Abrir menu principal

Louis-Ernest Dubois

Louis-Ernest Dubois
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Paris
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Paris
Nomeação 13 de setembro de 1920
Predecessor Dom Léon-Adolphe Cardeal Amette
Sucessor Dom Jean Cardeal Verdier
Mandato 1920 - 1929
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 20 de setembro de 1879
por Dom Hector-Albert Chaulet d'Outremon
Nomeação episcopal 18 de abril de 1901
Ordenação episcopal 2 de julho de 1901
por Dom Marie-Prosper-Adolphe de Bonfils
Nomeado arcebispo 30 de novembro de 1909
Cardinalato
Criação 4 de dezembro de 1916
(in pectore)
7 de dezembro de 1916 (Publicado)

por Papa Bento XV
Ordem Cardeal-Presbítero
Título Santa Maria em Aquiro
Brasão
Armoiries vitrail Louis-Ernest Dubois.jpg
Lema Regnavit a ligno Deus
Dados pessoais
Nascimento Saint-Calais
1 de setembro de 1856
Morte Paris
23 de setembro de 1929 (73 anos)
Nacionalidade francês
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Louis-Ernest Cardeal Dubois (1 de setembro de 185623 de setembro de 1929) foi prelado católico francês. Foi bispo da Diocese de Verdun e arcebispo das Arquidioceses de Bourges, Ruão e Paris. Foi elevado ao cardinalato em 1916.

VidaEditar

Louis-Ernest Dubois estudou assuntos filosofia e teologia católica no Seminário de Le Mans. Em 20 de setembro de 1879, ele recebeu o sacramento da Ordem e depois trabalhou como pastor comunitário na Diocese de Le Mans. A partir de 1888, ele passou a ser editor do jornal Semaine du fidèle. Em 1893, ele fundou a Union Historique du Maine. Em 1895, foi nomeado cônego honorário da Catedral de Le Mans. Nos anos de 1898 a 1901, ele liderou a administração da diocese de Le Mans como vigário-geral.

Em 1901, ele foi nomeado bispo de Verdun, mas foi liberado desta função a seu próprio pedido. Recebeu a consagração episcopal em 2 de julho de 1901, das mãos de Marie-Prosper-Adolphe de Bonfils, bispo de Le Mans; Os co-consagrantes foram o bispo Étienne-Marie Potron, OFM, e Charles Joseph Gilbert, bispo-emérito de Le Mans. Em 3 de novembro de 1909, o Papa Pio X o nomeou arcebispo de Bourges; em março de 1916, o Papa Bento XV colocou-o na liderança da Arquidiocese de Ruão e o elevou, em 4 de dezembro do mesmo ano, a cardeal-presbítero de Santa Maria em Aquiro. Em 13 de setembro de 1920, o Papa confiou-lhe a direção da Arquidiocese de Paris. O Cardeal Dubois participou do Conclave de 1922. Em 1926, ele representou o papa como legado papal no Congresso Mariano Nacional em Chartres.

Louis-Ernest Dubois morreu em 23 de setembro de 1929, em Paris, e foi sepultado na cripta da Notre-Dame de Paris.

ReferênciasEditar