Abrir menu principal

Ingá (Paraíba)

Município brasileiro do estado da Paraíba
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ingá (desambiguação).

Ingá é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Itabaiana, estado da Paraíba. Sua população em 2018 foi estimada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 18.101 habitantes,[5] distribuídos em 288 km² de área.

Município de Ingá
Praça Getúlio Vargas no Centro da cidade

Praça Getúlio Vargas no Centro da cidade
Bandeira de Ingá
Brasão de Ingá
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 3 de novembro
Fundação 3 de novembro de 1840 (178 anos)
Gentílico ingaense
Prefeito(a) Manoel Batista Chaves Filho (Manoel da Lenha)[1] (PSD)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ingá
Localização de Ingá na Paraíba
Ingá está localizado em: Brasil
Ingá
Localização de Ingá no Brasil
07° 16' 04" S 35° 36' 46" O07° 16' 04" S 35° 36' 46" O
Unidade federativa Paraíba
Região intermediária

Campina Grande IBGE/2017[2]

Região imediata

Campina Grande IBGE/2017[2]

Região metropolitana Itabaiana
Municípios limítrofes Norte: Juarez Távora e Serra Redonda;
Sul: Itatuba e Fagundes;
Leste: Mogeiro;
Oeste: Riachão do Bacamarte e Campina Grande[3]
Distância até a capital 95 6 km
Características geográficas
Área 287,969 km² [4]
População 18 101 hab. (PB: 39º) –  estimativa populacional - IBGE/2018[5]
Densidade 62,86 hab./km²
Altitude 163 m
Clima semiárido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,565 baixo PNUD/2000[6]
PIB R$ 68 189,815 mil (PB: 44º) – IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 3 651,00 IBGE/2008[7]

Índice

HistóriaEditar

A denominação Ingá, segundo alguns historiadores, originou-se do tupi-guarani, e significa cheio d'água. Sua formação administrativa começa com a criação do distrito denominado Vila do Imperador, pela lei provincial nº 2 e depois, é elevada a vila com mesmo nome pela lei provincial nº 6 de 3 de novembro de 1840. Pela lei provincial nº 3, de 23 de maio de 1846, a Vila do Imperador passou a denominar-se Ingá. No ano de 1900, o município foi extinto e restaurado em 1904, por meio da lei nº 225 de 19 de novembro.

A comarca de Ingá foi criada em 10 de abril de 1940.

GeografiaEditar

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2009 sua população era estimada em 18.784 habitantes.

O município de Ingá é conhecido por suas itacoatiaras, inscrições rupestres feitas em pedras, provavelmente, pelos indígenas, muito antes dos europeus chegarem ao continente americano. Não se conseguiu ainda decifrar o significado de tais inscrições.

Em Ingá, se encontra aproximadamente a 95,6 km de João Pessoa, são famosas as pedras que relembram a pré-história.

Limita-se com os municípios de Mogeiro, Itatuba, Fagundes, Riachão do Bacamarte, Serra Redonda, Juarez Távora e Campina Grande.

ClimaEditar

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[8] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Dados do Departamento de Ciências Atmosféricas, da Universidade Federal de Campina Grande, mostram que Ingá apresenta um clima com média pluviométrica anual de 665,2 mm[9] e temperatura média anual de 25,3 °C.[10]

Dados climatológicos para Ingá
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 32,2 32,0 31,5 31,0 30,1 29,2 28,7 29,4 30,6 31,7 32,6 32,6 31,0
Temperatura média (°C) 26,5 26,3 26,1 25,7 25,0 24,0 23,5 23,8 24,6 25,5 26,1 26,5 25,3
Temperatura mínima média (°C) 21,7 21,7 21,8 21,5 21,0 20,1 19,4 19,0 19,8 20,5 20,9 21,4 20,7
Precipitação (mm) 34,5 47,2 83,8 91,0 93,6 103,9 89,0 50,9 24,6 11,7 14,4 23,6 665,2
Fonte: Departamento de Ciências Atmosféricas.[9][10][11][12]

Referências

  1. Portal Eleições 2016. «Resultado das Eleições: Ingá-PB». Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  2. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 17 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2017 
  3. «Título ainda não informado (favor adicionar)». Arquivado do original em 1 de agosto de 2012 
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. a b «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1 de julho de 2018» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2018. Consultado em 26 de outubro de 2018 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  8. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro». Arquivado do original em 15 de julho de 2010 
  9. a b «Precipitação Mensal». Departamento de Ciências Atmosféricas. 1911–1990. Consultado em 15 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 
  10. a b «Temperatura Compensada Mensal e Anual da Paraíba». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 15 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 
  11. «Temperatura Máxima Mensal e Anual da Paraíba». Departamento de Ciências Atmosféricas. 1911–1980. Consultado em 15 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 
  12. «Temperatura Mínima Mensal e Anual da Paraíba». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 15 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar