Abrir menu principal
John English
Nome completo John Wilkinson English
Outros nomes John W. English
Jack English
Nascimento 25 de junho de 1903
Cumberland, Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido Inglesa
Estados Unidos Estadunidense
Morte 11 de outubro de 1969
Los Angeles, Califórnia, EUA
Ocupação cineasta
editor

John English (25 de junho de 190311 de outubro de 1969) foi um cineasta e editor de cinema e de televisão nascido no Reino Unido mas radicado à indústria cinematográfica estadunidense. Participou da direção de mais de 100 filmes e se tornou especialmente famoso pela co-direção, ao lado de William Witney, de muitos seriados da Republic Pictures, tais como Zorro's Fighting Legion e Drums of Fu Manchu, considerado por muitos como um dos melhores seriados da Republic.[1][2]

BiografiaEditar

John English nasceu em Cumberland, no Reino Unido, mas mudou-se para o Canadá muito cedo, recebendo lá sua educação. Nos anos 1920, iniciou no cinema trabalhando como editor para vários estúdios entre eles a MGM, Cosmopolitan Productions, Universal Pictures, Paramount Pictures, Educational Films Corporation of America e Conn Pictures Corporation (geralmente creditado Jack English), e iniciou na direção de filmes em 1935. Os primeiros filmes dirigiu para a Conn Pictures Corporation, sendo o primeiro The Red Blood of Courage (1935).[3] Além da Conn Pictures, dirigiu para a Boots and Saddles Pictures, e começou sua parceria com a Republic Pictures em 1937, sendo que o primeiro filme que dirigiu para a companhia foi o seriado Zorro Rides Again, na primeira co-direção com William Witney.

Entre 1930 e 1940, após Zorro Rides Again, dirigiu vários seriados para a Republic em parceria com William Witney, entre eles destacando-se The Lone Ranger e Dick Tracy Returns, ambos em 1938, e Drums of Fu Manchu, em 1940. Era costume na época dois diretores trabalharem juntos em cada seriado, e enquanto Witney trabalhava habitualmente sobre as cenas de ação, English se concentrava em elementos dos personagens e do enredo. Juntos, eles são considerados como tendo produzido os melhores exemplos do meio serial:

"... mais notáveis de todos foram os talentos na direção de William Witney e John English. Juntos eles dirigiram dezessete seriados consecutivos, afiando uma abordagem que permitiu que os seriados da Republic se distanciassem da concorrência. Eles adotaram uma abordagem não-nonsense que tratava o material serial com respeito e raramente deram pistas de que não se deveria considerar seriamente as histórias. Outros diretores permitiam um elemento de patetice para infiltrar-se gradualmente no seriado".[4]
Gary Johnson, de Images Journal. The Golden Age of the Serial

Whitney e English dirigiram 17 seriados juntos e alguns seriados isoladamente ou com outros diretores, como é o caso de Captain America (1944) que John English co-dirigiu com Elmer Clifton.

Após desentendimentos com as mudanças na gestão das equipes seriais da Republic, English passou a dirigir outros filmes, principalmente Westerns B, muitos deles com Bob Steele, Roy Rogers, Gene Autry e Bill Elliott, pelos quais a Republic era conhecida. Dirigiu alguns filmes para a Gene Autry Productions, no fim dos anos 1940 e início dos 1950.

Quando a Republic acabou como estúdio em 1959, English continuou dirigindo episódios de séries de televisão.[5] Na temporada de televisão de 1952-1953, dirigiu vários episódios da série de espionagem de Alan Hale Jr. para a CBS, Biff Baker, U.S.A.. Posteriormente dirigiu doze episódios da série da CBS My Friend Flicka (1956–1957) e 18 episódios da série Lassie (1964–1965).[6] Dirigiu também episódios das séries de televisão Gunsmoke, Daniel Boone, entre outros. Já nos anos 1960, muitos dos antigos seriados que dirigira foram transformados em filmes e veiculados na televisão.

EdiçãoEditar

Na edição, English trabalhou na montagem de 29 filmes entre 1926 e 1938. O primeiro a editar foi o filme Exquisite Sinner, em 1926, pela MGM.[7] Editou filmes para a MGM, Paramount Pictures e Conn Pictures, companhia cinematográfica para a qual editou vários filmes com Kermit Maynard nos anos 1930, passando em seguida à direção nessa própria companhia, para a qual dirigiu em 1935 seu primeiro filme, The Red Blood of Courage. Sua última edição foi em 1938, com o filme Crashing Through Danger, pela Excelsior Pictures Corp., e a partir de então passou a se dedicar apenas à direção.

MorteEditar

English faleceu em Los Angeles em 11 de outubro de 1969, aos 66 anos.[8]

Filmografia parcialEditar

Ver tambémEditar

Referências bibliográficasEditar

  • William Witney, "In a Door, Into a Fight, Out a Door, Into a Chase: Moviemaking Remembered by the Guy at the Door". McFarland & Company, 2008, 350pp. ISBN 0-7864-2258-0. Chapter 8 is titled "John English".

Notas e referênciasEditar

  1. «Serial Films». American Movie Classics Company LLC. 2010. Consultado em 17 de novembro de 2013 
  2. Harmon, Jim; Donald F. Glut. «8. The Detectives "Gangbusters!"». The Great Movie Serials: Their Sound and Fury. [S.l.]: Routledge. pp. 176, 180–181. ISBN 9780713000979 
  3. The Red Blood of Courage (1935) no IMDB
  4. "… most notable of all were the directing talents of William Witney and John English. Together they directed seventeen consecutive serials, honing an approach that allowed Republic serials to far outdistance the competition. They adopted a no-nonsense approach that treated the serial material with respect and rarely gave any clues that we shouldn't consider the stories seriously. Other directors would allow an element of goofiness to gradually seep into the serial".
  5. John English at Allmovie, acesso 17-11-2013
  6. «John English (I)». IMDB. Consultado em 17 de novembro de 2013 
  7. O Rapaz e a Cigana no IMDB
  8. John W. English no Find a Grave

Ligações externasEditar