José de Jesus Filho

político brasileiro

José de Jesus Filho (Araguari, 8 de dezembro de 1927Brasília, 31 de dezembro de 2021) foi um advogado, ex-político brasileiro e ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça.

José de Jesus Filho
Ministro da Justiça do Brasil
Período: 1 de abril de 1998
a 7 de abril de 1998
Nomeação por: Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a): Iris Rezende
Sucessor(a): Renan Calheiros
Ministro do Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Período: 9 de janeiro de 1986
a 30 de junho de 1997
(Proveniente do extinto Tribunal Federal de Recursos, considerando-se como data inicial a posse naquele tribunal)
Nomeação por: José Sarney
Sucessor(a): Aldir Guimarães Passarinho Júnior
Dados pessoais
Nascimento: 8 de dezembro de 1927
Araguari, Minas Gerais, Brasil
Falecimento: 31 de dezembro de 2021 (94 anos)
Brasília, Distrito Federal, Brasil
Alma mater: Universidade Federal de Goiás

CarreiraEditar

Foi nomeado juiz federal no Estado de Goiás em 14/03/1967. Em 1986 assumiu uma das cadeiras do antigo Tribunal Federal de Recursos. Com o advento da Constituição Federal de 1988, passou a fazer parte do corpo de ministros do Superior Tribunal de Justiça. Aposentou-se em 30/06/1997. No STJ integrou a segunda-turma, que trata de direito público, bem como a primeira seção, onde chegou a presidi-la.[1]

Foi ministro interino da Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso, de 1 a 7 de abril de 1998.

Morreu em 31 de dezembro de 2021, aos 94 anos.[2]

Referências

  1. «STJ - Ministros Aposentados e Ex-Ministros». www.stj.jus.br. Consultado em 1 de janeiro de 2022 
  2. «Ministro aposentado do STJ, José de Jesus Filho morre aos 94 anos, em Brasília». G1. Consultado em 31 de dezembro de 2021 

BibliografiaEditar

Precedido por
Iris Rezende
Ministro da Justiça do Brasil
1998
Sucedido por
Renan Calheiros
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.