James Pinto Bull

político português
James Pinto Bull
Nascimento 15 de junho de 1913
Guiné-Bissau
Morte 25 de julho de 1970 (57 anos)
Bissau
Cidadania Portugal
Alma mater Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Ocupação político
Prêmios Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique

James Pinto Bull ComIH (Bolama, 15 de Julho de 1913 – Bissau, 25/26 de Julho de 1970) foi um político português.[1]

FamíliaEditar

Nasceu na então Guiné Portuguesa, no seio duma das mais ilustres famílias, filho de Burmester Wilhelm Ellis Bull,[1] da Serra Leoa, de origem Inglesa e Serra-Leonense, e de sua mulher Natália Correia Pinto,[1] da Guiné Portuguesa, de origem Portuguesa e Guineense, e irmão de Benjamim Pinto Bull e de … Pinto Bull, casado com … Barbosa, com geração.

BiografiaEditar

Formado e Licenciado Ciências Sociais e Política Ultramarina pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina da Universidade Técnica de Lisboa, foi Administrador de Empresas.[1][2]

Desempenhou os cargos de Intendente de Distrito e de Encarregado do Governo do Distrito do Bié. Foi Administrador da Imprensa Nacional da Guiné, Chefe Interino da Administração Civil e Secretário-Geral e Encarregado do Governo, Vogal do Conselho Legislativo e Membro do Centro de Estudos da Província Ultramarina da Guiné. Ocupou, igualmente, o lugar de Inspector do Gabinete de Negócios Políticos do Ministério do Ultramar,[1] Inspector-Chefe, etc.[2]

Desempenhou as funções de Deputado na VIII Legislatura, entre 1961 e 1965, na IX Legislatura, entre 1965 e 1969, e na X Legislatura, entre 1969 e 1973, tendo sido eleito pelo Círculo Eleitoral N.° 26, da Guiné.[3]

Ocupou os lugares de Vogal da Comissão do Ultramar, de 1961 a 1970, e de Membro da Comissão Eventual para estudo da Proposta de Lei de Alterações à Lei Orgânica do Ultramar Português, nomeada na Sessão Legislativa de 1962-1963.[4]

As suas intervenções no Parlamento concentraram-se na defesa dos interesses da Guiné, participando assiduamente nos debates das Contas Gerais do Estado, nos quais apresentou relatos circunstanciados da situação económica daquela Província. Chamou, amiúde, a atenção dos seus pares para as carências do Círculo Eleitoral que representava, apelando, sobretudo nos debates do Plano Intercalar e do III Plano de Fomento, à realização de mais avultados investimentos na região.[4]

Foi agraciado com Louvores dos Governos do Distrito do Bié e da Província da Guiné, com o grau de Comendador da Ordem de São Silvestre Papa do Vaticano ou da Santa Sé e de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique a 18 de Março de 1968.[4][5]

Foi eleito deputado à Assembleia Nacional em 1969, tendo sido membro da chamada Ala Liberal, que defendeu reformas democratizadoras do regime. Faleceu na Guiné a 25 ou 26 de Julho de 1970, num acidente de helicóptero, quando viajava de Teixeira Pinto para Bissau com outros três deputados, um dos quais era o líder da Ala Liberal, José Pedro Pinto Leite.[1]

Casamento e descendênciaEditar

Casou com Maria Domingas Borralho Reis,[2] da qual teve um filho:

  • Rui Alberto Reis Pinto Bull (Bissau, Nossa Senhora da Candelária, 22 de Março de 1950), casado em Lisboa, São Mamede, a 12 de Março de 1973 com Luísa Maria Neto Geraldes Barba (Cascais, São Domingos de Rana, 10 de Setembro de 1950), de quem tem três filhas:
    • Patrícia Geraldes Barba Pinto Bull (Lisboa, 26 de Junho de 1978), modelo e atriz
    • Sofia Geraldes Barba Pinto Bull (28 de Abril de 1980), gémea com a posterior, tem um filho natural:
      • Diogo Pinto Bull Rosa de Oliveira
    • Mafalda Geraldes Barba Pinto Bull (28 de Abril de 1980), gémea com a anterior

Referências

  1. a b c d e f Manuel Braga da Cruz e António Costa Pinto (Lisboa, 2005). Dicionário Biográfico Parlamentar (1935-1974). [S.l.]: co-edição Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e Assembleia da República. pp. Vol. IV. 290  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  2. a b c "Anuário da Nobreza de Portugal - 1985", Direcção de Manuel de Mello Corrêa, Instituto Português de Heráldica, 1.ª Edição, Lisboa, 1985, Tomo I, p. 957
  3. Manuel Braga da Cruz e António Costa Pinto (Lisboa, 2005). Dicionário Biográfico Parlamentar (1935-1974). [S.l.]: co-edição Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e Assembleia da República. pp. Vol. IIV. 290-1  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  4. a b c Manuel Braga da Cruz e António Costa Pinto (Lisboa, 2005). Dicionário Biográfico Parlamentar (1935-1974). [S.l.]: co-edição Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e Assembleia da República. pp. Vol. IV. 291  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  5. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "James Pinto Bull". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 31 de janeiro de 2016