Abrir menu principal
Lulu Santos
Lulu Santos em 2018
Informação geral
Nome completo Luiz Maurício Pragana dos Santos
Nascimento 4 de maio de 1953 (66 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País Brasil
Gênero(s) Pop rock
Ocupação(ões)
Cônjuge Scarlet Moon (c. 1978; d 2006)
Clebson Teixeira (c. 2018)
Instrumento(s)
Modelos de instrumentos
Período em atividade 1973–presente
Gravadora(s)
Página oficial www.lulusantos.com.br

Luiz Maurício Pragana dos Santos[1] (Rio de Janeiro, 4 de maio de 1953), mais conhecido como Lulu Santos, é um cantor, compositor, produtor musical e multi-instrumentista brasileiro.

BiografiaEditar

Filho de pai militar, começou a tocar aos doze anos de idade, muito precoce, formando uma banda inspirada nos Beatles[1] chamada de Cave Man. Contrariando o desejo de seu pai, de que também se tornasse militar, fugiu de casa antes de completar o colegial, percorrendo o Brasil com hippies. Aos dezenove anos tocava no grupo Veludo Elétrico, com Fernando Gama e Paul de Castro.[1] Um ano depois, Lulu, Ritchie e Lobão formam a banda Vímana, da qual saiu expulso pelo ex-tecladisda do Yes, Patrick Moraz, por não concordar com os rumos que a banda acabou seguindo.[2] Uma apresentação sua com a banda no Hollywood Rock no verão de 1975, no Rio de Janeiro, pode ser vista no documentário Ritmo Alucinante. Após trabalhar como músico freelancer, Lulu Santos resolveu seguir carreira solo.

CarreiraEditar

Antes de se tornar músico, trabalhou como colunista em revistas como a Som Três, escrevendo comentários sobre os álbuns da época. Em 1981, assinou com a gravadora WEA e assumiu o nome de Lulu Santos, gravando Tesouros da Juventude em parceria com o jornalista Nelson Motta. Seguiram-se outras canções de sucesso: "Tempos Modernos" (1982), "O Ritmo do Momento" (1983), "O Último Romântico" (1984) — cujo arranjo musical foi fortemente influenciado pela canção "Greece", de George Harrison, do álbum Gone Troppo (1982) — "Tudo Azul" (1984), "Normal" (1985), "Lulu" (1986) e "Toda Forma de Amor" (1988). Em 1985, participou, com êxito, do Rock in Rio e, dois anos depois, foi premiado com o disco de platina.[1] O cantor recusou o prêmio na cerimônia de entrega por não ter atingido o limite mínimo de vendas de 250 mil cópias.

Entrou em um período de crise a seguir, quando tentou aproximar o pop com os ritmos brasileiros, através dos trabalhos Popsambalanço e outras Levadas, Honolulu e Mondo Cane. Mas, a parceria com o produtor Marcelo Mansur, o DJ Memê, iniciada na sequência, alavancou novamente sua carreira com discos como Assim Caminha a Humanidade (1994), cuja faixa-título tornou-se tema de abertura do seriado Malhação entre 1995 e 1999.

Na década de 1990, Lulu quis se distanciar do rótulo de roqueiro, flertando com a música eletrônica, a dance music, a música disco, o funk, o soul e o Rhythm & blues ou R&B com a forma aportuguesada aremby,[3] trabalhou com o DJ Memê em Eu e Memê, Memê e Eu (1995),[4] de onde foi regravada a canção "O Descobridor dos Sete Mares", lançada 12 anos antes por Tim Maia. Seguiram-se Anticiclone Tropical (1996), Liga Lá, assumindo a produção, e o álbum foi mestrado pelo tropicalista Rogério Duprat em (1997), Calendário (1999); em 2000 lançou o primeiro DVD, o Acústico MTV, com o CD lançado em dois volumes; em 2002 lançou o disco Programa; em 2003 foi lançado Bugalu, novamente em parceria com o Dj Memê; em 2004 lançou o segundo DVD, o MTV ao Vivo; no ano de 2005 como lançamento de seu disco, seguiu-se Letra e Música, com a turnê Popstar; em 2007, com Longplay, ficou três anos em turnê pelo Brasil e o show foi visto por mais de cinco milhões de pessoas, acompanhado por sua banda e se utilizando do que há de mais moderno em tecnologia, com paredes de LED, iluminação e projeções feitas com clipes interativos. No fim de 2009 flertou com o samba novamente no álbum Singular, recheado de canções pop no melhor estilo que o consagrou. Em meados de 2010, em comemoração aos seus trinta anos de carreira solo, aos vinte anos da MTV Brasil e aos dez anos da gravação do seu primeiro Acústico MTV, Lulu lançou o seu terceiro DVD, Lulu Acústico MTV II.

