Mário Milani

futebolista brasileiro

Mário Milani (Jundiaí, 15 de agosto de 1918 - Jundiaí, 24 de setembro de 2003) foi um futebolista brasileiro. Atacante, foi artilheiro do Campeonato Paulista em 1942 e 1943 pelo Corinthians.

Mário Milani
Informações pessoais
Nome completo Mário Milani
Data de nasc. 15 de agosto de 1918
Local de nasc. Jundiaí, São Paulo SP,  Brasil
Nacionalidade Brasil Itália Ítalo-brasileiro
Falecido em 24 de setembro de 2003
Local da morte Jundiaí, São Paulo SP,  Brasil
Apelido Milani
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes de juventude
1932-1933
1933-1934
1935-1937
Estrela de Ouro
Minas Gerais
Clube Atlético Comercial
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1937-1938
1938-1941
1941-1948
1948-1950
Brasil São Paulo
Brasil Fluminense-RJ
Brasil Corinthians
Brasil Juventus
00000
00000
01310000(100)
00000
Seleção nacional
Brasil Seleção Brasileira

BiografiaEditar

Início da carreiraEditar

Mário Milani era o filho de uma família abastada de industriais da região de Jundiaí. Ele começou sua carreira em 1932, aos 14 anos, de forma um tanto despretensiosa, no time amador de Jundiaí chamado Estrela de Ouro. Entre 1933 e 1934, jogou no Minas Gerais, outro time amador da cidade, onde conquistou o título de campeão Jundiaiense, o primeiro de sua carreira. De 1935 a 1937, atuou pelo também amador Clube Atlético Comercial, time de maior tradição no futebol de Jundiaí na época. Em seu último ano no clube, voltou a conquistar o título de campeão Jundiaiense.

Um dia, jogando nos campos de várzea, foi observado por um olheiro e foi levado ao São Paulo Futebol Clube em 1937. Ficou um ano no clube, chegando a ser alçado ao posto de capitão em algumas partidas, mas não se firmou.

FluminenseEditar

Em 1938, o também jundiaiense Romeu Pellicciari, então ídolo do Fluminense (campeão carioca pela equipe em 1936 de 1937 e 1938), convenceu os dirigentes do seu time a contratarem Mário. Porém, o mais difícil foi convencer a família Milani a liberar a viagem do filho. Romeu teve de garantir que se responsabilizaria pessoalmente pelo conterrâneo.

Pelo time carioca, Milani sagrou-se campeão do Torneio Início e campeão Interestadual, ambos em 1940. Depois de alternar momentos muito bons e ruins no Fluminense, acabou por se transferir para o Corinthians em 1941.

CorinthiansEditar

No Corinthians Milani se tornou um ídolo. Jogou no clube alvinegro de 1941 a 1948. Logo em seu primeiro ano, foi campeão paulista ao lado de atletas como Brandão, Tite, Servílio, Teleco e Jango.

Em 1942, começou a mostrar o seu faro de goleador e foi o artilheiro do Campeonato Paulista com 24 gols. O alvinegro terminou como vice-campeão, atrás do Palmeiras (então Palestra Itália).

Em 1943, Milani voltou a se destacar marcando 20 gols e sendo, novamente, o artilheiro do campeonato. Porém, o time ficou em segundo lugar de novo. Dessa vez, o campeão foi o São Paulo.

Durante sua época no ataque do Corinthians, o time conquistou ainda a Taça Supremacia/Torneio Quinela de Ouro (1942), Torneio Início do Campeonato Paulista (1944), Taça Cidade de São Paulo (1942/43, 1947/48), Taça de Campeões Rio-São Paulo (1941), entre outros. Foi vice-campeão paulista ainda em 1946,1947 e 1948. A fama de goleador de Milani fez com que ele ganhasse o apelido de "menino de ouro". No clube de Parque São Jorge, Milani entrou em campo 131 vezes e marcou 100 gols.

Seleção PaulistaEditar

Na época em que Mário Milani era jogador de futebol, eram disputados campeonatos brasileiros de seleções estaduais. Cada unidade da federação escolhia os melhores atletas de seus clubes para disputar o torneio.

