Televisão (álbum)

(Redirecionado de Massacre (canção))
Televisão
Álbum de estúdio de Titãs
Lançamento Junho de 1985
Gravação Março e Abril de 1985, na Transamérica (SP)
Gênero(s) Rock, pós-punk
Duração 36:35
Idioma(s) Português
Formato(s) LP; Tape e CD
Gravadora(s) WEA (LP/ Tape); Elektra/ WEA (Compactos Simples); Warner Music (CDs).
Produção Lulu Santos[1]
Cronologia de Titãs
Titãs
(1984)
Cabeça Dinossauro
(1986)
Singles de Televisão
  1. "Insensível"
    Lançamento: 1985
  2. "Televisão"
    Lançamento: 1985
  3. "Massacre"
    Lançamento: 1986

Televisão é o segundo álbum de estúdio da banda brasileira de rock Titãs. Foi produzido por Lulu Santos[1] e lançado em junho de 1985 pela WEA.[2] É o primeiro álbum da banda com o baterista Charles Gavin, que substituiu André Jung.[1]

Televisão foi pensado para ser um disco que imita uma televisão, de modo que cada faixa representasse um canal. Em outras palavras, a ideia era que as faixas mudassem de um gênero para outro da mesma forma que diferentes tipos de programas podem ser assistidos ao se mudar o canal do televisor.[2][3] A foto de capa não foi editada para parecer uma televisão; a banda foi efetivamente filmada por uma câmera que transmitia a imagem para um aparelho televisor e uma foto da tela foi tirada.[4]

Foi o primeiro álbum do grupo produzido por Lulu Santos, que foi escolhido pela banda para garantir um som diferente das outras bandas brasileiras de rock da época.[2]

Perguntados em 1998 sobre o destino da personagem Dona Nenê, da faixa homônima, a banda respondeu que "é um mistério até hoje" e que "ninguém sabe onde ela está".[5] Durante uma apresentação da faixa "Massacre" num programa de Marília Gabriela, o político Jânio Quadros protestou dizendo que "aquilo não era música" e que era "uma porcaria".[3]

O álbum vendeu 25 mil cópias (o que foi considerado um "relativo fracasso" pela banda)[6] e foi elogiado pelos críticos que aprovaram seu foco incondicional, sua agressividade bruta misturada com elementos sentimentais e bregas e seus grooves pop e contemporâneos.[7] Em um artigo escrito em 2006, o vocalista e tecladista Sérgio Britto comentou que faixas como "Televisão", "Massacre", "Pavimentação" e "Autonomia" apontavam para o direcionamento musical que a banda adotaria em seu álbum seguinte, Cabeça Dinossauro.[6]

FaixasEditar

TítuloCompositor(es)Vocais principais[8] Duração
1. "Televisão"  Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer, Tony BellottoArnaldo Antunes 3:40
2. "Insensível"  Sérgio BrittoSérgio Britto 4:25
3. "Pavimentação"  Paulo Miklos, Arnaldo AntunesPaulo Miklos 2:25
4. "Dona Nenê"  Branco Mello, Ciro PessoaBranco Mello 3:35
5. "Pra Dizer Adeus"  Tony Bellotto, Nando ReisNando Reis 5:00
6. "Não Vou Me Adaptar"  Arnaldo AntunesArnaldo Antunes 2:45
7. "Tudo Vai Passar"  Sérgio Britto, Marcelo FromerSérgio Britto 3:40
8. "Sonho com Você"  Branco Mello, Sérgio Britto, Ciro PessoaBranco Mello 3:05
9. "O Homem Cinza"  Nando ReisNando Reis 3:40
10. "Autonomia"  Paulo Miklos, Arnaldo Antunes, Marcelo FromerPaulo Miklos 2:55
11. "Massacre"  Sérgio Britto, Marcelo FromerArnaldo Antunes, Branco Mello, Paulo Miklos e Sérgio Britto 1:40

CréditosEditar

Conforme encarte:[8]

Titãs
Participações especiais
Pessoal técnico

Referências

  1. a b c Reis, Luiz Felipe; Lichote; Leonardo (20 de outubro de 2016). «Peça e livro celebram os 30 anos de 'Cabeça dinossauro', dos Titãs». O Globo. Grupo Globo. Consultado em 21 de junho de 2017 
  2. a b c Gonçalvez, Marcos Augusto (19 de junho de 1985). «No ar, o LP que troca de canal». Grupo Folha. Folha de S.Paulo. 20.591: 39. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  3. a b Nando Reis - 50 fatos sobre os Titãs. YouTube. 11 de novembro de 2020. Em cena em 28:50-30:00 (Televisão); 30:54-31:17 (Massacre). Consultado em 29 de janeiro 2021 
  4. Naspolini, Gilson (7 de agosto de 2020). CHARLES GAVIN: A Produção do "CABEÇA DINOSSAURO" ao "JESUS NÃO TEM DENTES[...]" (Entrevista Parte 1). Canal de Gilson Naspolini. YouTube. Em cena em 01:12-11:32. Consultado em 30 de janeiro de 2021 
  5. «Leia entrevista com os Titãs publicada na Folha em 98». Folha de S.Paulo. Grupo Folha. 12 de junho de 2001. Consultado em 29 de janeiro de 2021 
  6. a b Britto, Sérgio (2006). «Cabeça Dinossauro». Grupo Spring de Comunicação. Rolling Stone Brasil (2) 
  7. Titãs biography no Allmusic
  8. a b (1985). "Anotações de Televisão". Em Televisão [encarte do CD]. Warner Music.
  Este artigo sobre um álbum de Titãs é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.