Jeff Green

basquetebolista estadunidense

Jeffrey "Jeff" Lynn Green (Cheverly, 28 de agosto de 1986) é um jogador norte-americano de basquete profissional que atualmente joga no Denver Nuggets da National Basketball Association (NBA).[1]

Jeff Green
Jeff Green.jpg
Informações pessoais
Nome completo Jeffrey Lynn Green
Data de nasc. 28 de agosto de 1986 (35 anos)
Local de nasc. Cheverly, Maryland,  Estados Unidos
Altura 6 ft 8 in (2.03 m)
Peso 235 lb (107 kg)
Apelido Uncle Jeff
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Denver Nuggets
Número 32
Posição Ala-pivô / Ala
Clubes de juventude
2004–2007 Estados Unidos Georgetown Hoyas
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2007–2011
2011–2015
2015–2016
2016
2016–2017
2017–2018
2018–2019
2019
2020
2020–2021
2021–Presente
Estados Unidos Seattle SuperSonics / OKC
Estados Unidos Boston Celtics
Estados Unidos Memphis Grizzlies
Estados Unidos Los Angeles Clippers
Estados Unidos Orlando Magic
Estados Unidos Cleveland Cavaliers
Estados Unidos Washington Wizards
Estados Unidos Utah Jazz
Estados Unidos Houston Rockets
Estados Unidos Brooklyn Nets
Estados Unidos Denver Nuggets
289 (4.111)
222 (3.252)
98 (1.234)
27 (293)
69 (638)
78 (846)
77 (946)
30 (233)
18 (220)
74 (799)
80 (791)

Ele jogou três temporadas de basquete universitário pela Universidade de Georgetown e foi selecionado pelo Boston Celtics com a 5ª escolha geral no Draft da NBA de 2007. Ele foi posteriormente negociado com o Seattle SuperSonics (agora conhecido como Oklahoma City Thunder).

Green também jogou pelo Memphis Grizzlies, Los Angeles Clippers, Orlando Magic, Cleveland Cavaliers, Washington Wizards, Houston Rockets e Brooklyn Nets.

Carreira universitáriaEditar

 
Green com os Hoyas em dezembro de 2006

Filho de Jeffrey Green Sr. e Felicia Akingube, Green nasceu em Cheverly, Maryland. Ele frequentou a Northwestern High School em Hyattsville, Maryland, onde liderou o NHS Wildcats para o título estadual em 2004.

Green foi recrutado para a Universidade de Georgetown pelo treinador Craig Esherick em 2003. Esherick foi demitido antes de Green chegar ao campus e John Thompson III foi contratado como o novo treinador. Os dois principais recrutas do mandato de Esherick, Green e Roy Hibbert, foram os principais componentes do sucesso futuro de Thompson.[2] Thompson declarou em uma entrevista à Sports Illustrated: "Você vai parar e pensar quando eu disser isso, mas é verdade: Jeff Green é o jogador mais inteligente que já treinei. Você sabe disso melhor do que a maioria: isso é uma declaração e tanto."[3]

Green ganhou o Prêmio de Novato do Ano da Big East em 2005, juntamente com Rudy Gay, da Universidade de Connecticut. Ele foi nomeado para a Segunda-Equipe da Big East em 2006, juntamente com o companheiro de equipe Roy Hibbert.

Em 2007, Green foi eleito o Jogador do Ano da Big East. Ele e Hibbert foram seleções unânimes para a Primeira-Equipe da Big East. Após seu desempenho de 30 pontos na semifinal do Torneio da Big East de 2007 contra Notre Dame e seu desempenho de 21 pontos na final do torneio contra Pittsburgh, Green foi eleito o MVP do Torneio, já que os Hoyas conquistaram seu primeiro título da Big East desde 1989. Ele levou os Hoyas à Final Four do Torneio da NCAA de 2007, vencendo Belmont e Boston College nas duas primeiras rodadas. Os Hoyas acabaram perdendo para Greg Oden e Ohio State, encerrando sua notável corrida pelo título, assim como a carreira de jogador universitário de Green, já que ele optou por abandonar seu último ano e entrar no draft da NBA. Green passou os quatro verões seguintes tendo aulas em Georgetown e se formou em 2012 com um diploma em inglês e especialização em teologia.[4]

