Inhumas

município brasileiro no estado de Goiás
 Nota: Não confundir com Anhuma (a ave), nem com Inhuma (município piauiense).

Inhumas é um município brasileiro do estado de Goiás. Em 2019 sua população estimada foi de 52.866 habitantes.[3] Situado a uma distância de 45 km[6] da capital do estado.

Inhumas
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Inhumas
Bandeira
Brasão de armas de Inhumas
Brasão de armas
Hino
Gentílico inhumense
Localização
Localização de Inhumas em Goiás
Localização de Inhumas em Goiás
Localização de Inhumas em Goiás
Inhumas está localizado em: Brasil
Inhumas
Localização de Inhumas no Brasil
Mapa
Mapa de Inhumas
Coordenadas 16° 21' 28" S 49° 29' 45" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Região metropolitana Goiânia[1]
Municípios limítrofes Araçu, Brazabrantes, Caturaí, Damolândia, Goianira e Itauçu
Distância até a capital 35 km
História
Fundação 1886 (138 anos)
Emancipação 19 de março de 1931 (93 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) João Antônio Ferreira[2] (PSD, 2021–2024)
Características geográficas
Área total [3] 615,278 km²
População total (est. IBGE/2019[3]) 52 866 hab.
 • Posição GO: 21º
Densidade 85,9 hab./km²
Clima Tropical (semiúmido quente)
Altitude 770 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 75400-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [4]) 0,720 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 396 811,693 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 8 523,50
Sítio inhumas.go.gov.br (Prefeitura)
inhumas.go.leg.br (Câmara)

O nome original de Inhumas era Goiabeira,[7] tendo surgido como ponto de descanso para tropeiros, em referência a um grande goiabal que existia na região. Com o tempo, o local se transformou em uma fazenda de gado. As terras no interior goiano eram apropriadas sem nenhum rigor da lei, o que levou à utilização de duas forças de trabalho em Inhumas: a do agregado e a do posseiro. No entanto, poucos posseiros requeriam concessões de terras ou sesmarias em Goiás, devido às condições impostas aos requerentes. Em Goiabeira (Inhumas), isso era resultado das condições impostas aos requerentes, que deveriam cultivar a área recebida em dois anos, ao receberem a concessão.

Política

editar

Quando ainda era distrito do Município de Itaberaí, de 1896 a 1931, Inhumas foi governada por subintendentes nomeados. Depois de emancipada, Inhumas foi dirigida por prefeitos municipais, no incício nomeados pelo governo estadual e, depois, eleitos diretamente pelo povo. Estes são os seus nomes:

Subintendentes
  • 1° - 1896 a 1896 - Virginio Pereira da Cunha
  • 2° - 1903 a 1907 - Gabriel dos Passos Assumpção
  • 3° - 1907 a 1909 - José de Freitas Machado
  • 4° - 1909 a 1913 - Aurelino Caetano Machado
  • 5° - 1921 a 1926 - Cesário Silva
  • 6° - 1926 a 1927 - José Rodrigues Rabelo
  • 7° - 1927 a 1930 - João A. de Oliveira Lobo
  • 8° - 1930 a 1931 - José Rodrigues Rabelo
Prefeitos
  • 1° - 1931 a 1936 - José Rodrigues Rabelo (nomeado)
  • 2° - 1936 a 1945 - José de Arimathea e Silva (eleito e nomeado)
  • 3° - 1945 a 1946 - Geraldo Majela Fraklin Ferreira (nomeado)
  • 4° - 1946 a 1947 - Sebastião de Almeida Guerra (nomeado)
  • 5° - 1947 a 1947 - Leônidas Luiz Brandão (nomeado)
  • 6° - 1947 a 1951 - Sebastião de Almeida Guerra
  • 7° - 1951 a 1955 - Elpídio Luiz Brandão
  • 8° - 1955 a 1959 - Sebastião de Almeida Guerra
  • 9° - 1959 a 1961 - Joaquim Gonçalves de Azevedo
  • 10°- 1961 a 1966 - Nelo Egídio Balestra
  • 11°- 1961 a 1961 - Francisco Arataque (vice-prefeito)
  • 12°- 1966 a 1970 - Alcântara Marques Palmeira
  • 13°- 1970 a 1973 - Firmo Luiz de Melo e Souza
  • 14°- 1973 a 1977 - Domingos Garcia Filho
  • 15°- 1977 a 1983 - Irondes José de Morais
  • 16°- 1983 a 1989 - José Essado Neto
  • 17°- 1989 a 1993 - Irondes José de Morais
  • 18°- 1993 a 1996 - João Antônio Ferreira
  • 19°- 1997 a 2000 - Luiz Otávio do Nascimento
  • 20°- 2001 a 2004 - José Essado Neto
  • 21°- 2005 a 2008 - Abelardo Vaz Filho
  • 22°- 2009 a 2009 - Antônio Domingos Braga(Interino)
  • 23°- 2009 a 2012 - Abelardo Vaz Filho
  • 24º- 2010 a 2010 - Maria Rita Rezende(Interina)
  • 25°- 2009 a 2012 - Abelardo Vaz Filho
  • 25°- 2013 a 2015- Dioji Ikeda
  • 26º- 2016 a 2019 - Abelardo Vaz Filho
  • 27º- 2019 - João Antônio Ferreira

