Oath Keepers

Oath Keepers é uma organização de milícia[1] de extrema-direita[2] antigovernamental[3][4][5][6][7] estadunidense. O grupo se descreve como uma associação apartidária formada por atuais e ex-militares, policiais e socorristas, que se comprometem a cumprir o juramento que todos os militares e policiais fazem para "defender a Constituição contra todos os inimigos, estrangeiros e domésticos".[8] Encoraja seus membros a não obedecer a ordens que eles acreditam que violariam a Constituição dos Estados Unidos. A organização reivindicou uma filiação de 35 000 membros a partir de 2016.[9]

Oath Keepers
Logótipo
Lema "Not on our watch!"
Tipo Milícia
Fundação março de 2009 (13 anos)
Fundador(a) Stewart Rhodes
Stewart Rhodes, Michele Imburgia, Rex H. McTyeire, Richard Mack, John D. Shirley, Steven C. Homan, Jim Ayala, Jay Stang
Área de influência Estados Unidos
Sítio oficial oathkeepers.org
Stewart Rhodes 2011.

Vários grupos que monitoram o terrorismo doméstico e grupos de ódio descrevem os Oath Keepers como extremistas ou radicais. Mark Pitcavage, da Liga Antidifamação (ADL), descreve o grupo como "extremistas fortemente armados com uma mentalidade conspiratória e antigovernamental em busca de confrontos potenciais com o governo".[10][11] O Southern Poverty Law Center (SPLC) lista o fundador do grupo como um extremista conhecido e descreve seus planos anunciados de criar unidades de milícia localizadas como "assustadores".[12] De acordo com o SPLC, o grupo defende uma série de teorias conspiratórias e jurídicas associadas ao movimento do cidadão soberano e ao movimento Posse Comitatus da supremacia branca.[13][14][15] O colega sênior do SPLC, Mark Potok, descreve o grupo como um todo como "na verdade apenas um grupo antigovernamental que acredita em um conjunto selvagem de teorias da conspiração".[12]

Os Oath Keepers estiveram presentes vestindo uniformes militares em Ferguson, Missouri, durante os tumultos de 2014[1] e 2015[2][16] na cidade, quando membros armados com rifles semiautomáticos patrulhavam ruas e telhados.[17][18]

História organizacionalEditar

Oath Keepers foi fundada em março de 2009 por Elmer Stewart Rhodes.[19][20][21] Rhodes é formado pela Yale Law School, ex-paraquedista do Exército dos EUA e ex-funcionário do congressista republicano Ron Paul.[22] Em 8 de dezembro de 2015, Rhodes foi expulso pela Suprema Corte de Montana por conduta que violava as Regras de Conduta Profissional de Montana após se recusar a responder a duas queixas de bar movidas contra ele no tribunal distrital federal no Arizona.[23]

Rhodes teria se inspirado na ideia de que Adolf Hitler poderia ter sido parado se os soldados e policiais alemães se recusassem a seguir as ordens.[24] Escrevendo na S.W.A.T. Magazine em 2008, Rhodes afirma: "'Isso' (um Estado policial totalitário desenvolvido) não pode acontecer aqui se a maioria dos policiais e soldados obedecerem seus juramentos para defender a Constituição e se recusarem a fazer cumprir os decretos inconstitucionais do 'Líder'".[24]

Em uma entrevista de outubro de 2020, o repórter Mike Giglio do The Atlantic afirmou que nos anos anteriores, os Oath Keepers consideravam o presidente Donald Trump como "alguém na Casa Branca que eles apoiam totalmente", em contraste com seu ceticismo em relação aos governos republicanos anteriores.[25] Ele também disse que nos últimos anos as declarações de Rhodes haviam se tornado mais "radicais" e que por causa disso alguns membros do grupo com experiência militar, preocupados com a possibilidade dos tipos de violência que haviam testemunhado no exterior ocorrerem nos Estados Unidos, deixaram o grupo.[25]

FiliaçãoEditar

De acordo com a ADL, os Oath Keepers “direcionam grande parte de sua propaganda a membros do exército e da polícia, lembrando-os de que eles fizeram um juramento de defender a Constituição 'de todos os inimigos, estrangeiros e domésticos' e pedindo-lhes que se comprometam a desobedecer a ordens teóricas inconstitucionais que possam receber dos superiores — ordens que explicitamente ou implicitamente fazem referência a teorias de conspiração relacionadas à milícia”. Os Oath Keepers exortam militares e de aplicadores da lei a impedir os planos da Nova Ordem Mundial.[26]

A organização afirma que a adesão plena está aberta para "militares, reservas, Guarda Nacional, polícia, bombeiros, outros socorristas (ou seja, Guarda do Estado, Xerife Posse/Auxiliar, Busca e Salvamento, EMT, outros socorristas médicos de 1ª linha, etc.) e veteranos/ex-membros desses serviços " e que outras pessoas que apoiem a missão da organização possam se tornar membros associados.[8] A organização diz ter até 30 000 membros, embora este número tenha sido questionado.[24]

