Abrir menu principal
Joaquim Augusto do Livramento
vice-presidente da província de Santa Catarina
Período 9 de março de 1882
a 5 de abril de 1882
Antecessor Manuel Pinto de Lemos
Período 30 de junho de 1882
a 6 de setembro de 1882
Sucessor Manuel Pinto de Lemos
deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina
Período (6ª legislatura) 1846 a 1847
Período (9ª legislatura) 1852 a 1853
Período (10ª legislatura) 1854 a 1855
Período (11ª legislatura) 1856 a 1857
Período (15ª legislatura) 1864 a 1865
Dados pessoais
Nascimento 14 de fevereiro de 1820
Desterro,
Santa Catarina,
Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves
Morte 7 de maio de 1883 (63 anos)
Desterro,
Santa Catarina,
Império do Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Progenitores Mãe: Ana Maria de Jesus
Pai: Joaquim Luís do Livramento
Alma mater Faculdade de Direito de São Paulo
Esposa Dulce Pórcia de Albuquerque Cavalcanti do Livramento
Filhos Artur Cavalcanti do Livramento, Hortência Augusta Cavalcanti do Livramento e Afonso Cavalcanti do Livramento
Partido Partido Conservador (Brasil)
Profissão advogado, político
Assinatura Assinatura de Joaquim Augusto do Livramento

Joaquim Augusto do Livramento (Desterro, 14 de fevereiro de 1820Desterro, 7 de maio de 1883) foi um advogado e político brasileiro.

VidaEditar

Filho de Joaquim Luís do Livramento e de Ana Maria de Jesus. Casou com Dulce Pórcia de Albuquerque Cavalcanti do Livramento, filha de José Mariano de Albuquerque Cavalcanti e de Cândida Rosa de Melo. Deste consórcio nasceram, entre outros, Artur Cavalcanti do Livramento, Hortência Augusta Cavalcanti do Livramento, mãe de Fúlvio Aducci, e Afonso Cavalcanti do Livramento.

Bacharel em direito pela Faculdade de Direito de São Paulo, em 1843.

CarreiraEditar

Foi deputado à Assembleia Legislativa Provincial de Santa Catarina na 6ª legislatura (1846 — 1847), na 9ª legislatura (1852 — 1853), na 10ª legislatura (1854 — 1855), na 11ª legislatura (1856 — 1857), e na 15ª legislatura (1864 — 1865).

Foi deputado geral na 7ª legislatura (1848 — 1849), na 8ª legislatura (1850 — 1853), e na 9ª legislatura (1853 — 1856).

Foi vice-presidente da província de Santa Catarina, nomeado por carta imperial de 27 de julho de 1878, assumindo a presidência interina por duas vezes, de 9 de março a 5 de abril de 1882 e de 30 de junho a 6 de setembro de 1882.

BibliografiaEditar

  • Piazza, Walter: Dicionário Político Catarinense. Florianópolis : Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1985.

Ligações externasEditar