Abrir menu principal

Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal

infanta aragonesa, segunda esposa de Manuel I de Portugal, a qual viria a ser rainha de Portugal desde 1501 até à sua morte
Maria de Aragão e Castela
D. Maria, rainha de Portugal segunda mulher de D. Manuel I.
Rainha consorte de Portugal
Reinado 30 de agosto de 1500
á 7 de março de 1517
Predecessor Isabel de Aragão
Sucessor Leonor de Áustria
Esposo Manuel I de Portugal
Casa Trastâmara
Título(s) Infanta de Castela
Nascimento 29 de junho de 1482
  Córdova, Espanha
Morte 7 de março de 1517 (34 anos)
  Paço da Ribeira, Lisboa, Portugal
Enterro Mosteiro dos Jerónimos, Belém, Lisboa
Filho(s) João III
Isabel
Beatriz
Luís
Fernando
Afonso
Maria
Henrique I
Duarte
António
Pai Fernando II de Aragão
Mãe Isabel I de Castela

Maria de Aragão e Castela (em castelhano: Maria de Aragón y Castilla; Córdova, Reino de Córdova, Coroa de Castela, 29 de junho de 1482Lisboa, 7 de março de 1517) foi uma infanta aragonesa, segunda esposa de Manuel I de Portugal, a qual viria a ser rainha de Portugal desde 1501 até à sua morte. Ela era filha dos Reis Católicos, Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão.[1][2]

FamíliaEditar

Teve quatro irmãos, entre os quais Joana a Louca, rainha de Castela, e Catarina de Aragão, esposa de Henrique VIII de Inglaterra (da qual o rei inglês se virá a querer divorciar e que estará na origem da separação da Igreja Anglicana da Católica Romana), e ainda Isabel de Aragão (esposa do príncipe Afonso de Portugal e primeira mulher de D. Manuel I). Ela tinha uma irmã gêmea natimorta chamada Ana (embora algumas outras fontes afirmem que a rainha estava grávida de gêmeos fraternos, e que o bebê natimorto era um menino).

A morte desta última, em 1498, durante o parto do seu filho, levou a que D. Manuel, numa política de aproximação entre as duas casas reais peninsulares, se viesse a consorciar com a sua irmã Maria em 30 de agosto de 1500, tendo aí iniciado-se uma ligação dinástica com a Espanha tão profunda que, em última análise, estará na origem dos acontecimentos de 1580.

Maria de Aragão e Castela faleceu em 1517, com apenas 35 anos, de causas naturais. Foi sepultada no Convento da Madre de Deus, donde foi trasladada para o mosteiro de Belém.

DescendênciaEditar

Referências

  1. «D. Maria, Rainha de Portugal - Portugal, Dicionário Histórico». www.arqnet.pt. Consultado em 28 de janeiro de 2019 
  2. Howe, Elizabeth Teresa (2008). Education and Women in the Early Modern Hispanic World (em inglês). [S.l.]: Ashgate Publishing, Ltd. ISBN 9780754687108 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria de Aragão e Castela, Rainha de Portugal
Precedida por:
Isabel de Aragão
 
Rainha de Portugal

30 de agosto de 1500 — 7 de março de 1517
Sucedida por:
Leonor de Áustria
  Este artigo sobre Rainhas de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.