As boas atuações renderam a Mário Milani vaga na Seleção Paulista daquele ano, ao lado de Oberdan, Jango, Agostinho, Cláudio, Lima e Teixeirinha. O jundiaiense faria parte do grupo dos melhores jogadores do estado por outros dois anos consecutivos.

Pela seleção paulista conquistou duas vezes o Campeonato Brasileiro de Seleções (1941 e 1942) sendo que, em 1942, foi também o artilheiro máximo do torneio com 11 gols.

Fim da carreiraEditar

Após sair do Corinthians em 1948, já com 30 anos de idade, Milani se transferiu para o Juventus da rua Javari. Ficou lá até 1950, quando chegou a assumir o Moleque Travesso como treinador, em um período curto. Em 1951, Mário abandonou o futebol com a camisa do Paulista de Jundiaí, sua cidade natal.

Pós-futebol e homenagensEditar

A boa educação que Mário Milani teve durante a juventude e seu gosto por estudos já destoavam desde aquela época no meio do futebol. Depois que deixou os gramados, Milani foi Secretário Municipal de Finanças em Jundiaí e Itupeva, cargo de alto teor técnico.

Recebeu diversas homenagens em vida, mas algumas póstumas são marcantes ainda hoje. O nome dele foi dado a um viaduto na altura do km 70 da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, que liga Jundiaí a Itu, e a um estádio municipal de futebol em Itupeva.

RelíquiaEditar

O irmão de Mário Milani, Tico Milani, é responsável por guardar e divulgar o vasto material que o jogador foi guardando durante a carreira. Entre as várias fotos e jornais da época, uma carta se destaca. Nela, datada de 10 de fevereiro de 1938, a diretoria do São Paulo Futebol Clube informa Milani oficialmente que, a partir daquele momento, assumiria como capitão da equipe. Eis a transcrição exata da carta.

"Ilmo. Snr.

Mário Milani
C A P I T A L


Prezado Amigo.

Tenho o prazer de levar ao conhecimento de V. S. que em reunião da Directoria deste Clube, por proposta da Direcção Esportiva, e com unanime acceitação dos Directores. foi V. S. indicado para o cargo de capitão do nosso time de futebol, devendo V. S. tomar posse no primeiro jogo que se realizar.

Com estima e consideração, sou

Attenciosamente

SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

Secretario"

Títulos e CampanhasEditar

Abaixo a lista dos títulos conquistados e das boas campanhas de Mário Milani.

Título Clube Ano
Campeão Jundiaiense Minas Gerais F. C. 1934
Campeão Jundiaiense C. A. Comercial 1937
Campeão Carioca Fluminense 1940
Campeão Torneio Início Fluminense 1940
Capeão Interestadual Fluminense 1940
Campeão Brasileiro Selecionado Paulista 1941
Campeão Paulista Corinthians 1941
Campeão Interestadual Corinthians 1941
Campeão dos Campeões Corinthians 1941
Campeoníssimo do Brasil Corinthians 1941
Bi-Campeão Brasileiro Selecionado Paulista 1942
Vice-Campeão Corinthians 1942
Campeão Torneio Taça Cidade de São Paulo Corinthians 1942
Vice-Campeão Brasileiro Selecionado Paulista 1943
Vice-Campeão Paulista Corinthians 1943
Campeão Torneio Taça de São Paulo Corinthians 1943
Vice-Campeão Paulista Corinthians 1944
Vice-Campeão Paulista Corinthians 1945
Campeão Torneio Início Corinthians 1945
Vice-Campeão Paulista Corinthians 1946
Vice-Campeão Paulista Corinthians 1947
Vice-Campeão Paulista Corinthians 1948

ArtilhariaEditar

Abaixo a lista dos campeonatos em que Mário Milani foi artilheiro.

Torneio Clube Ano Gols
Campeonato Paulista Corinthians 1942 24
Campeonato Brasileiro Seleção Paulista 1942 11
Campeonato Paulista Corinthians 1943 20

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.