P. J. Tucker

basquetebolista estadunidense

Anthony Leon "P. J." Tucker Jr. (5 de maio de 1985) é um americano jogador de basquete profissional do Milwaukee Bucks da National Basketball Association (NBA).[1]

P. J. Tucker
Pjtucker.jpg
Informações pessoais
Nome completo Anthony Leon Tucker Jr
Data de nasc. 5 de maio de 1985 (36 anos)
Local de nasc. Raleigh, Carolina do Norte, Estados Unidos
Altura 6 ft 5 in (1.96 m)
Peso 245 lb (111 kg)
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Milwaukee Bucks
Número 17
Posição Ala-pivô
Clubes de juventude
2003–2006 Estados Unidos Texas Longhorns
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2006–2007
2007
2007–2008
2008–2010
2010
2010–2011
2011
2011
2011–2012
2012–2017
2017
2017–2021
2021–Presente
Canadá Toronto Raptors
Estados UnidosColorado 14ers
Israel Hapoel Holon
Ucrânia Donetsk
Israel Bnei Herzliya
Grécia Aris Salônica
Itália Montegranaro
Porto Rico Piratas de Quebradillas
Alemanha Brose Bamberg
Estados Unidos Phoenix Suns
Canadá Toronto Raptors
Estados Unidos Houston Rockets
Estados Unidos Milwaukee Bucks
17 (30)
19 (203)



12 (179)
3 (37)

54 (803)
377 (3.032)
24 (139)
268 (1.744)

Ele frequentou a Universidade do Texas em Austin e foi selecionado pelo Toronto Raptors como a 35ª escolha geral no Draft da NBA de 2006. Ele foi o MVP da Ligat HaAl (Campeonato Israelense) de 2008, jogando pelo Hapoel Holon.

Ensino médio e universidadeEditar

Tucker estudou na William G. Enloe High School em Raleigh, Carolina do Norte antes de jogar basquete universitário na Universidade do Texas em Austin.

No colégio, Tucker foi nomeado Jogador do Ano da Carolina do Norte em 2002 e seu número de camisa foi posteriormente aposentado.[2]

Em suas três temporadas no Texas, ele marcou 1.169 pontos, incluindo o recorde de sua carreira de 594 na temporada de 2005-06. Ele também teve 714 rebotes, 170 assistências (incluindo 107 na temporada de 2005-06) e 116 roubos de bola ao longo de sua carreira.[3]

Carreira profissionalEditar

Toronto Raptors (2006–2007)Editar

Tucker foi selecionado pelo Toronto Raptors com a 35ª escolha geral no Draft da NBA de 2006 e assinou um contrato de dois anos com eles em 26 de julho de 2006.[4]

Em 5 de janeiro de 2007, os Raptors anunciaram que Tucker havia sido enviado para o Colorado 14ers da D-League. Colorado, liderado pelo técnico Joe Wolf, foi designado como afiliado do Toronto na D-League para a temporada de 2006-07. Em 6 de fevereiro de 2007, os Raptors chamaram Tucker de volta para a NBA. Em 6 de março de 2007, Tucker foi enviado de volta aos 14ers.

Em 24 de março de 2007, Tucker foi dispensado pelos Raptors a fim de liberar uma vaga no elenco para Luke Jackson.[5] Ele jogou um total de 83 minutos durante sua temporada de estreia.

Na entressafra, Tucker juntou-se ao elenco do Cleveland Cavaliers na Summer League de 2007.[6]

Europa (2007–2012)Editar

Na temporada de 2007-08 com o Hapoel Holon da Ligat HaAl, Tucker ganhou o troféu de MVP e levou seu time ao título da liga. Holon quebrou a sequência de 14 anos do Maccabi Tel Aviv como campeão israelense. Ele foi o MVP das finais da liga de 2008.

Para a temporada de 2008-09, ele assinou com o BC Donetsk que tinha acabado de ser promovido à Superliga Ucraniana de Basquetebol.[7] Ele levou o time ao terceiro lugar na liga em sua primeira aparição lá, além de se tornar um All-Star da Superliga da Ucrânia. Uma lesão no joelho que terminou a temporada não impediu Tucker de terminar a temporada com a maior média de pontos por jogo na liga.[8] Em 7 de outubro de 2009, Tucker renovou seu contrato com Donetsk para a temporada de 2009-10. Depois que a equipe faliu, ele retornou a Israel em março de 2010 e assinou pelo Bnei HaSharon até o final da temporada.[9]

Em agosto de 2010, ele assinou com o Aris BC da Grécia para a temporada de 2010-11,[10] mas foi dispensado em março de 2011.[11] Em abril de 2011, ele assinou com o Sutor Basket Montegranaro da Itália.[12]

Em julho de 2011, ele assinou um contrato de um ano com Brose Bamberg da Alemanha.[13] Ele ajudou o Brose Baskets a vencer o título de 2012; ele também ganhou o prêmio de MVP das Finais.

