Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2017). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde dezembro de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
João de Melo
Nascimento 1949 (70 anos)
Achadinha, Nordeste, Ilha de São Miguel (Açores, Portugal Portugal
Prémios Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores 1988

Prémio Eça de Queirós do Município de Lisboa
Prémio Fernando Namora (1989)
Prémio Cristóvão Colombo (Lima, Peru)
Prémio Vergílio Ferreira (2016)

Magnum opus Gente Feliz com Lágrimas

João Manuel de Melo Pacheco (Achadinha, Nordeste, Ilha de São Miguel - Açores, 1949) é um escritor português.

Índice

BiografiaEditar

Nasceu na ilha de São Miguel, Açores, em 1949, onde completou a instrução primária, após o que prosseguiu os seus estudos no continente. Em 1967 passou a residir e a trabalhar em Lisboa. Depois de participar na guerra colonial em Angola entre 1971 e 1974 (tema de duas das suas obras mais significativas, a antologia "Os Anos da Guerra" e o romance "Autópsia de Um Mar de Ruínas"), trabalhou na vida sindical, foi editor de autores portugueses e crítico literário. Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, pela qual se licenciou em 1981 com o curso de Filologia Românica. Professor dos ensinos secundário e superior durante vários anos, foi convidado pelo governo português para o cargo de conselheiro cultural junto da embaixada de Portugal em Espanha (que desempenhou durante 9 anos, entre 2001 e 2010).

Em 2003, em Madrid, criou a “Mostra Portuguesa”, o maior evento cultural português fora de fronteiras (realizou 7 edições anuais desse festival, entre 2003 e 2009). Nunca se terá promovido tanto a cultura do nosso país em Espanha como no período em que desempenhou aquelas funções. Tem traduzidos para espanhol os seguintes livros da sua autoria: “Gente feliz con lágrimas”, “Antología del cuento portugués” (Alfaguara), "Cronica del principio y del agua y otros relatos", "Mi mundo no es de este reino", "Mar de Madrid" e "Autopsia de un mar de ruinas" (Linteo Ediciones).

Autor de obras de ficção, ensaios, antologias, poesia, livros de crónicas e de viagem, os livros foram traduzidos em Espanha, Itália, França, Holanda, Roménia, Bulgária, Estados Unidos da América, Hungria, Alemanha, Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, Sérvia, México e Colômbia. Foram-lhe atribuídos os seguintes prémios literários: Grande Prémio da Associação Portuguesa de Escritores, Prémio Eça de Queiroz/Cidade de Lisboa, Prémio Cristóvão Colombo (Capitais Ibero-americanas), Prémio Fernando Namora, Prémio Antena 1, Prémio «A Balada» e Prémio Dinis da Luz. Em 2016, foi distinguido pela Universidade de Évora com o Prémio Vergílio Ferreira, pelo conjunto da sua obra.

Foi feito Cavaleiro da Ordem de Santiago da Espada, (10 de Junho de 1989) e Comendador da Ordem do Infante Dom Henrique (10 de Junho de 2015), agraciado com a Medalha de Mérito Cívico pela Assembleia Regional dos Açores, com a Medalha de Mérito Municipal pela Câmara do Nordeste e como Cidadão Honorário do Concelho de Nordeste, nos Açores. Em 2019, O Ministério da Cultura atribuiu-lhe a Medalha de Mérito Cultural.

"Gente Feliz com Lágrimas", o seu romance mais conhecido (cinco prémios literários, traduções em dez países, 27.ª edição portuguesa em Fevereiro 2017), foi adaptado ao teatro pelo grupo O Bando, a telefilme e a série de televisão pelo realizador açoriano José Medeiros.

ObrasEditar

  • Ficção
    • 1975 - Histórias da Resistência (contos)
    • 1977 - A Memória de Ver Matar e Morrer (romance)
    • 1983 - O Meu Mundo Não é Deste Reino (romance)
    • 1984 - Autópsia de um Mar de Ruínas (romance)
    • 1987 - Entre Pássaro e Anjo (contos)
    • 1988 - Gente Feliz com Lágrimas (romance)
    • 1991 - As Manhãs Rosadas (conto), ilustrado por David de Almeida
    • 1992 - Bem-Aventuranças (contos)
    • 1996 - O Homem Suspenso (romance)
    • 2003 - As Coisas da Alma (contos)
    • 2006 - O Mar de Madrid (romance)
    • 2007 - O Vinho (conto), ilustrado por Paula Rego
    • 2009 - A Divina Miséria (novela)
    • 2009 - Luxúria Branca e Gabriela (conto), ilustrado por Francisco Simões
    • 2014 - Lugar Caído no Crepúsculo (romance)
    • 2015 - O Meu Mundo Não É Deste Reino, (romance), 8ª. ed, revista e reescrita
    • 2016 - Os Navios da Noite (contos)
    • 2017 - Autópsia de Um Mar de Ruínas, (romance), 9ª. edição revista e reescrita
    • 2018 - As Coisas da Alma e Outras Histórias em Conto (3ª. ed. revista e ampliada)
  • Poesia
    • 1980 - Navegação da Terra
  • Ensaio
    • 1968 - A Produção Literária Açoriana nos Últimos 10 Anos
    • 1982 - Toda e Qualquer Escrita
    • 1982 - Há ou Não Uma Literatura Açoriana?
    • 2003 - Literatura e Identidade / Identidad y Literatura (edição bilingue)
  • Viagens
    • 2000 - Açores, o Segredo das Ilhas (edição ilustrada)
    • 2016 - Açores. o Segredo das Ilhas (edição textual, revista)
  • Crónicas
    • 1994 - Dicionário de Paixões
  • Antologias
    • 1978 - Antologia Panorâmica do Conto Açoriano
    • 1988 - Os Anos da Guerra - Os Portugueses em África (em 2 volumes.)
    • 2002 - Antologia do Conto Português (de Alexandre Herculano aos nossos dias)

PrémiosEditar

  • Prémio Dinis da Luz (com o romance "O Meu Mundo não é deste Reino")
  • Prémio Associação Cultural A BALADA (com contos "Entre Pássaro e Anjo")
  • Grande Prémio do Romance e Novela da A.P.E (com o romance "Gente Feliz com Lágrimas")
  • Prémio Eça de Queirós da Cidade de Lisboa (com o romance "Gente Feliz com Lágrimas")
  • Prémio Cristóbal Colón das Cidades Capitais Ibero-Americanas , Lima, Peru (com o romance "Gente Feliz com Lágrimas")
  • Prémio Fernando Namora (com o romance "Gente Feliz com Lágrimas")
  • Prémio Livro do Ano - Antena 1 (com o romance "Gente Feliz com Lágrimas")
  • Prémio Vergílio Ferreira (2016), pelo conjunto da sua obra[1]

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar