Abrir menu principal

Wikipédia β

Igreja de São Sebastião (Lagos)

igreja em Lagos, Portugal
Disambig grey.svg Nota: Para consultar outras igrejas com a mesma designação, veja Igreja de São Sebastião.

A Igreja de São Sebastião é um edifício religioso, localizado na cidade de Lagos, em Portugal.

Igreja de São Sebastião
Igreja de São Sebastião, em 2016
Estilo dominante Renascimento, Gótico tardio
Fim da construção 1325 (Ermida)
1463 (transformação em igreja)
Religião Igreja Católica Romana
Diocese Diocese do Algarve
Ano de consagração 1325 (N. Sra. da Conceição)
1463 (São Sebastião)
Website Página oficial da Paróquia de São Sebastião
Geografia
País Portugal
Região Distrito de Faro
Local Freguesia De São Sebastião, em Lagos
Coordenadas 37° 6′ N 8° 40′ W
Notas: Fontes: C. M. de Lagos[1] Min. da Cultura[2]

Índice

CaracterizaçãoEditar

Caracterização físicaEditar

O edifício apresenta um altar com talha dourada, um corpo de 3 naves, separadas por arcadas com colunas dóricas, e capelas laterais e colaterais, igualmente decoradas com talha dourada. Anexada à igreja, encontra-se a Capela dos Ossos, de reduzidas dimensões, no estilo joanino.[2]

As principais entradas são um pórtico tardo-gótico e um portal lateral de estilo Renascentista, que antes era a porta principal da antiga Ermida de Nossa Senhora da Conceição.[1]

LocalizaçãoEditar

Este edifício encontra-se ao longo da Rua Conselheiro Joaquim Machado, na União das Freguesias de Lagos (São Sebastião e Santa Maria).[3]

Classificação e protecçãoEditar

A igreja encontra-se classificada como Monumento Nacional, de acordo com o Decreto n.º 9 842, DG n.º 137, de 20 de Junho de 1924.[4]

HistóriaEditar

Séculos XV-XVIIIEditar

O primeiro edifício religioso neste local foi a Ermida de Nossa Senhora da Conceição, construída em 1325;[1] ainda no Século XIV, tornou-se sede de freguesia.[1] Em 1463, o bispo D. João de Mello patrocinou a construção de uma capela-mor, tornando a ermida numa igreja;[2] ainda no Século XIV, tornou-se sede de freguesia.[1] ; o templo continua, no entanto, a ser dedicado a N. Sra. da Conceição.

Em 1490, a igreja é, por ordem de D. João II, de novo aumentada, sendo consagrada a São Sebastião, santo protector contra as pestes que surgiam esporadicamente na região; em 1570, são construídos o retábulo-mor, pelo entalhador Francisco Xavier, e o retábulo da capela do Santíssimo, provavelmente da autoria do entalhador Custódio Mesquita.[2] Desde esta altura e até 1580, são pintadas, pelo pintor Álvaro Dias, quatro telas para serem colocadas no retábulo-mor. Em meados do mesmo século, foram construídos outros retábulos laterais para a igreja, entre outras obras de ampliação; nesta altura, o antigo portal da Ermida foi colocado como porta lateral da igreja.[2]

Entre os Séculos XVII e XVIII, deu-se o revestimento da nave por azulejos.[2]

Séculos XVIII-XXEditar

A igreja foi gravemente danificada no Sismo de 1755, tendo a torre e a tribuna sido destruídos; a sede da paróquia teve de ser deslocada para a Igreja de Nossa Senhora do Carmo.[2]

Em 1828, foi fabricado, pelo ferreiro Costa e Sousa, um relógio para a torre, e, em 1858, o edifício teve de sofrer obras de restauro após um incêndio.[2]

A igreja foi, de novo, danificada pelo Sismo de 1969, tendo as reparações tido lugar em data desconhecida.[2]

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Igreja de São Sebastião (Lagos)

Referências

  1. a b c d e «Património Edificado». Câmara Municipal de Lagos. Consultado em 3 de Agosto de 2010 
  2. a b c d e f g h i Giebels, Daniel. «Igreja de São Sebastião (Lagos)». RADIX-Ministério da Cultura. Consultado em 3 de Agosto de 2010 
  3. «Paróquia de São Sebastião». Diocese do Algarve. Consultado em 3 de Agosto de 2010 
  4. «Igreja de São Sebastião». Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico. Consultado em 3 de Agosto de 2010 
  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.