contra a Espanha, campeã da Copa do Mundo de 2010.
  • Max Verstappen, piloto da equipe Red Bull de Fórmula 1 também é mencionado por esse apelido devido às suas performances na pista, principalmente quando larga das últimas posições.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Carl Barks. «Inducks». Consultado em 1 de março de 2014