Abrir menu principal

Wikipédia β

Igreja de Santo António (Lagos)

Disambig grey.svg Nota: Para mais templos com este nome, veja Igreja de Santo António.
Igreja de Santo António (Lagos): estátua de Santo António no altar-mor.

A Igreja de Santo António é um edifício religioso localizado em Lagos, no Distrito de Faro, em Portugal.

Índice

HistóriaEditar

Provavelmente edificada sob o reinado de D. João V, foi construída para servir de local de culto para os militares de Lagos, pertencendo à administração militar. Danificada no Sismo de 1755, foi recuperada em 1769 por ordem de Hugo Beaty, comandante do Regimento de Infantaria de Lagos.

Em princípios do Século XX, a igreja, ainda sobre administração militar, encontrava-se num estado de preservação bastante lastimável, uma vez que infiltrações de água no telhado estavam a danificar a pintura da abóbada, os emadeiramentos do coro e a talha dourada.[1] Devido a problemas de ordem financeira, não se pôde levar a cabo a reparação do edifício. Em 1924, a Igreja foi classificada como Monumento Nacional, pelo Decreto n.º 9/842.[1] Em 1929, deixa de pertencer ao Ministério da Guerra, passando a ser administrado pelo Ministério da Instrução Pública.[2] As reparações, supervisionadas pelo Dr. José Formosinho, iniciaram-se em 1930.[3] A partir desta altura, a Igreja passou a fazer parte do Museu Regional de Lagos. Em 1931, a secção de Arte Sacra do Museu Regional de Lagos foi instalada na sacristia da Igreja.

Actualmente, só presta serviços religiosos uma vez por ano, no dia de seu padroeiro (13 de Junho). A Igreja é parte integrante do Museu Dr. José Formosinho.

CaracterísticasEditar

A Igreja é de traça barroca, como pode ser comprovado pela sua fachada principal, contendo um óculo enfeitado com conchas e um escudo nacional com ramificações, de estilo jesuítico. O aspecto exterior da Igreja é simples, com paredes de cantaria lisa; o frontão principal encontra-se voltado para o poente (rua General Alberto da Silveira), englobando a entrada principal. A fachada lateral, virada para o Largo do Compromisso Marítimo (rua Silva Lopes), inclui um arco de volta perfeita, de grandes proporções, que cria um alpendre abobadado.[4]

Tem duas torres sineiras, de dimensões distintas. A torre sul, de maior dimensão, apresenta um relógio colocado em 1839.[4]

A nave, de tecto abobadado pintado, encontra-se decorada com azulejos e talha dourada. Ao longo das paredes laterais encontram-se 8 quadros, representando cenas da vida de Santo António de Lisboa, pintados pelo mestre José Joaquim Rasquinho de Loulé.[5] A sacristia, à qual se acede a partir do altar, é actualmente uma sala de exposição de Arte Sacra, aonde se encontram paramentos, estatuária e outros artigos religiosos.

BibliografiaEditar

  • Paula, Rui Mendes (1992). Lagos. Evolução Humana e Património. Vila Real de Santo António: Câmara Municipal de Lagos. 392 páginas. ISBN 972-95676-2-X 
  • Formosinho, R. (1930). Museu Regional de Lagos Dr. José Formosinho. Uma Reacção Crítica ao Modelo Estabelecido. Lagos: Não publicado 

Referências

  1. a b Formosinho, 1930:2
  2. Formosinho, 1930:3
  3. Formosinho, 1930:4
  4. a b Paula, 1992:288
  5. Segundo a brochura oficial da Câmara Municipal de Lagos

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Igreja de Santo António (Lagos)
  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.