Carreira profissionalEditar

Seattle SuperSonics / Oklahoma City Thunder (2007–2011)Editar

Em 28 de junho de 2007, Green foi selecionado como a quinta escolha geral no draft da NBA de 2007 pelo Boston Celtics.[5] Mais tarde, ele foi negociado, junto com Wally Szczerbiak e Delonte West, com o Seattle SuperSonics em troca de Ray Allen e Glen Davis.[6]

Em 6 de abril de 2008, Green marcou 35 pontos, o recorde de sua carreira, contra o Denver Nuggets. Ele foi selecionado para a Primeira-Equipe de Novatos da NBA após ter médias de 10,5 pontos, 4,7 rebotes e 1,5 assistências em 80 jogos.[7]

Os Sonics foram transferidos para Oklahoma City antes do início da temporada de 2008-09, tornando-se o Thunder. Em janeiro de 2009, Green fez a cesta da vitória pela primeira vez, levando o Thunder a uma vitória por 122-121 sobre o Golden State Warriors.[8]

Na temporada de 2009-10, Green foi titular em todos os 82 jogos e teve médias de 15.1 pontos, 6.0 rebotes e 1.6 assistências.[9] Em 1º de dezembro de 2010, ele estabeleceu um novo recorde de pontos na carreira com 37 pontos contra o New Jersey Nets.

Boston Celtics (2011–2015)Editar

 
Green pelos Celtics em abril de 2011

Em 24 de fevereiro de 2011, Green foi negociado, junto com Nenad Krstić e uma escolha de primeira rodada do draft de 2012, para o Boston Celtics em troca de Kendrick Perkins e Nate Robinson.[10][11]

Em 11 de abril de 2011, Green registrou um duplo-duplo de 20 pontos e 15 rebotes em sua primeira partida como titular dos Celtics contra o Washington Wizards.

Em 10 de dezembro de 2011, após a conclusão da greve da NBA, Green assinou um contrato de 1 ano e US$9 milhões com os Celtics.[12] Oito dias depois, seu contrato foi suspenso pelos Celtics depois que um exame físico detectou um aneurisma aórtico.[13] Posteriormente, ele foi submetido a uma cirurgia cardíaca em janeiro de 2012 e perdeu toda a temporada de 2011-12.[14] O ex-companheiro de equipe, Kevin Durant, dedicou sua temporada a ele.[15] Green usou seu tempo ocioso não apenas para se recuperar da cirurgia, mas para concluir seu curso em Georgetown, graduando-se em maio de 2012 com uma licenciatura em inglês e especialização em teologia.

Em 22 de agosto de 2012, Green assinou um contrato de 4 anos e US$35.2 milhões com os Celtics.[16][17] Em 18 de março de 2013, Green marcou 43 pontos, o recorde de sua carreira, na derrota por 105-103 para o Miami Heat.[18][19] Em 3 de abril de 2013, ele marcou 34 pontos contra o Detroit Pistons.

 
Green pelos Celtics em março de 2013

Na temporada de 2013-14, Green foi titular em todos os 82 jogos pelos Celtics após a saída de Paul Pierce e Kevin Garnett. Posteriormente, ele teve a melhor temporada de sua carreira com média de 16,9 pontos.[20] Em 22 de janeiro, ele marcou 39 pontos contra os Wizards. Em 16 de março, contra o New Orleans Pelicans, ele fez um segundo jogo de 39 pontos.

