Abrir menu principal
Inácio Arruda
Foto:Antônio Cruz/ABr
Secretário da Ciência e Tecnologia e Educação Superior do Ceará
Período 2 de fevereiro de 2015
até 6 de abril de 2018

1° de janeiro de 2019
até atualidade

Governador Camilo Santana
Senador pelo Ceará
Período 1º de fevereiro de 2007
até 31 de janeiro de 2015
Deputado Federal pelo Ceará
Período 1º de fevereiro de 1995
até 1º de fevereiro de 2007
Deputado Estadual do Ceará
Período 1º de janeiro de 1991
até 31 de dezembro de 1994
Vereador de Fortaleza
Período 1º de janeiro de 1989
até 31 de dezembro de 1990
Dados pessoais
Nascimento 5 de maio de 1957 (62 anos)
Fortaleza-CE
Cônjuge Teresinha Braga Monte
Partido PCdoB (1983-atualmente)
Profissão Funcionário público
linkWP:PPO#Brasil

Inácio Francisco de Assis Nunes Arruda (Fortaleza, 5 de maio de 1957) é um político brasileiro. Atualmente é Secretário da Ciência e Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará.

Filiado ao PCdoB desde 1981, foi eleito sucessivamente, em 1988 vereador de Fortaleza, em 1990 deputado estadual, em 1994 deputado federal, reeleito em 1998 e 2002. Em 2006, foi eleito senador do Ceará, tornando-se o primeiro senador comunista eleito depois de Luís Carlos Prestes em 1946.

BiografiaEditar

Estudou na Escola Técnica Federal do Ceará, tendo concluído o curso técnico em eletrotécnica, atual Instituto Federal do Ceará. É casado com a médica Teresinha Braga Monte e tem três filhos: Nara, Vitor e Clara. É funcionário público do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.[1]

Carreira PolíticaEditar

Iniciou sua vida pública nos anos 80, como presidente da Associação dos Moradores do Bairro Dias Macedo e logo em seguida, presidente da Federação de Bairros e Favelas de Fortaleza.[2]

Inácio Arruda foi eleito em 1988 vereador de Fortaleza, em 1990, deputado estadual e em 1994, deputado federal, se reelegendo em 1998 e 2002. [3]

Iniciou as disputas pela prefeitura de Fortaleza em 1996, concorreu pela primeira vez. Em 2000, se candidatou novamente, mas perdeu no segundo turno para Juraci Magalhães.[4] Em 2004 foi derrotado no primeiro turno, ficando em terceiro lugar. Na época as eleições foram decidida em dois turnos, tendo Luizianne Lins como eleita, derrotando Moroni Torgan. Foi uma eleição apertada, pois Luís Inácio Lula da Silva, presidente à época, apoiava Inácio, contra Luizianne.[carece de fontes?] Em 2012 volta a se candidatar a prefeito, foi derrotado no primeiro turno, ficando em 7° lugar, com 22.808 votos. A independência do PCdoB nessas eleições foram decisivas para a derrota, apoiando Roberto Cláudio no segundo turno, que venceu por mais de 53% dos votos, derrotando o candidato Elmano de Freitas, que tinha o aval de Luizianne.

Inacio foi duramente criticado pelas linhas comunistas ao apoiar Roberto Cláudio, já não se fazem comunistas como antigamente " criticava em seu blog um jornalista do jornal O Povo.[5]

Em 2006, se elegeu senador, com 52,25% representando 1.912.663 votos válidos e com margem de 6,35% do segundo colocado Moroni Torgan.[6][7] O primeiro senador comunista depois de Luis Carlos Prestes, eleito senador em 1946.[8]

Em 2000, 2004 e 2012, chegou a ser candidato a prefeito de Fortaleza, porém nunca chegou próximo do segundo turno.

Em 2014, após não conseguir apoio para tentar disputar a reeleição, foi candidato a deputado federal, porém não conseguiu ser eleito, obtendo 55.403 votos. Apesar da derrota eleitoral, foi convidado para exercer o cargo de Secretário Estadual de Ciência e Tecnologia no primeiro governo de Camilo Santana.

Nas eleições de 2018, Inácio voltou a ser candidato a deputado federal pelo PCdoB. Entretanto, conseguiu obter apenas 24.657 votos, sendo ultrapassado por mais de 40 candidatos[9].

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Conheça Inácio | Inácio Arruda». inacio.com.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2018 
  2. «Conheça Inácio - Biografia». Site oficial. Consultado em 31 de outubro de 2012 
  3. «Senador Inácio Arruda recebe esta segunda-feira a Medalha Boticário Ferreira». Chico Lopes. 25 de maio de 2012. Consultado em 31 de outubro de 2012 
  4. Felipe Patury (29 de Fevereiro de 2012). «Inácio Arruda fala sobre a disputa eleitoral em Fortaleza». Portal Vermelho. Consultado em 31 de outubro de 2012 
  5. Daniel Aderaldo (6 de julho de 2012). «Com dez candidaturas, Fortaleza opõe aliados, reedita disputas e une rivais». Portal IG. Consultado em 31 de outubro de 2012 
  6. «Inácio Arruda é eleito Senador -». Consultado em 31 de outubro de 2012 
  7. «Apuração 1º turno=Senador=Ceará». G1. Consultado em 22 de outubro de 2013  Texto "data " ignorado (ajuda)
  8. Mair Pena Neto (2 de outubro de 2006). «Inácio Arruda é primeiro senador comunista no país desde Prestes». Consultado em 31 de outubro de 2012 
  9. «Senadores e deputados federais/estaduais eleitos: Apuração e resultado das Eleições 2018 CE - UOL Eleições 2018». UOL Eleições 2018. Consultado em 11 de outubro de 2018 

Ligações externasEditar