Abrir menu principal

Lista de prefeitos de Natal (Rio Grande do Norte)

artigo de lista da Wikimedia
(Redirecionado de Lista de prefeitos de Natal)

Esta é uma lista de governantes da cidade de Natal, capital do estado brasileiro do Rio Grande do Norte. Constam na lista os chefes do poder executivo do município, entre prefeitos e intendentes, apresentados na lista oficial do site da prefeitura.[3] Segundo a lei orgânica do município, datada de 1990, o poder executivo é chefiado pelo prefeito, que conta com o auxílio dos secretários municipais, livremente nomeados pelo mesmo. Existe ainda o vice-prefeito, responsável por substituir o prefeito quando necessário e também por assumir a prefeitura estando o cargo vago.[4]

Prefeito de Natal
Brasão de Natal.svg
Brasão de Natal
Álvaro Costa Dias Prefeito Natal.jpg
No cargo
Álvaro Dias

desde 6 de abril de 2018
Duração 4 anos (possibilidade de 8 anos em caso de reeleição)
Primeiro titular Fabrício Gomes Pedroza
Salário R$ 14 mil por mês[1][2]
Website http://www.natal.rn.gov.br

Atual prefeito (2017-2020)Editar

 Ver artigo principal: Eleição municipal de Natal em 2016

O atual prefeito de Natal é do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), Álvaro Costa Dias, eleito vice-prefeito em 2016 e que assumiu o mandato em abril de 2018, com a renúncia do titular.[5]

 
Fachada do Palácio Felipe Camarão.

Palácio Felipe CamarãoEditar

 Ver artigo principal: Palácio Felipe Camarão

O edifício sede da prefeitura é o Palácio Felipe Camarão, localizado no bairro da Cidade Alta. Foi inaugurado em 7 de setembro de 1922, em comemoração ao centenário da Independência do Brasil. Seu nome homenageia Filipe Camarão, herói indígena do século XVII que participou das lutas contra o domínio holandês no Brasil.[6]

