Abrir menu principal

Leandro Romagnoli

futebolista argentino

Leandro Atilio Romagnoli (Buenos Aires, 17 de março de 1981) é um ex-futebolista argentino que atuava como meio-campista.

Leandro Romagnoli
Informações pessoais
Nome completo Leandro Atilio Romagnoli
Data de nasc. 17 de março de 1981 (38 anos)
Local de nasc. Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade Argentino
Italiano
Altura 1,72 m
Destro
Apelido El Pipi
El Tatuado
El Último 10
Informações profissionais
Período em atividade 1998–2018 (20 anos)
Clube atual Aposentado
Posição Meio-campista
Clubes de juventude
1993–1998 San Lorenzo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1998–2005
2005
2006–2009
2009–2018
San Lorenzo
Veracruz
Sporting
San Lorenzo
0198 000(27)
0029 0000(1)
0120 000(12)
0183 0000(9)
Seleção nacional
2001
2003
Argentina Sub-20
Argentina
0006 0000(2)
0001 0000(0)

Devido a seu físico magro, sua baixa estatura e seu estilo de jogo, sempre foi comparado com o compatriota Osvaldo Ardiles. Apelidado de Pipi, foi um camisa 10 clássico: compensava a falta de força física com habilidade técnica e bons dribles.[1]

O ex-meio campista iniciou e terminou a sua carreira no San Lorenzo, clube onde se tornou um dos maiores ídolos. Também teve uma breve passagem pelo Vera Cruz, do México, e ainda jogou por quatro temporadas no Sporting, de Portugal.

CarreiraEditar

Início no San LorenzoEditar

Nascido em Buenos Aires e formado das categorias de base do San Lorenzo incentivado por seu pai (um ex-jogador), Romagnoli fez sua estreia profissional no dia 13 de dezembro de 1998, com apenas 17 anos de idade, na partida entre San Lorenzo e Racing Club, que terminou com vitória de 3 a 1 para o Racing.

Aos poucos passou a se tornar um jogador ofensivo essencial para o clube, aparecendo em cerca de 200 jogos oficiais e ganhando três títulos importantes: o Torneio Clausura Argentino de 2001, a Copa Mercosul daquele ano e a Copa Sul-Americana de 2002.

Vera Cruz e SportingEditar

Em 2005 transferiu-se para o Vera Cruz, do México, e posteriormente foi adquirido pelo Sporting na temporada 2005-2006. Estreou no Campeonato Português num jogo contra o Marítimo.

Durante o período em que atuou pelos Leões, conquistou duas Taças de Portugal: a de 2006–07 e a de 2007–08. Já pela Taça da Liga, margou dois gols de pênalti que contribuíram para a vitória do Sporting por 4 a 1 contra o Porto nas semifinais. Entretanto, na final o Sporting perdeu de 3 a 2 nos pênaltis para o Benfica.[2]

No dia 7 de agosto de 2009, chegou a um acordo com o Sporting para a rescisão do contrato que os ligava.[3]

Retorno ao San LorenzoEditar

Em agosto de 2009, retornou para o clube que o revelou para o futebol, o San Lorenzo.[4] Lá permaneceu até 2014, sendo peça chave no grupo que conquistou a Copa Libertadores da América 2014.

Polêmica com o BahiaEditar

Em janeiro de 2014 ele assinou um pré-contrato com o Bahia, contrato esse que determinava sua apresentação no dia 30 de junho ou no final da temporada, justamente a temporada em que ele conquistaria o título inédito da Libertadores. Logo após a conquista, o atleta não se apresentou e rasgou o pré contrato, assim descumprindo seu acordo firmado com meses de antecedência, mesmo já tendo sua camisa de número 100 e sendo recebido com festa no Aeroporto de Salvador.[5]

AposentadoriaEditar

Anunciou sua aposentadoria no dia 6 de junho de 2018, aos 37 anos. Posteriormente, no dia 15 de dezembro, realizou um jogo de despedida no El Nuevo Gasómetro que contou a presença de grandes ídolos do San Lorenzo.[6]

Seleção ArgentinaEditar

Pela Seleção Argentina Sub-20, foi campeão da Copa do Mundo Sub-20 de 2001, jogando ao lado de grandes promessas do futebol mundial e que futuramente viriam a ser grandes jogadores, como Javier Saviola, Andrés D'Alessandro, Maxi Rodríguez, Nicolás Medina, Nicolás Burdisso, dentre outros.

Fez sua estreia pela Seleção Principal da Argentina contra os Estados Unidos, no dia 8 de fevereiro de 2003. Ele atuou 12 minutos no amistoso que sua Seleção venceu por 1 a 0.

TítulosEditar

Referências

  1. Wladimir de Castro (3 de agosto de 2014). «Romagnoli, o Sr. Ciclón». Doentes por Futebol. Consultado em 26 de julho de 2019 
  2. «Benfica venceu Sporting na final da Taça da Liga». Jornal de Notícias. 21 de março de 2009. Consultado em 26 de julho de 2019 
  3. «Romagnoli rescindiu com o Sporting». Diário de Notícias. 7 de agosto de 2009. Consultado em 26 de julho de 2019 
  4. Wagner Bordin (20 de agosto de 2009). «Romagnoli é apresentado no San Lorenzo». Futebol Portenho. Consultado em 26 de julho de 2019 
  5. «Romagnoli é recebido por grupo de torcedores no aeroporto». iBahia. 17 de agosto de 2014. Consultado em 26 de julho de 2019 
  6. Leandro Stein (16 de dezembro de 2018). «Lenda inigualável do San Lorenzo, Romagnoli se despediu do futebol com todas as honras». Trivela. Consultado em 26 de julho de 2019 
   Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.