Phoenix Suns (2012–2017)Editar

Durante o verão de 2012, Tucker assinou um contrato para jogar pelo Spartak St. Petersburg da Rússia, mas ele logo optou por jogar pelo Phoenix Suns na Summer League, e em 1º de agosto de 2012, ele assinou um contrato de dois anos com os Suns.[14] Em seu primeiro jogo na NBA, Tucker registrou 10 pontos, 2 rebotes, 1 roubo de bola e 1 bloqueio em uma derrota por 87-85 para o Golden State Warriors. Em 23 de novembro de 2012, ele marcou 15 pontos, o recorde de sua carreira, na vitória por 111–108 sobre o New Orleans Hornets. Tucker fez sua primeira partida como titular pelos Suns em 31 de dezembro contra o Oklahoma City Thunder. Após isso, ele foi titular na maioria dos jogos dos Suns no resto da temporada de 2012–13.

Em 8 de fevereiro de 2014, Tucker registrou 16 pontos, 15 rebotes, o recorde de sua carreira, e 4 roubos de bola em uma vitória de 122-109 sobre os Warriors, tornando-se o primeiro jogador dos Suns a ter 15 pontos, 15 rebotes e 4 roubos de bola em um jogo desde Shawn Marion em 2007.[15] Em 25 de fevereiro, ele registrou 15 rebotes contra o Minnesota Timberwolves. Em 6 de abril, Tucker marcou 22 pontos, o recorde de sua carreira, na vitória de 122-115 sobre o Thunder.

Em 27 de junho de 2014, os Suns deu a Tucker uma oferta de qualificação, tornando-o um agente livre restrito.[16] Em 23 de julho, ele assinou novamente com os Suns em um contrato de US $ 16,5 milhões por três anos.[17][18] Em agosto de 2014, ele foi suspenso pelos três primeiros jogos da temporada de 2014-15 por se confessar culpado de dirigir sob influência extrema em maio de 2014.[19] Ele voltou da suspensão em 4 de novembro de 2014 para enfrentar o Los Angeles Lakers.

Em 31 de dezembro de 2015, Tucker marcou 22 pontos em uma derrota para o Thunder. Em 26 de janeiro de 2016, ele registrou oito assistências, o recorde de sua carreira, na derrota para o Philadelphia 76ers. Em 14 de março, ele marcou 23 pontos, o recorde de sua carreira, na vitória por 107–104 sobre o Minnesota Timberwolves. Ele superou essa marca em 7 de abril, marcando 24 pontos em uma vitória de 124-115 sobre o Houston Rockets. Ele jogou em todos os 82 jogos dos Suns na temporada de 2015-16, o único jogador a fazê-lo.[20]

Em 15 de setembro de 2016, Tucker foi submetido a um procedimento bem-sucedido de discectomia lombar e posteriormente foi descartado por seis a oito semanas.[21] Ele voltou a tempo para o início da temporada regular, mas foi atribuído um papel de reserva pela primeira vez desde a temporada de 2012-13. Ele voltou à equipe titular no final de novembro, após uma lesão de T. J. Warren.[22] Em 27 de novembro de 2016, ele marcou 21 pontos, o melhor da temporada, contra o Denver Nuggets. Tucker voltou a reserva no final de dezembro após o retorno de Warren; ele continuou sendo reserva dos Suns ao longo da temporada até a pausa para o All-Star Game.[23]

Retorno a Toronto (2017)Editar

Em 23 de fevereiro de 2017, Tucker foi negociado de volta para o Toronto Raptors em troca de Jared Sullinger, escolhas de segunda rodada do draft de 2017 e 2018 e considerações em dinheiro.[24] No dia seguinte, em seu primeiro jogo pelos Raptors desde 2007, Tucker registrou 10 rebotes e nove pontos na vitória por 107-97 sobre o Boston Celtics.[25]

Em 15 de abril de 2017, depois de jogar 418 jogos ao longo de sete temporadas, Tucker fez sua estréia nos playoffs na derrota dos Raptors por 97-83 para o Milwaukee Bucks no Jogo 1 de sua série de playoffs da primeira rodada.[26] Os Raptors derrotaram os Bucks em seis jogos para seguir para a segunda rodada, onde enfrentou o Cleveland Cavaliers. Lá eles foram varridos por 4-0 pelos Cavaliers. No Jogo 4 da série, uma derrota por 109-102, Tucker registrou 14 pontos e 12 rebotes.[27]