Prefeitos de NatalEditar

Prefeito Mandato Vice-prefeito Partido Eleição
1   Fabrício Gomes Pedroza 14 de fevereiro de 1890 10 de dezembro de 1895 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, Jerônimo Câmara.
2   Olímpio Tavares 10 de dezembro de 1895 1 de março de 1898 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, Pedro Maranhão.
3   Joaquim Manoel Teixeira 1 de março de 1898 31 de agosto de 1909 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, Joaquim Ferreira Chaves.
4   Romualdo Galvão 31 de agosto de 1909 1 de janeiro de 1916 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, Alberto Maranhão.
5   Vicente Inácio Pereira 1 de janeiro de 1916 1 de setembro de 1919 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, Joaquim Ferreira Chaves.
6   Teodósio Paiva 1 de setembro de 1919 30 de abril de 1924 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, Joaquim Ferreira Chaves.
7   Manoel Dantas 1 de maio de 1924 15 de junho de 1924 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, José Augusto Medeiros, faleceu no exercício do mandato, sendo substituído pelo seu genro.[7]
8   Omar O'Grady 15 de junho de 1924 8 de outubro de 1930 Nenhum Partido Republicano Potiguar Não houve
Intendente nomeado pelo governador do Estado, José Augusto Medeiros, após a morte do seu sogro.
9   Pedro Dias Guimarães 8 de outubro de 1930 18 de dezembro de 1931 Nenhum Aliança Liberal Não houve
Prefeito nomeado pela Junta Governativa Potiguar.
10   Gentil Ferreira de Souza 18 de dezembro de 1931 25 de novembro de 1932 Nenhum Partido Conservador Trabalhista Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Aluísio de Andrade Moura.
11   Sandoval Cavalcante 25 de novembro de 1932 12 de abril de 1933 Nenhum União Democrática Brasileira Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Bertino Dutra da Silva.
12   Anibal Martins Ferreira 12 de abril de 1933 25 de novembro de 1933 Nenhum Partido Democrático Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Bertino Dutra da Silva.
13   José Bilro 25 de novembro de 1933 27 de novembro de 1935 Nenhum Partido Democrático Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Mário Leopoldo Pereira da Câmara.
14   Gentil Ferreira de Souza 27 de novembro de 1935 25 de novembro de 1940 Nenhum Partido Democrático Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Rafael Fernandes Gurjão.
15   Joaquim Inácio Filho 25 de novembro de 1940 1 de janeiro de 1942 Nenhum Partido Progressista Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Rafael Fernandes Gurjão.[8]
16   Mário Eugênio Lira 1 de janeiro de 1942 23 de março de 1943 Nenhum Partido Progressista Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Rafael Fernandes Gurjão.
17   José Augusto Varela 23 de março de 1943 8 de abril de 1946 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Rafael Fernandes Gurjão.
18   Sylvio Pedroza 8 de abril de 1946 25 de fevereiro de 1950 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo interventor estadual, Miguel Seabra Fagundes.[9]
19   Claudionor Andrade 25 de fevereiro de 1950 31 de janeiro de 1951 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Dix-Sept Rosado.[10]
20   Olavo Galvão 31 de janeiro de 1951 20 de setembro de 1951 Elyseu Leite Partido Democrata Cristão Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Dix-Sept Rosado.[11]
21   Crezo Bezerra 20 de setembro de 1951 8 de abril de 1954 Nenhum Partido Trabalhista Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Sylvio Pedroza.[12]
22   Wilson de Oliveira Miranda 8 de abril de 1954 8 de abril de 1956 Nenhum União Democrática Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Sylvio Pedroza.
23   Djalma Maranhão 8 de abril de 1956 8 de abril de 1959 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Dinarte Mariz.[13]
24   José Pinto Freire 8 de abril de 1959 1 de janeiro de 1961 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Assumiu o cargo em virtude da decisão do Supremo Tribunal Federal proferida pela representação n° 406 na qualidade de presidente da Câmara Municipal.[14]
25   Djalma Maranhão 1 de janeiro de 1961 3 de abril de 1964 Luiz Gonzaga dos Santos Partido Democrático Social 1960
Prefeito eleito democraticamente nas eleições municipais de 15 de novembro de 1960.[13]
26   Tertius Rebello 3 de abril de 1964 31 de janeiro de 1966 Raimundo Elpídio União Democrática Nacional 1964
Prefeito eleito indiretamente pela Câmara Municipal de Natal.
27   Agnelo Alves 31 de janeiro de 1966 16 de maio de 1969 Ernani Silveira Movimento Democrático Brasileiro 1965
Prefeito eleito democraticamente nas eleições municipais de 3 de outubro de 1965.[15]
28   Ernani Silveira 16 de maio de 1969 15 de março de 1971 Nenhum Aliança Renovadora Nacional Não houve
Vice-prefeito eleito, assumiu o poder executivo em decorrência da cassação do titular pela ditadura militar.
29   Ubiratan Pereira Galvão 15 de março de 1971 11 de maio de 1972 Nenhum Aliança Renovadora Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Cortez Pereira.
30   Jorge Ivan Cascudo Rodrigues 11 de maio de 1972 15 de março de 1975 Nenhum Aliança Renovadora Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Cortez Pereira.
31   Vauban Bezerra 15 de março de 1975 15 de março de 1979 Nenhum Aliança Renovadora Nacional Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Tarcísio Maia.
32   José Agripino Maia 23 de março de 1979 15 de maio de 1982 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Lavoisier Maia.
33   Manoel Pereira dos Santos 15 de maio de 1982 15 de março de 1983 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, Lavoisier Maia.
34   Marcos Formiga 15 de março de 1983 1º de janeiro de 1986 Nenhum Partido Democrático Social Não houve
Prefeito nomeado pelo governador do Estado, José Agripino Maia.
35   Garibaldi Alves Filho 1 de janeiro de 1986 1 de janeiro de 1989 Roberto Furtado Partido do Movimento Democrático Brasileiro 1985
Prefeito eleito democraticamente nas eleições municipais de 15 de novembro de 1988.
36   Wilma de Faria 1 de janeiro de 1989 1 de janeiro de 1993 Ney Lopes Partido Democrático Trabalhista 1988
Prefeita eleita democraticamente nas eleições municipais de 15 de novembro de 1988.
37   Aldo Tinoco 1 de janeiro de 1993 1 de janeiro de 1997 Eveline Guerra Partido da Social Democracia Brasileira 1992
Prefeito eleito democraticamente no segundo turno das eleições municipais de 15 de novembro de 1992.
38   Wilma de Faria 1 de janeiro de 1997 1 de janeiro de 2001 Marcílio Carrilho Partido Socialista Brasileiro 1996
Prefeita eleita democraticamente no segundo turno das eleições municipais de 15 de novembro de 1996.
1 de janeiro de 2001 5 de abril de 2002 Carlos Eduardo Alves Partido Socialista Brasileiro 2000
Prefeita reeleita democraticamente no primeiro turno das eleições municipais de 3 de outubro de 2000, renunciou o cargo em circunstância da sua candidatura ao governo do Estado nas eleições estaduais de 2002.
39   Carlos Eduardo Alves 5 de abril de 2002 1 de janeiro de 2005 Nenhum Partido Socialista Brasileiro Não houve
Vice-prefeito eleito democraticamente em primeiro turno nas eleições municipais de 3 de outubro de 2000, assumiu em decorrência da renúncia da titular para se candidatar ao governo do Estado nas eleições estaduais de 2002.[16]
1 de janeiro de 2005 1 de janeiro de 2009 Micarla de Sousa Partido Socialista Brasileiro 2004
Prefeito reeleito democraticamente em primeiro turno nas eleições municipais de 3 de outubro de 2004.[16]
40 Micarla de Sousa 1 de janeiro de 2009 1 de novembro de 2012 Paulinho Freire Partido Verde 2008
Prefeita eleita democraticamente em primeiro turno nas eleições municipais de 5 de outubro de 2008, foi afastada judicialmente por suspeitas de corrupção na Secretaria Municipal de Saúde da capital do Estado.[17]
41   Paulinho Freire 1 de novembro de 2012 13 de dezembro de 2012 Nenhum Partido Progressista Não houve
Vice-prefeito eleito democraticamente no primeiro turno das eleições de 5 de outubro de 2008, assumiu o poder executivo em decorrência do afastamento da titular.[18]
42   Ney Lopes Júnior 13 de dezembro de 2012 1 de janeiro de 2013 Nenhum Democratas Não houve
Presidente da Câmara Municipal de Natal, assumiu a chefia da capital potiguar em circunstância da renúncia do vice-prefeito, que também assumiu o poder devido a renúncia da titular.[19]
43   Carlos Eduardo Alves 1 de janeiro de 2013 1 de janeiro de 2017 Wilma de Faria Partido Democrático Trabalhista 2012
Prefeito eleito democraticamente em segundo turno nas eleições municipais de 28 de outubro de 2012.[20][16]
1 de janeiro de 2017 6 de abril de 2018 Álvaro Dias Partido Democrático Trabalhista 2016
Prefeito reeleito democraticamente em primeiro turno nas eleições municipais de 2 de outubro 2016, renunciou ao mandato devido a sua candidatura a governador do Estado nas eleições estaduais de 2018.[16][21][22]
44   Álvaro Dias 6 de abril de 2018 até a atualidade Nenhum Movimento Democrático Brasileiro Não houve
Vice-prefeito eleito democraticamente em primeiro turno das eleições municipais de 2 de outubro de 2016, assumiu o executivo da capital potiguar devido a renúncia do titular para se candidatar ao governo do Estado nas eleições estaduais de 2018.[23][24][25]