Referências

  1. a b McCoy, Terrence (1 de janeiro de 2014). «The Oath Keepers: The Little-known Militia Now Roaming the Streets of Ferguson». The Washington Post. Consultado em 1 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2017 
  2. a b c «Return of armed militia group Oath Keepers to Ferguson raises concern». Chicago Tribune. Associated Press. 11 de agosto de 2015. Consultado em 14 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2015. [Ferguson 2015] wearing camouflage bulletproof vests and openly carrying rifles and pistols on West Florissant Avenue 
  3. Beckett, Lois; Laughland, Oliver (5 de novembro de 2016). «Specter of election day violence looms as Trump spurs vigilante poll watchers». The Guardian. Consultado em 1 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2019. One of America's largest anti-government armed militia groups, the Oath Keepers. 
  4. Skocpol, Theda; Williamson, Vanessa (2012). The Tea Party and the Remaking of Republican Conservatism. [S.l.]: Oxford University Press. p. 33. ISBN 9780190633660. Consultado em 1 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 27 de junho de 2020. Some anti-government extremists have unquestionably found their way into Tea Party groups--for example, members of the Oath Keepers, a group centered on current and former law enforcement officers.. Expecting the Obama Administration to declare martial law across the country and detain citizens en masse, Oath Keepers proclaim their readiness to engage in armed insurrection to counter this supposed threat from the federal government.... The possibility of such a confrontation is not entirely rhetorical because members of the Oath Keepers have been tied to various militia groups. 
  5. Feuer, Alan (16 de janeiro de 2016). «Standoff in Oregon Attracts Supporters Bearing Disparate Grievances». New York Times. Consultado em 1 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2019. members of the so-called Patriot movement, an umbrella effort of antigovernment activists that includes groups like the Oath Keepers, an organization of law enforcement officers and military veterans. 
  6. Crowley, Michael (10 de agosto de 2016). «Trump's long dalliance with violent rhetoric». Politico. Consultado em 1 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2019. the popular anti-government group Oath Keepers 
  7. "The far-right anti-government group largely consists of former and current members of the military, first responders and police officers."[2]
  8. a b «About Oath Keepers». oathkeepers.com. Oath Keepers. 6 de novembro de 2014. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 3 de abril de 2016 
  9. Mahler, Jonathan; Wines, Michael (7 de novembro de 2016). «Fear Is Driving Voting Rights Advocates and Vigilantes to Watch Polling Stations». The New York Times. Consultado em 3 de março de 2017. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2016 
  10. «Press Release: ADL Report Exposes Tactics of Anti-Government "Oath Keepers"». Anti-defamation League. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2016 
  11. «The Oath Keepers Anti-Government Extremists Recruiting Military and Police». Anti-Defamation League. Consultado em 19 de maio de 2016. Cópia arquivada em 17 de janeiro de 2017 
  12. a b «Oath Keepers: What anti-hate groups are saying about them». Cox Media Group. 11 de agosto de 2015. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 22 de março de 2016 
  13. Lenz, Ryan (25 de julho de 2013). «Oath Keepers Rally Reveals Radical Politics of Group». Southern Poverty Law Center. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 9 de março de 2016 
  14. Keller, Larry. «Evidence Grows of Far-Right Militia Resurgence». Southern Poverty Law Center. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 10 de março de 2016 
  15. Keller, Larry. «Evidence Grows of Far-Right Militia Resurgence». Southern Poverty Law Center. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 10 de março de 2016 
  16. Dearden, Lizzie (11 de agosto de 2015). «Oath Keepers: Who are white militia at Ferguson protests and why are they allowed to carry guns?». The Independent. Consultado em 1 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 
  17. Sakuma, Amanda; Rayford, Bradley J (11 de agosto de 2015). «'Oath Keepers' armed with guns roam streets of Ferguson». MSNBC. Consultado em 7 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 6 de setembro de 2015. With their hands resting casually on the assault rifles strapped across their chests, the men formed a diamond around their subjects, surveying the area in search of a threat. 
  18. Duara, Nigel (11 de agosto de 2015). «'Oath Keepers' with rifles roam among Ferguson protesters, raising concerns». Los Angeles Times. Consultado em 31 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2015. As protests in Ferguson continued on a sweat-soaked Missouri night, at least three men openly carrying assault rifles approached the south end of West Florissant Avenue – and began to attract a crowd themselves. 
  19. Acosta, Jim (18 de novembro de 2009). «Who are the Oathkeepers». CNN. Consultado em 18 de novembro de 2009. Arquivado do original em 19 de novembro de 2009 
  20. «Elmer Stewart Rhodes». Southern Poverty Law Center. Consultado em 20 de março de 2016. Cópia arquivada em 30 de janeiro de 2016 
  21. «Incorporation Information for the Oath Keepers, Inc.». Nevada Secretary of State. E0559982009-3. State of Nevada. 22 de outubro de 2009. Consultado em 18 de novembro de 2009 [ligação inativa] 
  22. Maimon, Alan (18 de outubro de 2009). «Ready To Revolt: Oath Keepers pledges to prevent dictatorship in United States». Las Vegas Review-Journal. Consultado em 24 de outubro de 2009. Arquivado do original em 25 de outubro de 2009 
  23. In the Matter of Elmer S. Rhodes (Mont. Dec. 8, 2015).
  24. a b c Fowler, Sarah (12 de agosto de 2015). «Ferguson unrest: Who are the mysterious 'Oath Keepers'?». BBC News. Consultado em 13 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2015 
  25. a b Giglio, Michael Anthony (28 de outubro de 2020). «After Covering Civil War Overseas, Journalist Examines U.S. Militia Movement». Fresh Air (entrevista). Terri Gross. NPR. Cópia arquivada em 6 de novembro de 2020 
  26. «Oath Keepers». Anti-Defamation League (em inglês). Consultado em 4 de novembro de 2020 
  Este artigo sobre organizações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.