Houston Rockets (2017–2021)Editar

Em 6 de julho de 2017, Tucker assinou um contrato de quatro anos e $ 32 milhões com o Houston Rockets.[28][29] Em sua estreia pelos Rockets em 17 de outubro de 2017, Tucker marcou 20 pontos na vitória por 122–121 sobre o Golden State Warriors.[30] Em 30 de março de 2018, ele marcou 18 pontos e fez cinco cestas de 3 pontos na vitória por 104-103 sobre os Suns.[31] No Jogo 5 da série de playoffs de primeira rodada contra o Minnesota Timberwolves, Tucker marcou 15 pontos em uma vitória por 122-104.[32] No Jogo 5 da série de segunda rodada contra o Utah Jazz, Tucker marcou 19 pontos em uma vitória por 112-102.[33] No Jogo 2 das finais da Conferência Oeste contra o Golden State Warriors, Tucker marcou 22 pontos em uma vitória por 127–105, ajudando os Rockets a empatar a série em 1–1.[34] Os Rockets acabaram perdendo para os Warriors em sete jogos.

Em 7 de janeiro de 2019, Tucker fez sete cestas de 3 pontos e marcou 21 pontos na vitória por 125–113 sobre o Denver Nuggets. Em 11 de março de 2021, com a aproximação do prazo de negociação, Tucker concordou mutuamente com o técnico Stephen Silas em não jogar mais até que ambas as partes encontrassem uma solução amigável. Isso aconteceu depois que James Harden deixou os Rockets no início da temporada.

Milwaukee Bucks (2021–Presente)Editar

Em 19 de março de 2021, Tucker, junto com Rodions Kurucs, foi negociado com o Milwaukee Bucks em troca de D. J. Augustin e D. J. Wilson; as equipes também trocaram escolhas de draft.[35]

Estatisticas da NBAEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Temporada regularEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2006–07 Toronto 17 0 4.9 .500 .000 .571 1.4 .2 .1 .0 1.8
2012–13 Phoenix 79 45 24.2 .473 .314 .744 4.4 1.4 .8 .2 6.4
2013–14 Phoenix 81 81 30.7 .431 .387 .776 6.5 1.7 1.4 .3 9.4
2014–15 Phoenix 78 63 30.6 .438 .345 .727 6.4 1.6 1.4 .3 9.1
2015–16 Phoenix 82 80 31.0 .411 .330 .746 6.2 2.2 1.3 .2 8.0
2016–17 Phoenix 57 17 28.5 .415 .338 .792 6.0 1.3 1.5 .2 7.0
2016–17 Toronto 24 4 25.4 .406 .400 .688 5.4 1.1 1.3 .2 5.8
2017–18 Houston 82 34 27.8 .390 .371 .717 5.6 .9 1.0 .3 6.1
2018–19 Houston 82 82 34.2 .396 .377 .695 5.8 1.2 1.6 .5 7.3
2019–20 Houston 72 72 34.3 .415 .358 .813 6.6 1.6 1.1 .5 6.9
2020–21 Houston 32 32 30.0 .366 .314 .783 4.6 1.4 .9 .6 4.4
Carreira 686 510 27.4 .421 .321 .732 5.3 1.3 1.1 0.3 6.5

PlayoffsEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2017 Toronto 10 1 25.1 .367 .321 .625 5.7 1.1 0.6 0.3 5.0
2018 Houston 17 17 33.5 .481 .467 .667 6.5 1.3 0.6 0.8 8.9
2019 Houston 11 11 38.7 .455 .456 .826 7.5 1.7 1.7 0.7 11.4
2020 Houston 12 12 34.5 .398 .373 .000 7.2 1.5 1.1 0.3 7.9
Carreira 50 41 32.9 .425 .404 .529 6.7 1.4 1.0 0.5 8.3

Vida pessoalEditar

Tucker é filho de Anthony Sr. e Aleshia Tucker. Seu nome verdadeiro é Anthony Leon Tucker Jr., mas seu pai o chamava de "Pop Junior", daí PJ. Ele passou parte de sua infância morando na Alemanha enquanto seu pai servia no Exército.

Em maio de 2014, Tucker foi preso por Dirigir sob o efeito do álcool pela polícia de Scottsdale. Como resultado, Tucker recebeu uma sentença de três dias de prisão e 11 dias de prisão domiciliar. Além disso, um dispositivo de inter travamento de ignição foi colocado em seus veículos por 18 meses, ele foi colocado em liberdade condicional de cinco anos, foi submetido a exames de abuso de substâncias e aconselhamento e pagou $ 2.750 em multas, sem incluir os custos de tribunal e prisão de até $ 200 por dia.[36]

Tucker se casou com a namorada de longa data, Tracey Tucker. Eles tem três filhos, King, Zoe e Aaliyah.

