Hua Guofeng

político chinês


Hua Guofeng
华国锋
Hua Guofeng durante uma visita à Romênia em 1978
Secretário-Geral do Partido Comunista da China China
Período 07 de outubro de 1976
28 de junho de 1981
Antecessor Mao Zedong
Sucessor Hu Yaobang
Primeiro-Ministro da República Popular da China
Período 04 de fevereiro de 1976
10 de setembro de 1980
Antecessor Zhou Enlai
Sucessor Zhao Ziyang
10º Presidente da Comissão Militar Central
Período 06 de outubro de 1976
28 de junho de 1981
Antecessor Mao Zedong
Sucessor Deng Xiaoping
Vice-Presidente do Partido Comunista da China
Período 07 de abril de 1976
07 de outubro de 1976
Presidente Mao Zedong
Dados pessoais
Nome completo Su Zhu (nascimento)
Nascimento 16 de fevereiro de 1921
Shanxi, República da ChinaTaiwan
Morte 20 de agosto de 2008 (87 anos)
Pequim, República Popular da China China
Nacionalidade chinês
Cônjuge Han Zhijun (韩芝俊)
Filhos Su Hua

Su Bin

Su Ling

Su Li

Partido Partido Comunista da China

Hua Guofeng (Shanxi, 16 de fevereiro de 1921Pequim, 20 de agosto de 2008),[1] foi um político chinês. Foi sucessor de Mao Zedong na liderança da China e do Partido Comunista Chinês, tendo sido considerado um líder mais conservador, pondo fim à Revolução Cultural[2][3] lançada por seu antecessor e procurando uma retomada ao modelo soviético da década de 50.[4] Foi sucedido por Deng Xiaoping após 5 anos de governo, mas continuou atuante na política até 2002. Faleceu devido a complicações de uma doença não revelada.[5]

Hua Guofeng
Chinês tradicional: 華國鋒
Chinês simplificado: 华国锋

BiografiaEditar

Originário da província de Shanxi, Hua subiu ao poder como oficial regional em Hunan entre 1949 e 1971, primeiro servindo como secretário do Comitê do Partido da prefeitura de Xiangtan, área natal de Mao, e depois secretário do partido na província durante os últimos estágios do Revolução Cultural. Hua foi elevado ao nível nacional no início de 1976 e era conhecido principalmente por sua lealdade inabalável a Mao. Após a morte de Zhou Enlai, Mao elevou Hua à posição de Premier do Conselho de Estado, supervisionando o trabalho do governo, e de Primeiro Vice-Presidente do Partido Comunista, o que o tornou o sucessor designado de Mao.

Em 6 de outubro de 1976, logo após a morte de Mao em 9 de setembro, Hua removeu a Gangue dos Quatro do poder político ao providenciar sua prisão em Pequim. Posteriormente, ele assumiu os títulos de presidente do partido e presidente da Comissão Militar Central. Hua é até agora o único líder que ocupou simultaneamente os cargos de líder do partido, primeiro-ministro e presidente do CMC.

Hua tentou reformas moderadas e reverteu alguns dos excessos das políticas da era da Revolução Cultural. No entanto, por causa de sua insistência em continuar a linha maoísta e recusa em adotar reformas em grande escala, ele enfrentou resistência nos escalões superiores do partido. Em dezembro de 1978, um grupo de veteranos do partido liderado por Deng Xiaoping, um reformador pragmático, retirou Hua do poder, mas permitiu-lhe manter alguns títulos. Hua gradualmente caiu na obscuridade política, mas continuou a insistir na correção dos princípios maoístas. Ele é lembrado como uma figura de transição amplamente benigna na história política chinesa moderna.[6]

Referências

  1. «Hua Guofeng». Encyclopædia Britannica, (em inglês). Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  2. «Morre Hua Guofeng, sucessor de Mao Tsé-tung na China». G1 - Portal Globo.com. Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  3. «Hua Guofeng, Transitional Leader of China After Mao, Is Dead at 87». The New York Times (em inglês). Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  4. «Hua Guofeng, successor to Chairman Mao, dies». Telegraph (em inglês). Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  5. «Hua Guofeng». The Guardian News (em inglês). Consultado em 9 de Janeiro de 2016 
  6. Current Biography Yearbook (em inglês). [S.l.]: H. W. Wilson Company. 2008 

Ligação externaEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.