Nos primeiros dois meses da temporada de 2014-15, Green teve média de 17,6 pontos, a melhor da sua carreira.[21]

Memphis Grizzlies (2015–2016)Editar

Em 12 de janeiro de 2015, Green foi negociado com o Memphis Grizzlies em um acordo de três equipes que também envolveu o New Orleans Pelicans.[22]

Dois dias depois, ele fez sua estreia pelos Grizzlies e registrou 10 pontos e 3 rebotes na vitória por 103-92 sobre o Brooklyn Nets.[23] Em 18 de junho de 2015, Green exerceu sua opção de renovação com os Grizzlies para a temporada de 2015-16.[24]

Em 13 de dezembro de 2015, Green marcou 26 pontos na derrota para o Miami Heat.[25] Em 25 de janeiro de 2016, ele marcou 30 pontos em uma vitória por 108-102 na prorrogação sobre o Orlando Magic.

Los Angeles Clippers (2016)Editar

Em 18 de fevereiro de 2016, Green foi negociado com o Los Angeles Clippers em troca de Lance Stephenson e uma futura escolha de primeira rodada de 2019.[26]

Dois dias depois, ele fez sua estreia pelo Clippers na derrota por 115-112 para o Golden State Warriors, registrando cinco pontos, dois rebotes e uma assistência em 20 minutos.[27] Em 26 de fevereiro, ele fez seu primeiro jogo como titular pelos Clippers, marcando 22 pontos em 31 minutos na vitória por 117–107 sobre o Sacramento Kings.[28]

Orlando Magic (2016–2017)Editar

Em 7 de julho de 2016, Green assinou um contrato de 1 ano e US$15 milhões com o Orlando Magic.[29]

Ele fez sua estreia pelo Magic na abertura da temporada em 26 de outubro de 2016, marcando sete pontos em uma derrota por 108-96 para o Miami Heat.

Em 5 de abril de 2017, ele foi desligado pelo resto da temporada devido a dores na parte inferior das costas que o atormentaram ao longo da temporada.[30][31]

Cleveland Cavaliers (2017–2018)Editar

Em 11 de julho de 2017, Green assinou um contrato de 1 ano e US$2.3 milhões com o Cleveland Cavaliers.[32]

Em 27 de maio de 2018, Green marcou 19 pontos e ajudou os Cavaliers a derrotar os Celtics no Jogo 7 das Finais da Conferência Leste.[33] Os Cavaliers chegaram às finais da NBA de 2018, onde foram derrotados em quatro jogos pelo Golden State Warriors.

Washington Wizards (2018–2019)Editar

 
Jeff Green em 2018.

Em 10 de julho de 2018, Green assinou um contrato de 1 ano e US$2.3 milhões com o time de sua cidade natal, o Washington Wizards.[34]

Utah Jazz (2019)Editar

Em 20 de julho de 2019, Green assinou um contrato de 1 ano e US$2.5 milhões com o Utah Jazz.[35] Em 24 de dezembro, o Jazz dispensou Green.[36]

Houston Rockets (2020)Editar

Em 18 de fevereiro de 2020, Green assinou um contrato de 10 dias com o Houston Rockets.[37]

Em 28 de fevereiro de 2020, os Rockets anunciou que havia contratado Green para o restante da temporada. A assinatura reuniu Green com os ex-companheiros do Thunder, James Harden, Russell Westbrook e Thabo Sefolosha.

Brooklyn Nets (2020–2021)Editar

Em 23 de novembro de 2020, Green assinou um contrato de 1 ano e US$2.5 milhões com o Brooklyn Nets, reunindo-se com o ex-companheiro de Sonics e Thunder, Kevin Durant.[38]

Em 15 de junho, no Jogo 5 da semifinal da Conferência Leste contra o Milwaukee Bucks, Green marcou 27 pontos, ajudando a liderar o Nets à vitória.[39]

Denver Nuggets (2021–Presente)Editar

Em 12 de agosto de 2021, Green assinou um contrato de 2 anos e US$9 milhões com o Denver Nuggets.[40]