TênisEditar

Tucker é um autoproclamado "sneakerhead" e possui centenas de pares de tênis, armazenados em vários locais do país.[37] Em 22 de agosto de 2016, a SLAM Magazine nomeou Tucker como o sneakerhead número 1 da NBA, devido não apenas ao seu número de tênis, mas também à sua qualidade. Alguns de seus sapatos incluem pares raros de tênis de "edição para jogadores" feitos para ex-jogadores da NBA, como Shawn Marion, Michael Finley, Josh Howard e Eddie Jones, bem como alguns pares raros de "Esquadrão do Terror" projetados pelo rapper Fat Joe.[38]

Referências

  1. «P.J. Tucker | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 25 de março de 2021 
  2. «Home for All-Star break, P.J. Tucker's jersey retired by NC high school». USA TODAY High School Sports (em inglês). 17 de fevereiro de 2019. Consultado em 25 de março de 2021 
  3. «P.J. Tucker (2004-06)». University of Texas Athletics (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  4. «2006 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  5. «Raptors sign Luke Jackson to 10-day contract». thestar.com (em inglês). 25 de março de 2007. Consultado em 25 de março de 2021 
  6. «NBA.com : Summer League 2007». web.archive.org. 25 de dezembro de 2007. Consultado em 25 de março de 2021 
  7. «БК "Донецк" подписал Пи Джея Таккера.». web.archive.org. 18 de agosto de 2016. Consultado em 25 de março de 2021 
  8. «Ukrainian Basketball Federation». web.archive.org. 9 de abril de 2009. Consultado em 25 de março de 2021 
  9. «P.J. Tucker - An International Journey». The Basketball Fans (em inglês). 2 de julho de 2018. Consultado em 25 de março de 2021 
  10. Roa, Published por Alberto de. «Aris Thessaloniki and P.J. Tucker reach a two-year agreement». Consultado em 25 de março de 2021 
  11. «ΚΑΕ ΑΡΗΣ / Aris BC - Official Page & Online Store - ΚΑΕ ΑΡΗΣ / Aris...». ΚΑΕ ΑΡΗΣ / Aris BC - Official Page & Online Store (em grego). Consultado em 25 de março de 2021 
  12. «Comunicati stampa - Fabi shoes Sutor Montegranaro». web.archive.org. 4 de maio de 2011. Consultado em 25 de março de 2021 
  13. «Brose Baskets adds scoring ace Tucker». Welcome to EUROLEAGUE BASKETBALL (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  14. «Suns Sign P.J. Tucker». Phoenix Suns (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  15. King, Dave (9 de fevereiro de 2014). «Last Year's Suns: "We're all happy now."». Bright Side Of The Sun (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  16. «Suns Extend Qualifying Offers to Bledsoe, Tucker». Phoenix Suns (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  17. «Suns Re-Sign P.J. Tucker». Phoenix Suns (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  18. «P.J. Tucker Signs Three-Year, $16.5M Deal With Suns». basketball.realgm.com. Consultado em 25 de março de 2021 
  19. «P.J. Tucker Suspended Three Games By NBA For Extreme DUI». basketball.realgm.com. Consultado em 25 de março de 2021 
  20. «2015-16 Phoenix Suns Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  21. «Suns Forward P.J. Tucker Undergoes Back Surgery». Phoenix Suns (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  22. «P.J. Tucker 2016-17 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  23. «P.J. Tucker 2016-17 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  24. «Raptors Acquire Tucker From The Suns». Toronto Raptors (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  25. «Celtics vs. Raptors - Game Recap - February 24, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  26. «Bucks vs. Raptors - Game Recap - April 15, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  27. «Cavaliers vs. Raptors - Game Recap - May 7, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  28. «Rockets Sign Free Agent P.J. Tucker». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  29. «Sources: Rockets add depth, agree with Tucker». ESPN.com (em inglês). 2 de julho de 2017. Consultado em 25 de março de 2021 
  30. «Rockets vs. Warriors - Game Recap - October 17, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  31. «Suns vs. Rockets - Game Recap - March 30, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  32. «Timberwolves vs. Rockets - Game Recap - April 25, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  33. «Jazz vs. Rockets - Game Recap - May 8, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  34. «Warriors vs. Rockets - Game Recap - May 16, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  35. «Milwaukee Bucks Acquire P.J. Tucker And Rodions Kurucs From The Houston Rockets». Milwaukee Bucks (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  36. Coro, Paul. «Suns' P.J. Tucker receives jail time for DUI, apologizes to fans». The Arizona Republic (em inglês). Consultado em 25 de março de 2021 
  37. Cacciola, Scott (30 de janeiro de 2014). «A Huge N.B.A. Rivalry: Sneaker Collections». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 25 de março de 2021 
  38. «Plugged In». SLAM (em inglês). 25 de março de 2016. Consultado em 25 de março de 2021