Geografia

editar
  • IDH - Educação: 0,842
  • IDH - Longevidade: 0,754
  • IDH - Renda: 0,699
  • IDH - Municipal: 0,765
  • Lei de criação: nº 602 de 19 de janeiro de 1931
  • Distritos/Povoados/Aglomerados: Povoado de Santa Amália, Margoso e Serra Abaixo.
  • Ocorrências minerais: areia, cascalho, argila e níquel.
  • Número de eleitores: 33.967 (Set./2004)
  • Taxa geométrica de crescimento: 2,28% (1996/2000)

Economia

editar
  • Arrecadação: Arrecadação de ICMS: 7.036 (2004)
  • Número de estabelecimentos industriais: 117 (10 de junho de 2005)
  • Número de estabelecimentos do comércio varejista: 444 (abr/2005)

Educação

editar

Ensino superior

editar
Públicas
Privadas

Ensino médio integrado

editar
Públicas Federais
  • IFGoiás (CEFET-GO) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (Campus Inhumas)

Ensino médio regular ou EJA

editar
Públicas
  • Colégio Estadual Rui Barbosa
  • Colégio Estadual Ary Ribeiro Valadão Filho
  • Colégio Da Polícia Militar Manoel Vila Verde
  • Colégio Estadual Horácio Antônio de Paula
  • Colégio Estadual Joaquim Pedro Vaz
Privadas
  • Colégio Einstein
  • Colégio Monsenhor
  • Colégio Zênite

Ensino fundamental 1ª e 2ª fases

editar
Públicas
  • Centro de Atendimento Educacional Especializado Diurza Leão
  • Colégio Estadual Presidente Castelo Branco
  • Colégio Estadual Rui Barbosa
  • Escola Estadual João Lobo Filho
  • Escola Estadual Antônio Augusto do Carmo
  • Escola Estadual Belarmino Essado
  • Escola Municipal Alessandro Miguel
  • Escola Municipal Agropecuária Senador João Abraão Sobrinho (conhecida como Escola Agrícola)
  • Escola Municipal Padre Feliciano
  • Escola Municipal Professora Cleide Campos
  • Escola Municipal Uni Duni Tê
  • Escola Municipal Sossego da Mamãe
Privadas
  • Educandário Nossa Senhora do Rosário
  • Escola e Berçário Amor Perfeito
  • Escolinha da Mônica
  • Escola Infantil Carrossel
  • Escola Balão Mágico
  • Escola Monsenhor Angelino
  • Escola Castro Alves

Cultura e comunicação

editar

Emissoras de Rádio

editar
Nome Sintonia Proprietário Programação
Rádio Educativa 87,9 FM Associação de Pastores de Inhumas Religiosa
Jornal FM 96,5 FM LFB Comunicação Popular
Rede Alelúia 105,3 FM Igreja Universal do Reino de Deus Religiosa
Interativa FM 94,9 FM Cultura Stereo Som LTDA Jovem

Referências

  1. [1]
  2. https://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/prefeito-de-inhumas-volta-a-se-afastar-do-cargo-por-motivos-de-saude-156264/
  3. a b c «IBGE Cidades - Panorama». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Distância dos municípios até a capital do estado» (PDF). Consultado em 21 de julho de 2020 
  7. «História de Inhumas». Prefeitura Municipal de Inhumas. Consultado em 22 de abril de 2023. Cópia arquivada em 19 de março de 2022 

Ver também

editar

Ligações externas

editar