Abrir menu principal

No Coração dos Deuses

filme de 1999 dirigido por Geraldo Moraes
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
No coração dos deuses
 Brasil
1999 •  cor •  95 min 
Direção Geraldo Moraes
Roteiro Geraldo Moraes
Elenco Antônio Fagundes
Roberto Bonfim
Bruno Torres
Mauri de Castro
Género drama, aventura
Idioma português

No coração dos deuses é um filme brasileiro de 1999, dirigido por Geraldo Moraes, com trilha sonora de André Moraes, com participações de Igor Cavalera, Mike Patton[1] e Andreas Kisser.

SinopseEditar

Seguindo as pistas de um mapa, um garoto e alguns aventureiros embrenham-se na mata em busca de tesouros dos bandeirantes, e acabam voltando dois séculos no tempo, em busca das lendárias Minas dos Martírios.

ElencoEditar

Antônio Fagundes — Gaspar Correia / Fernão Dias
Roberto Bonfim — Mestre Gabriel
Bruno Torres — Pedrinho
Mauri de Castro — capelão
Cosme dos Santos — Simão
Ângelo Antônio — Curupira
Mallu Moraes — Catarina
Cristina Prochaska — mãe de Pedrinho
Edney Giovenazzi — Anhangüera
Iara Jamra — cozinheira
Regina Dourado
André Gonçalves — José Dias
Denise Milfont
Tonico Pereira — Cirineu

Trilha sonoraEditar

No Coração dos Deuses
Trilha sonora de André Moraes, Igor Cavalera e Andreas Kisser
Gênero(s) Rock, Rock instrumental
Gravadora(s) Mascot Records

A trilha sonora do filme foi composta por André Moraes, Igor Cavalera e Andreas Kisser, e conta com a participação de Mike Patton.

Ela recebeu o troféu Candango nas categoria de Melhor Trilha Sonora do ano.

FaixasEditar

1. O Desconhecido
2. Walkman
3. Gibão De Couro
4. Bruxaria
5. Aldeia
6. Tamanduá De Tróia
7. Enforcamento
8. Tauana E Pedro
9. Procura O Cara (Ft. Mike Patton)
10. Saída Das Canoas
11. Índios
12. Martírios
13. Feitiçaria De Gabriel
14. Terra de Manoa

Prêmios e indicaçõesEditar

Festival de Brasília 1999 (Brasil)

  • Recebeu o troféu Candango nas categoria de Melhor Trilha Sonora e Melhor Cenografia.

Festival do Recife 2000 (Brasil)

  • Recebeu o troféu Passista nas categorias de Melhor Ator (Antônio Fagundes), Melhor Trilha Sonora e Melhor Som.

Festival de cuiabá 2000 (Brasil)

  • Recebeu o troféu Melhor Trilha Sonora.

Referências

Ligações externasEditar