Abrir menu principal

Igaci

Município brasileiro do estado de Alagoas

Igaci é um município brasileiro do estado de Alagoas, fazendo parte da região metropolitana de Palmeira dos Índios. Sua população estimada em 2010 era de 25.197 habitantes.[3]

Município de Igaci
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 4 de outubro
Fundação 1957 (62 anos)
Gentílico igaciense
Prefeito(a) Oliveiro Torres Piancó (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Igaci
Localização de Igaci em Alagoas
Igaci está localizado em: Brasil
Igaci
Localização de Igaci no Brasil
09° 32' 13" S 36° 38' 02" O09° 32' 13" S 36° 38' 02" O
Unidade federativa Alagoas
Mesorregião Agreste Alagoano IBGE/2008[1]
Microrregião Palmeira dos Índios IBGE/2008[1]
Região metropolitana do Agreste
Municípios limítrofes Cacimbinhas, Major Izidoro, Estrela de Alagoas, Palmeira dos Índios, Belém, Craíbas, Arapiraca, Coité do Noia e Taquarana
Distância até a capital 153 km
Características geográficas
Área 333,586 km² [2]
População 25 197 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 75,53 hab./km²
Altitude 240 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,54 baixo PNUD/2000[4]
PIB R$ 76 412,009 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 954,83 IBGE/2008[5]


{{{1}}}O município de Igaci deve ao português João de Lima Acioli o início de seu povoamento. Chegou ele nos meados do século XIX, implantando ali um sítio que teve grande desenvolvimento. Tendo em vista o grande número de "olhos d`água" existentes na região, denominou o local de Olho D` Água do Acioli. A água abundante contribuiu para que inúmeras famílias de regiões atingidas frequentemente pelas secas, fixassem ali suas residências. Seu maior incremento foi a partir de 1877, quando Alagoas sofreu uma de suas maiores estiagem. Exatamente pela fartura de água existente, grande parte de sertanejos deslocou-se para Olho D` Água do Acioli e em pouco tempo estava formado o primeiro aglomerado urbano do futuro município.

Entre os primeiros que contribuíram para o rápido desenvolvimento daquele núcleo estavam Serapião Sampaio, Santos Silva, capitão Bartolomeu de Souza Vergueiro, Justino Luiz, as famílias Torres e Tomas de Albuquerque e Carlos Pontes que veio a tornar-se mais tarde um dos grandes vultos da literatura e da política nacional.

A lei estadual nº 428 de 15 de junho de 1904 elevou Olho D` Água do Acioli a categoria de Vila, como distrito judiciário de Palmeira dos Índios. A implantação da estrada de ferro pela ex-Grewestern, hoje Rede Ferroviária Federal do Nordeste também contribuiu de forma decisiva para a afirmação econômica do lugar. Nesta mesma época teve seu topônimo mudado para Igaci que, em língua indígena significa "Olho D` Água". O comércio atravessou por fase áurea no mesmo período, quando inúmeras "bolandeiras" (descaroçadores de algodão) foram instaladas aproveitando as safras generosas de suas lavouras. Aos poucos porém, levados por vários fatores, seus proprietários acabaram por fechá-los, existindo apenas um na atualidade. A emancipação política de Igaci ocorreu por força da Lei nº 2087 de 27 Dezembro de 1957, instalando-se oficialmente a 12 de Janeiro de 1959, desmembrado de Palmeira dos Índios e integrado por um único distrito, o da sede, situação que ainda hoje permanece. O município tem duas principais festividades: a Emancipação Política (comemorada no dia 04 de outubro deste século passado por conta festa inauguração da paróquia da cidade) e a festa da padroeira, Nossa Senhora da Saúde. Outro atrativo é o banho no rio Jacuípe.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

[1]

  Este artigo sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Alves, Maria (4 de outubro de 2019). [facebook.com «História de Igaci»] Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 6 de outubro de 2019