Estatísticas da carreiraEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PT  Partidas como titular  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

NBAEditar

Temporada regularEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2007–08 Seattle 80 52 28.2 .427 .276 .744 4.7 1.5 .6 .6 10.5
2008–09 Oklahoma City 78 77 36.8 .446 .389 .788 6.6 2.0 1.0 .4 16.5
2009–10 Oklahoma City 82 82 37.1 .453 .333 .740 6.0 1.6 1.3 .9 15.1
2010–11 Oklahoma City 49 49 37.0 .437 .304 .818 5.6 1.8 .8 .4 15.2
Boston 26 2 23.4 .485 .296 .794 3.3 .7 .5 .6 9.8
2012–13 Boston 81 17 27.8 .467 .385 .808 3.9 1.6 .7 .8 12.8
2013–14 Boston 82 82 34.2 .412 .341 .795 4.6 1.7 .7 .6 16.9
2014–15 Boston 33 33 33.1 .434 .305 .840 4.3 1.6 .8 .4 17.6
Memphis 45 37 30.2 .427 .362 .825 4.2 1.8 .6 .5 13.1
2015–16 Memphis 53 31 29.1 .431 .309 .800 4.5 1.8 .8 .4 12.2
L.A. Clippers 27 10 26.3 .427 .325 .615 3.4 1.5 .7 .8 10.9
2016–17 Orlando 69 11 22.2 .394 .275 .863 3.1 1.2 .5 .2 9.2
2017–18 Cleveland 78 13 23.4 .477 .312 .868 3.2 1.3 .5 .4 10.8
2018–19 Washington 77 44 27.2 .475 .347 .888 4.0 1.8 .6 .5 12.3
2019–20 Utah 30 2 18.4 .385 .327 .778 2.7 .7 .4 .3 7.8
Houston 18 2 22.6 .564 .354 .857 2.9 1.7 .8 .5 12.2
2020–21 Brooklyn 68 38 27.0 .492 .412 .776 3.9 1.6 .5 .4 11.0
2021–22 Denver 75 63 24.7 .524 .315 .833 3.1 1.3 .4 .4 10.3
Carreira 1.051 645 28.2 .453 .331 .801 4.1 1.5 .6 .5 12.4

PlayoffsEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2010 Oklahoma City 6 6 37.3 .329 .296 .850 4.7 1.7 .7 .5 11.8
2011 Boston 9 0 19.2 .434 .438 .722 2.7 .2 .6 .4 7.3
2013 Boston 6 6 43.0 .435 .455 .844 5.3 2.3 .3 .7 20.3
2015 Memphis 11 2 27.0 .333 .222 .846 4.7 1.7 .5 .5 8.9
2016 L.A. Clippers 6 1 26.5 .457 .400 .600 3.2 .7 1.0 .3 10.2
2018 Cleveland 22 2 23.8 .408 .300 .717 2.4 1.5 .3 .7 7.7
2020 Houston 12 0 28.4 .495 .426 .824 5.0 1.6 .5 .5 11.6
2021 Brooklyn 6 1 24.7 .485 .556 .875 2.8 1.7 .5 .3 8.2
2022 Denver 5 5 22.6 .353 .375 .800 3.6 .4 .6 .4 3.8
Carreira 83 23 28.0 .414 .385 .786 3.8 1.3 .5 .4 9.9

UniversitárioEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2004-05 Georgetown 32 32 33.8 .502 .400 .699 6.6 2.9 1.0 1.6 13.1
2005-06 Georgetown 33 33 32.5 .445 .315 .624 6.5 3.3 .9 1.0 11.9
2006-07 Georgetown 37 37 33.3 .513 .375 .775 6.4 3.2 .8 1.2 14.3
Carreira 102 102 33.1 .486 .363 .699 6.5 3.1 .9 1.2 13.1

Fonte:[41][42]