Em 2011, participou do projeto "Covers" do Circuito Cultural Banco do Brasil com o show em homenagem a dupla Roberto Carlos e Erasmo Carlos.[5] Em 2012, passou a ser jurado do The Voice Brasil, junto de Claudia Leitte, Daniel e Carlinhos Brown.[6] Em dezembro do mesmo ano lançou a compilação Toca Lulu, caixa composta por quatro discos contendo sucessos em comemoração de 30 anos de carreira, tendo vendido mais de 300 mil cópias e sendo certificado com disco de diamante em 2015.[7] Em 26 de março de 2013, fez o show de encerramento do programa Big Brother Brasil 13.[8] No mesmo ano lançou o álbum tributo Lulu Canta & Toca Roberto e Erasmo,[9] em 2014, lançou o álbum Luiz Maurício, retomando seu flerte com a música eletrônica, e um single em parceria com Felipe Dylon, com a regravação de Ano Novo Lunar.[10] Em 2015 lançou o quarto DVD ao vivo, Toca + Lulu, mesmo ano em que fez participações especiais no programa Tá no Ar, da Rede Globo. No mesmo ano lança o box Tão Bem contendo seus primeiros quatro álbuns lançado pela WEA e divididos em 4 CDs.[carece de fontes?] Em março de 2017, anunciou que estava preparando um álbum em homenagem aos 70 anos da cantora Rita Lee,[11] inicialmente intitulado Um belo dia resolvi mudar, uma alusão a trecho da canção Agora Só Falta Você,[12] mais tarde mudado para Baby Baby!, inspirado em trecho da canção Ovelha Negra.[13] No mesmo ano, é lançado o álbum O Funk Canta Lulu, álbum tributo a Lulu Santos produzido pelo DJ Sanny Pitbull, com participação de artistas de funk carioca: MC Marcinho, MC Bob Rum, Amaro, MC Cacau, MC Koringa, MC Leozinho, Márcio G, MC Sabrina, Deise Loira, Tati Quebra-Barraco, Buchecha, Naldo Benny e Valesca Popozuda.[14] Em 2018 anunciou o início da turnê Canta Lulu!, que apresenta no set list vários sucessos de sua carreira e do último disco (Baby Baby!).

Vida pessoalEditar

Foi casado entre 1978 e 2006 com a jornalista Scarlet Moon, a qual conheceu em uma festa na casa de Caetano Veloso. Scarlet havia feito uma laqueadura antes de conhecê-lo por já ter três filhos de um casamento anterior, fato este que impediu Lulu de ter filhos com a esposa, criando os enteados.[15] Em 2018 declarou-se bissexual.[16] Antes disso, entre 2008 e 2016, namorou o empresário Bruno Azevedo.[17][18] Em 2018 começou a namorar o analista de sistemas Clebson Teixeira, com quem se casou.[19]

DiscografiaEditar

 Ver artigo principal: Discografia de Lulu Santos
Álbuns de estúdio

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Cargo Nota
1994 Confissões de Adolescente Alberto Episódio: "Chegou o Verão"
2002 Os Normais Ele mesmo Episódio: "Sensações Normais"
2004 Celebridade Ele mesmo Episódio: "12 de março"
2009 Três Irmãs Ele mesmo Episódio: "10 de abril"
2012–presente The Voice Brasil Técnico / Mentor

CinemaEditar

Ano Título Personagem Notas
1986 O Cinema Falado Ele mesmo Documentário
1997 O que é isso companheiro? Sargento Eiras
2004 Um Show de Verão Ele mesmo
2007 Podecrer! Padre Falcão

BandaEditar

Formação atual

Referências

  1. a b c d «Biografia de Lulu Santos». Vagalume. Vagalume. Consultado em 25 de maio de 2018 
  2. Cotia, Rock Nacional 80 Fatec (4 de maio de 2016). «Rock Nacional anos 80: Banda Vímana». Rock Nacional anos 80. Consultado em 28 de janeiro de 2019 
  3. Novo CD de Lulu Santos mistura soul, funk, r&b e discothèque
  4. Lulu Santos. CliqueMusic
  5. «Circuito Cultural Banco do Brasil está de volta». Banco do Brasil. 19 de outubro de 2011 
  6. «Lulu Santos está dando trabalho para produção do "The Voice Brasil", diz colunista». Papelpop Conteúdo. Yahoo! Brasil. 12 de novembro de 2012. Consultado em 14 de janeiro de 2013 
  7. SILVIO ESSINGER. «Tudo Azul Para Lulu Santos». O Globo. Consultado em 27 de março de 2013 
  8. «BBB13: Lulu Santos canta na grande final». R7. Consultado em 26 de março de 2013 
  9. Rodrigo Ortega (30 de maio de 2013). «Lulu Santos refaz Roberto e Erasmo do retrô ao 'delírio': 'Quase felliniano'». Portal G1 
  10. «Ouça: "Ano Novo Lunar", a nova música de trabalho do Felipe Dylon com participação do Lulu Santos». Art.com. Consultado em 17 de janeiro de 2014 [ligação inativa] 
  11. «Lulu prepara álbum com canções de Rita Lee e celebra 70 anos da artista». G1. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  12. «Lulu acerta edição do álbum em que canta Rita Lee com produção de Silva». G1. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  13. «Lulu resolve mudar título de álbum em que celebra a obra de Rita Lee». G1. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  14. «Funkeiros lançam disco em homenagem a Lulu Santos». UOL. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  15. «Morre no Rio Scarlet Moon». G1. 5 de junho de 2013. Consultado em 5 de junho de 2013 
  16. «Namorado de Lulu Santos celebra relacionamento e diz "doa quem doer, se roa quem roer"». Revista Quem. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  17. «Ex-marido de Lulu Santos deixa o Brasil após cantor assumir novo namorado». msn.com/. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  18. «Saiba quem é o ex-marido de Lulu Santos». leodias.odia.ig.com.br/. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  19. «Lulu Santos festeja repercussão por assumir namoro com Clebson Teixeira». Pure People. Consultado em 13 de outubro de 2018 

Ligações externasEditar