Referências

  1. G1 RN (18 de dezembro de 2012). «Em 2ª votação, vereadores de Natal reajustam salários e de prefeito». G1.globo.com. Consultado em 24 de dezembro de 2013 
  2. G1 RN (4 de junho de 2013). «Prefeito de Natal adia reajuste do próprio salário e de secretários». G1.globo.com. Consultado em 24 de dezembro de 2013 
  3. Prefeitura Municipal do Natal. «Galeria de Ex-Prefeitos de Natal». Natal.rn.gov.br. Consultado em 30 de dezembro de 2013 
  4. Câmara Municipal de Natal (3 de abril de 1990). «Lei Orgânica do Município do Natal» (PDF). Cmnat.rn.gov.br. Consultado em 30 de dezembro de 2013. Arquivado do original (PDF) em 8 de maio de 2013 
  5. G1 RN (2 de outubro de 2016). «Carlos Eduardo, do PDT, é reeleito prefeito de Natal». G1.globo.com. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  6. Prefeitura Municipal do Natal. «Palácio Felipe Camarão». Natal.rn.gov.br. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  7. Maxmeio.com - (atendimento@maxmeio.com). «Manoel Dantas, o futurista». www.al.rn.gov.br (em portuguese). Consultado em 7 de novembro de 2019 
  8. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «CARVALHO FILHO, JOAQUIM INACIO DE». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  9. https://repositorio.ufrn.br/jspui/bitstream/123456789/16950/1/ArthurLOT_DISSERT.pdf
  10. «Aspern - Associação dos Procuradores do Estado do RN». www.aspern.org.br. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  11. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «OLAVO JOAO GALVAO». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  12. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «MELO, CRESO BEZERRA DE». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  13. a b Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «DJALMA CARVALHO MARANHAO». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  14. «Morre empresário e ex-prefeito José Pinto Freire». Tribuna do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  15. RN, Do G1 (21 de junho de 2015). «Morre o deputado estadual Agnelo Alves, ex-prefeito de Natal». Rio Grande do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  16. a b c d Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «EDUARDO, Carlos». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  17. RN, Ricardo AraújoDo G1 (31 de outubro de 2012). «Micarla de Sousa é afastada da Prefeitura de Natal pela Justiça». Rio Grande do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  18. RN, Do G1 (1 de novembro de 2012). «Sob aplausos, Paulinho Freire toma posse e assume Prefeitura de Natal». Rio Grande do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  19. RN, Caroline HolderDo G1 (13 de dezembro de 2012). «Ney Lopes Júnior é o novo prefeito de Natal pelos próximos 17 dias». Rio Grande do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  20. RN, Ricardo AraújoDo G1 (28 de outubro de 2012). «Carlos Eduardo é eleito prefeito de Natal». Eleições 2012 no Rio Grande do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  21. RN, Do G1 (2 de outubro de 2016). «Carlos Eduardo, do PDT, é reeleito prefeito de Natal». Eleições 2016 no Rio Grande do Norte. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  22. «Prefeito de Natal anuncia renúncia ao cargo e pré-candidatura ao Governo do RN». G1. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  23. G1 RN (2 de outubro de 2016). «Carlos Eduardo, do PDT, é reeleito prefeito de Natal». G1.globo.com. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  24. G1 RN (1 de janeiro de 2017). «Carlos Eduardo toma posse hoje para 4º mandato como prefeito de Natal». G1.globo.com. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  25. Prefeitura Municipal do Natal. «O Prefeito». Natal.rn.gov.br. Consultado em 2 de janeiro de 2017 

Ligações externasEditar