Referências

  1. «Jeff Green | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  2. «SNY.tv: News». web.archive.org. 27 de setembro de 2007. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  3. «SI.com - Writers - The 'Bag is back (cont.) - Wednesday November 15, 2006 5:30PM». web.archive.org. 26 de outubro de 2012. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  4. Steinberg, Dan (17 de maio de 2012). «Jeff Green on graduating from Georgetown». Washington Post (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  5. «2007 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  6. «Celts get All-Star Allen from Sonics for 3 players». ESPN.com (em inglês). 29 de junho de 2007. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  7. «Jeff Green 2007-08 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  8. «Jeff Green's shot lifts Oklahoma City Thunder». Oklahoman.com (em inglês). 22 de janeiro de 2009. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  9. «Jeff Green 2009-10 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  10. «Thunder Acquires Perkins and Robinson». Oklahoma City Thunder (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  11. «Celtics move Perkins for OKC's Green, Krstic». ESPN.com (em inglês). 24 de fevereiro de 2011. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  12. «Celtics Re-Sign Jeff Green». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  13. «Celtics F Green to miss season after surgery». ESPN.com (em inglês). 17 de dezembro de 2011. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  14. «Celts withdrew qualifying offer, Green now UFA». ESPN.com (em inglês). 6 de janeiro de 2012. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  15. Jan 18, foxsports; ET, 2012 at 12:42a (18 de janeiro de 2012). «Durant dedicates season to ex-teammate Green». FOX Sports (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  16. «Celtics Sign Jeff Green». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  17. «Celts make it official, bring back forward Green». ESPN.com (em inglês). 22 de agosto de 2012. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  18. «Green wins over C's fans with 43-point game». ESPN.com (em inglês). 19 de março de 2013. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  19. «Heat at Celtics - March 18, 2013 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 3 de dezembro de 2013. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  20. «Jeff Green 2013-14 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  21. «Jeff Green 2014-15 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  22. «Memphis Grizzlies acquire Jeff Green and Russ Smith in three-team trade with Boston Celtics and New Orleans Pelicans». Memphis Grizzlies (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  23. «Grizzlies at Nets - January 14, 2015 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 14 de janeiro de 2016. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  24. «Jeff Green exercises Player Option for 2015-16 Season». Memphis Grizzlies (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  25. «Memphis Grizzlies vs Miami Heat - December 13, 2015 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 15 de dezembro de 2015. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  26. «LA Clippers Acquire Jeff Green From Memphis». Los Angeles Clippers (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  27. «Golden State Warriors vs Los Angeles Clippers - February 20, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 29 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  28. «Los Angeles Clippers vs Sacramento Kings - February 26, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 28 de fevereiro de 2016. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  29. «Orlando Magic Sign Jeff Green». Orlando Magic (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  30. Robbins, Josh. «Jeff Green says Magic plan to shut him down remainder of season». orlandosentinel.com. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  31. «Pistons vs. Magic - Game Recap - April 12, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  32. «Cavaliers Sign Jeff Green». Cleveland Cavaliers (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  33. «Celtics-Cavs: Jeff Green says his Game 7 performance 'means a lot' | Boston.com». www.boston.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  34. «Digest (July 10): Wizards make it official, sign forward Jeff Green». baltimoresun.com. Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  35. «Jazz Sign Ed Davis, Jeff Green and Emmanuel Mudiay». Utah Jazz (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  36. «Utah Jazz waive Jeff Green». Utah Jazz (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  37. «Rockets Sign Jeff Green to 10-Day Contract». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  38. «Brooklyn Nets Sign Jeff Green». Brooklyn Nets (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  39. «Brooklyn Nets Sign Jeff Green». Brooklyn Nets (em inglês). Consultado em 17 de agosto de 2021 
  40. «Denver Nuggets sign Jeff Green». Denver Nuggets (em inglês). Consultado em 17 de agosto de 2021 
  41. «Jeff Green Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021 
  42. «Jeff Green College Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 11 de janeiro de 2021